Anúncio

Preso trio que aplicava o golpe da “saidinha de banco”; Idosos foram vítimas em Alfredo Chaves e Anchieta

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 6 de agosto de 2019 às 09:55
Atualizado em 6 de agosto de 2019 às 10:16
Anúncio

De acordo com a da 10ª Delegacia Regional, registros de boletins de ocorrência revelam que os investigados atuavam em todo o estado.

Marcio Alves Siqueira (esquerda) e Rodrigo Pereira dos Santos Bona Barbosa, integrantes do grupo. Fotos: Divulgação/ Polícia Civil.

Na madrugada desta terça-feira (06), a equipe da 10ª Delegacia Regional da Polícia Civil – Anchieta prendeu três indivíduos responsáveis por aplicar golpes em saídas de agências bancárias e lotéricas. O trio era integrante de uma associação criminosa e vitimava pessoas idosas ou com algum tipo de deficiência, aplicando golpes como o da falsa recompensa. Helen Carla da Silva Zopelaro e Rodrigo Pereira dos Santos Bona Barbosa são moradores de Vila Velha, enquanto Marcio Alves Siqueira mora em Vitória.

O trio foi preso por conta de uma investigação, iniciada após o registro de um boletim de ocorrência em Alfredo Chaves, em que o grupo aplicou uma fraude em uma idosa. De acordo com a Polícia Civil, com base nas imagens obtidas e no relato das vítimas, foi possível perceber a ação de dois homens e de duas mulheres.

O trabalho era feito em conjunto. A vítima realizava o saque bancário e, após o sinal de um dos integrantes, os demais iniciavam uma série de encenações para ludibriar a pessoa e facilitar o furto. As imagens mostram que os homens ficavam no interior da agência e, ao perceberem que uma pessoa idosa ou deficiente realizava um saque de valor elevado no caixa eletrônico, passavam a informação para as mulheres que iniciam toda a fraude.

Rodrigo Pereira dos Santos Bona Barbosa.

De acordo com a Polícia Civil a prisão ocorreu, pois nesta madrugada (06), no momento em que estava sendo redigida a representação de prisão temporária dos envolvidos, os policiais foram surpreendidos pela informação de mais um crime cometido pelo trio. Dessa vez, a fraude ocorreu em Anchieta, onde um casal de idosos foram vítimas ao saírem de uma agência localizada no bairro Alvorada. O trio conseguiu furtar R$1.450 das vítimas, valor que recebem de aposentadoria.

Diante da ocorrência, a equipe da 10ª DR foi até a região do Morro do Quadro, em Vitória e prendeu Márcio. Em seguida, os policiais foram até o endereço do casal Helen e Rodrigo, no bairro Vila Batista, em Vila Velha, onde foram encontrados e presos. Helen, Rodrigo e Márcio foram autuados por estelionato contra idosos e associação criminosa. As investigações contaram com o apoio do serviço reservado da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar.

Falsidade Ideológica

Um dos envolvidos no crime, Marcio Alves Siqueira, ainda foi autuado por falsidade ideológica. Isso porque no momento da abordagem, os policiais constataram que ele conseguiu registrar duas identidades no sistema de identificação, uma em nome de Marcio Alves Siqueira e outra em nome de Cartejane de Deus Barbosa. De acordo com a Polícia Civil, os dois RGs estão registrados no sistema, inclusive com fotografias. Agora, será necessária análise pericial para constatar qual foi o primeiro registro, já que ele atualizou os dados recentemente. O documento em nome de Marcio Alves Siqueira possui diversos registros criminais, por prática de crime de estelionato, roubo, associação criminosa e uso de documento falso.

*Com informações da 10ª Delegacia Regional – Anchieta

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Divulgação

Vagas abertas no Hospital Estadual de Urgência e Emergência

Entre os benefícios estão assistência médica, odontológica, refeição no local, seguro de vida, vale transporte e alimentação

dupla Alfredo

Cantores de Alfredo Chaves e Iconha são classificados para final de concurso musical

Anúncio
Anúncio
teste-rapido-coronavirus-covid19-1

Número de mortos por Coronavírus em Guarapari chega a 88

A mais recente vítima fatal da doença residia no bairro

maus tratos

Moradora de Guarapari alega que mãe sofreu maus tratos em hospital na Serra

Anúncio
wally capa

Morador de Guarapari, jovem com autismo impressiona por talento artístico

Wally, que mora em Porto Grande, cria obras realistas e sonha em ter a arte como profissão

BR-101-Gri-Viana-2-550x367

Tráfego é desviado no viaduto do trevo de Guarapari para finalizar as obras

Anúncio