Anúncio

Prefeito de Guarapari recorre ao MP contra suposto arranjo político; Órgão pede explicações ao presidente da Câmara

Por Aline Couto

Publicado em 26 de agosto de 2019 às 12:22

Anúncio

Segundo a denúncia um plano foi orquestrado pela oposição para a derrubada do prefeito do posto

dupladenuncia - Prefeito de Guarapari recorre ao MP contra suposto arranjo político; Órgão pede explicações ao presidente da Câmara

Vereadora Rosângela expõe possível complô contra o prefeito Edson Magalhães que entrou com uma ação no Ministério Público. Foto: Reprodução.

Baseado em relatos feitos pela vereadora de Guarapari Rosângela Loyola (PDT), o prefeito da cidade, Edson Magalhães entrou com uma denúncia no Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) no que diz respeito da junção de alguns vereadores da Casa de Leis, ex-vereadores e empresários locais na prática de possíveis atos ilícitos. O órgão solicita esclarecimentos ao presidente da Câmara Municipal, Enis Soares (PRB).

De acordo com a denúncia, supostas irregularidade ocorreram na Câmara incluindo o afastamento da vereadora Rosângela, que retornou aos trabalhos após uma limitar solicitada.

Ainda segundo o documento, no dia do pedido de afastamento da parlamentar na Câmara a mesma recebeu um telefonema para um encontro onde Rosângela afirma que recebeu uma proposta para sair da base governista e se unir aos vereadores da oposição para votar pela cassação do prefeito, com a promessa da retirada de pauta da denúncia contra ela.

Na denúncia também consta que vereadores que eram da situação receberam dinheiro para que mudassem de lado e elegessem a composição atual da mesa diretora – biênio 2019/2020, o que teria envolvido, além dos parlamentares, empresários locais, ex-vereadores e outros políticos da cidade e de outra vizinha.

Em resposta, o presidente da Câmara repudiou as acusações e disse que as mesmas são uma tentativa de desviar o foco das denuncias contra o prefeito e seus aliados. Enis contou que hoje (26), após consulta jurídica com a assessoria da Casa de Leis, se reunirá com a mesa diretora para decidir como responderão ao fato. Ele acrescentou que tudo será investigado e os parlamentares não irão se intimidar diante da denúncia.

O documento foi protocolado na Câmara Municipal na sexta-feira (23) e o prazo para a resposta do legislativo é de cinco dias.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Joao-Hadad-em-A-Grande-Conquista-2

Guarapariense João Hadad disputa final de reality show da Record

Final acontece nesta quinta (18)

Anúncio

Anúncio

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio