Anúncio

Prefeitura de Alfredo Chaves inicia pagamento aos selecionados pela Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc

A Ata de Avaliação foi divulgada no dia 26/12 no site da Prefeitura.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 1 de janeiro de 2021 às 12:30

Anúncio

A Prefeitura Municipal de Alfredo Chaves, através da Secretaria de Turismo e Cultura está realizando os pagamentos do auxílio aos Espaços Culturais e aos selecionados no Edital Emergencial de Seleção de Projetos Culturais nº. 01/2020. No Edital foram premiados 35 projetos de 10 áreas/linguagens artísticas e culturais diferentes: Aquisição de Indumentárias, Artes Plásticas, Artesanato, Cultura Popular, História e Memória, Fotografia, Literatura, Mestre de Cultura Popular, Música e Teatro.  

Os Editais são parte da Lei Federal Aldir Blanc que destinou 3 bilhões para todos os municípios brasileiros. Alfredo Chaves recebeu R$124.374,71 sendo que R$ 50.000,00 foram para Espaços Culturais, conforme determinação da Lei. 

Em Alfredo Chaves, um dos selecionados pelo Edital foi Mestre Tito, da Banda de Jongo São Benedito. O Prêmio para Mestre de Cultura Popular é uma forma de incentivo, mas sobretudo de reconhecimento da atuação e de toda contribuição que o Mestre tem dado à cidade. 

Prefeitura de Alfredo Chaves inicia pagamento aos selecionados pela Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc
Mestre Tito, da Banda de Jongo de São Benedito, foi um dos selecionados. Foto: divulgação.

Um dos Espaços Culturais do município beneficiados pelos recursos da Lei Aldir Blanc foi a Afrochaves – Associação Afro de Desenvolvimento Sócio Cultural de Alfredo Chaves – que, assim como os outros, tiveram todas as suas atividades interrompidas devido à pandemia do corona vírus. Presidida pela professora Joana Francisco da Penha, a Afrochaves tem sido muito atuante no movimento negro afro alfredense. 

Prefeitura de Alfredo Chaves inicia pagamento aos selecionados pela Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc
Associação Afro de Desenvolvimento Sócio Cultural de Alfredo Chaves (Afrochaves) representada pela professora Joana Francisco, está entre os selecionados. Foto: divulgação.

O Prêmio de Literatura contemplou o projeto ‘Rio Benevente: Registros Históricos e Geográficos’, da professora Maria da Penha Franzotti, que após 9 anos de pesquisas no campo da geografia, história e cultura, disponibilizará esse trabalho à população. 

Um dos objetivos da obra é levar ao conhecimento de todos que o rio Benevente não pode ser esquecido. “Este livro pretende colocar o Rio Benevente na história do Brasil através de registros históricos que comprovam que desde o século XVI – na época das capitanias hereditárias – todo o leito do rio foi palco de caminhos dos jesuítas para o interior da Capitania do Espírito Santo, atingindo a região de Minas Gerais”, enfatiza Maria da Penha.

Prefeitura de Alfredo Chaves inicia pagamento aos selecionados pela Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc
O projeto do Rio Benevente, Registros Históricos e Geográficos, da professora Maria da Penha Franzotti Donadello, será colocado em prática graças a Lei Aldir Blanc. Foto: divulgação.

“Para que houvesse isenção e o processo de avaliação dos projetos fosse imparcial, optamos por uma Comissão Julgadora composta por profissionais de fora do município que, aliás, atuaram de forma voluntária”, disse o secretário da Pasta, Ricardo Silva Nascimento. A Ata de Avaliação foi divulgada no dia 26/12 no site da Prefeitura.

*Texto: Gabriela Magnago.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

postnatal-period-with-mother-breastfeeding-child

Guarapari inicia a campanha ‘Agosto Dourado’

curso-profissionalizantes-qualificar-es-2021-07-01

Prefeitura de Guarapari abre inscrições para curso de Técnicas para Guiamento em Atrativos Naturais

Anúncio

Anúncio

coluna-antonio-07ago

Coluna Dom Antônio: Aos 94 anos, Iris ora, pinta e borda todo dia. Vaidosa, parece não ter chegado aos 80!

WhatsApp-Image-2022-07-19-at-15.08.41

Guarapari: bancas do Centro retornam ao local após o fim do Esquina da Cultura

Anúncio

Imagem-art.-JS-1

Artigo: Os prints de WhatsApp podem ser usados como no processo penal?

pmg-golpe-procon

Procon de Guarapari alerta sobre golpes na devolução de empréstimos bancários indevidos

Anúncio