Anúncio

Prefeitura decreta situação de emergência e obras em Meaípe devem começar na próxima semana

Por Joao Thomazelli

Publicado em 16 de agosto de 2017 às 19:47
Atualizado em 16 de agosto de 2017 às 19:47
Anúncio

A Secretaria de Comunicação de Guarapari publicou comunicado no final da tarde desta quarta-feira (16) que o município decretou estado de emergência/calamidade pública em Meaípe por causa dos estragos da última ressaca no balneário. A nota diz ainda que um muro de arrimo de pelo menos 300 metros começará a ser construído na próxima semana. Confira o comunicado da prefeitura:

“O Município de Guarapari decreta estado de emergência/calamidade pública, em razão da ressaca (marés altas) que ocasionou o desabamento do muro de arrimo da Orla de Meaípe. Inclusive, segundo relatório da Defesa Civil, o acontecido traz sérios riscos à população daquela localidade.

O Prefeito Edson Magalhães, editou na data de hoje o Decreto 494/2017, após receber da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Obras, relatório circunstanciado sobre o perigo gerado à população.
Em razão da situação calamitosa, Edson Magalhães foi recebido pelo Governador do Estado na manhã de hoje. Na oportunidade mencionou sobre sua preocupação com a população local, bem como com os comerciantes que possuem seus empreendimentos no local onde ocorreu a tragédia. Assim, o Prefeito juntamente com o Governador Paulo Hartung decidiu antecipar o início das obras para próxima semana. A decisão foi tomada após levantamento minucioso da situação, através do setor de engenharia, da Secretaria Municipal de Obras Públicas. Todos os levantamentos foram efetuados, tendo sido apurado que o novo muro de contenção deverá conter aproximadamente 300 metros.

De acordo com o prefeito Edson Magalhães, a construção do novo muro de arrimo, não se trata de uma obra provisória. Ao contrário, será concebido dentro dos critérios técnicos necessários e material de qualidade.
“ A medida emergencial foi necessária para salvaguardar a segurança dos moradores e comerciantes da orla. É um dos balneários mais importante de Guarapari, que possuem seus restaurantes tradicionais e conhecidos pelo preparo da moqueca capixaba, tão importante para o turismo e geração de emprego e renda. Tal medida foi tomada para que o balneário volte o mais rápido possível a sua normalidade mercadológica e ações preventivas. Deixar uma obra dessa importância e dessa gravidade, paralisada por mais de 40 dias, corre o risco de nós termos um outro fenômeno da natureza, passando a atingir as edificações que estão no trecho que foi afetado”.

Por fim, Edson afirmou que o Governador Paulo Hartung se colocou à inteira disposição para em harmonia com o Município, resolver a situação de Meaípe.”

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Divulgação

Selo de turismo atesta o combate à Covid-19 em 9 municípios da região de montanhas do ES

A partir de agora, hotéis, pousadas, restaurantes, sítios de agroturismo e demais estabelecimentos do setor podem solicitar, gratuitamente, o selo que atesta a qualidade e responsabilidade com as práticas de higiene

images (2)

Artigo: As consequências jurídicas na disseminação de fake news

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Novo Mapa de Gestão de Risco divulgado hoje (06) classifica Guarapari com risco “Alto”

O novo Mapa de Risco divulgado neste sábado (06) pelo Governo do Estado do Espírito Santo será válido da próxima segunda-feira (08) até o domingo (14)

barreira

Fiscalização e barreiras sanitárias serão intensificadas durante feriados em Anchieta

As barreiras sanitárias irão acontecer até o dia 14 de junho, em virtude do feriado de São José de Anchieta (06/06) e Corpus Christi (11/06)

Anúncio
fachada_regional_guarapari

Suspeitos de roubo e tentativa de latrocínio são presos por policiais civis em Guarapari

As investigações apontam que um dos suspeitos era ex-funcionário da vítima

camara-2-550x482

Suspensa liminar que obrigava Câmara de Guarapari a marcar sessão para apreciar o Orçamento