Anúncio

Prefeitura de Anchieta envia nota oficial sobre bactéria na merenda

Por Aline Couto

Publicado em 14 de março de 2018 às 15:00
Atualizado em 14 de março de 2018 às 14:04
Anúncio

Após denúncias que crianças da escola municipal de Novo Horizonte, em Anchieta, passaram mal após consumirem a merenda oferecida no dia 16 de fevereiro, a Prefeitura da cidade solicitou análise da comida e da água consumidas na escola.

O resultado da análise apontou a presença da bactéria do tipo staphylococcus nos materiais. De acordo com a Prefeitura, essa é a causa mais provável dos alunos precisarem de atendimento médico, e que as bactérias são comuns no ser humano, inclusive, em pessoas que não têm problemas de saúde. Também foram feitas análises na água consumidas pelas crianças na escola, mas nada foi encontrado.

As crianças tiveram vômitos e diarreia. Foto: Divulgação.

Nota oficial da Prefeitura de Anchieta

“A Prefeitura Municipal de Anchieta informa que não mediu esforços para apurar as possíveis causas que levaram 27 crianças da Escola de Novo Horizonte a procurarem atendimento médico, no mês de fevereiro, vítimas de desconforto intestinal.

 A Secretaria de Educação, o Conselho de Alimentação Escolar e os técnicos da Vigilância Sanitária avaliaram todas as possibilidades de contaminação, seja nos alimentos, na água,  ou no manuseio quando do preparo dos alimentos. 

Com os últimos resultados, apresentados nesta terça feira (13/03) pela Secretaria de Estado da Saúde a pedido da Prefeitura de Anchieta, verificou-se a presença da bactéria do tipo staphylococcus, que pode ter sido a causadora desse mal-estar. Os staphylococcus são bactérias comuns no ser humano, estando presentes inclusive em pessoas que gozam de perfeito estado de saúde.  A manifestação de forma negativa ocorre quando existe algum tipo de desarmonia, como baixa imunidade, por exemplo.

Isso pode explicar o fato de mais de 90 crianças terem se alimentado e, infelizmente, 27 terem apresentado esse mal estar. Essa contaminação se torna ainda mais propensa em épocas de calor, como foi verificado em várias cidades do ES no mesmo período do ocorrido em Anchieta.

 As análises realizadas na água mostraram a inexistência de contaminação bacteriológica, o que garante o seu consumo.

Contudo é importante frisar que o Conselho de Alimentação Escolar acompanhou de perto toda a elucidação do caso, constatando que os alimentos consumidos estavam rigorosamente dentro do prazo de validade.

A Prefeitura de Anchieta informa que sempre tomou as medidas necessárias para evitar qualquer tipo de problema relacionado a esse fato, e que as mesmas vêm sendo intensificadas. Entre essas medidas estão: capacitações constantes para merendeiras e serventes, confecção de um manual para cada escola com boas práticas de manuseio no preparo dos alimentos, acompanhamento constante do Conselho de Alimentação Escolar, de uma nutricionista;  e rigor nas condições adequadas de armazenamento dos alimentos.

 A prefeitura informa ainda que prestou todo acompanhamento aos familiares e às crianças durante as horas em que elas precisaram de atendimento. Por fim, a Secretaria de Educação e o Conselho de Alimentação Escolar reiteram o compromisso de continuar com o trabalho de qualidade para que nossos estudantes estejam sempre bem assistidos nas escolas do município.

Prefeitura Municipal de Anchieta”

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Mais uma morte pelo novo Coronavírus em Guarapari

Dos 3.742 moradores de Guarapari que contraíram o vírus, 3.470 estão curados 8 hospitalizados e 124 vieram a óbito

fora edson

Guarapari: placa com #ForaEdson é retirada, mas autor recorre contra decisão judicial

Anúncio
Anúncio
Júlio César

STF julga processo iniciado por universitário de Guarapari

Júlio César Carminati deu início ao pedido de Habeas Corpus coletivo em 2018

cesan-guarapari

Cesan nega comunicado de paralisação de abastecimento para Anchieta e Guarapari

Anúncio
Bárbara Hora

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Bárbara Hora

Litza Aoni (2)

Advogada cria loja com produtos à base de cannabis, em Guarapari

Anúncio