Anúncio

População reclama de fila em cartório eleitoral

Por Gessika Avila

Publicado em 5 de abril de 2016 às 20:45
Atualizado em 5 de abril de 2016 às 20:45
Anúncio
Cartório Eleitoral Março2016

Cartório distribui 60 senhas diariamente para atender população

A população de Guarapari que precisa regularizar ou transferir seu título de eleitor está enfrentando filas quilométricas nesta última semana. Em alguns casos, as pessoas estão chegando ao cartório eleitoral por volta das 4 horas para conseguir garantir uma das 60 senhas distribuídas pelos funcionários.

Rita Góis chegou às 7 horas e conseguiu pegar uma das últimas cinco senhas, na última segunda-feira

Rita Góis chegou às 7 horas e conseguiu pegar uma das últimas cinco senhas, na última segunda-feira

Rita Góis mora no bairro São Gabriel e teve que chegar às 7 horas para conseguir fazer a transferência de seu título de Cariacica para Guarapari. Ela pegou uma das últimas cinco senhas distribuídas na última segunda-feira. “Voltei para Guarapari por problemas familiares e quero transferir meu título para votar nas próximas eleições, mas vi que está bem difícil essa situação. Muitas pessoas estão confundindo o prazo com a necessidade de fazer biometria em Vitória. Só consegui porque houve uma desistência”, reclama.

Diógenes foi ao cartório para fazer o título de sua filha Giullia, mas teve que voltar para casa

Diógenes foi ao cartório para fazer o título de sua filha Giullia, mas teve que voltar para casa

Juliana de Souza Santos está na mesma situação. Moradora do bairro Olaria e mãe de um bebê de nove meses, ela chegou ao cartório quando não tinha mais nenhuma senha. “Isso é horrível, péssimo, é um absurdo ter que pegar senha de madrugada. E eu não posso, porque não tenho com quem deixar meu filho”, desabafa.

Diógenes Ribeiro Baptista foi com a filha Giullia Rosa Baptista, de 16 anos, para fazer o título. É que ela precisará do documento para ingressar na faculdade federal, no final do ano. No entanto, quando chegou ao cartório, na segunda-feira, foi informado que teria que voltar no dia seguinte para pegar uma das 60 senhas que seriam distribuídas. “A propaganda é muito bonita na TV, falam sobre a semana do jovem eleitor, mas na prática a situação é bem diferente. Isso é um absurdo e desestimula os jovens”, lamenta.

O cartório eleitoral foi procurado para explicar a situação. Segundo uma funcionária, que não quis se identificar, as senhas são distribuídas para tentar organizar os atendimentos. Ela admite que o movimento dos últimos dias aumentou muito e atribui o fato ao prazo para fazer biometria em Vitória, que termina sábado. “Muitas pessoas têm casa aqui e em Vitória e estão preferindo transferir o título para cá para não ter que enfrentar a fila lá, que está muito maior”, disse.

No entanto, o cartório acredita que o movimento vai diminuir na próxima semana, quando já terá passado o prazo para fazer a biometria em Vitória.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Rotativo distribui orientações de uso aos motoristas de Guarapari

A empresa deve iniciar os trabalhos em até seis meses, e panfletos com orientações foram distribuídos hoje (23)

ufes-divulgação-folha-vitória

Ufes abre vagas com salários de até R$ 5,8 mil

No total, profissionais de nove áreas poderão se candidatar às oportunidades; veja como se inscrever!

Anúncio
Anúncio
coqueiro-beco-da-fome (2)

Coqueiro é envenenado em Guarapari; comerciante que cultivava lamenta

Foto: Hamilton Garcia

Guarapari está entre os municípios que mais abriram empresas durante à pandemia

Anúncio
mulher

Qualificar ES abre 5.500 vagas em cursos on-line exclusivos para mulheres

Ailana Vilela_capa

“Força Local é uma oportunidade para estimular o empreendedorismo”, afirma gerente da Samarco

Anúncio