Anúncio

Processo iniciado por universitário de Guarapari deve ser julgado pelo STF

Por Carolina Brasil

Publicado em 13 de maio de 2019 às 14:31
Atualizado em 13 de maio de 2019 às 14:34
Anúncio

O pedido de habeas corpus coletivo quer ampliar o direito de prisão domiciliar que foi concedido às mães no início de 2018.

Julio Cesar explicou que não teve razões pessoais, sendo motivado pelo interesse coletivo. Foto: Arquivo pessoal

Ainda sem data definida para entrar em votação, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar em breve o pedido de habeas corpus coletivo (HC 165704) inicialmente feito por um estudante de 21 anos, que atualmente cursa o 6º período de Direito, e morador de Guarapari. “A minha motivação foi o princípio da dignidade da pessoa humana, as garantias constitucionais do processo penal e o direito das crianças. Ainda faltam duas manifestações, da Defensoria Pública da União (DPU) e da Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, mas os processos de habeas corpus têm prioridade diante dos demais”, explicou o universitário Júlio Cesar Carminati Simões.

O pedido, feito em novembro de 2018, tramita desde então no STF. Em fevereiro deste ano, porém, a Procuradoria-Geral da República declarou a ilegitimidade de Júlio Cesar como impetrante por ainda ser estudante e, também, por se tratar de uma tutela coletiva, o entendimento é que seja de competência da DPU. Em despacho, o ministro Gilmar Mendes, relator do processo, admitiu o ingresso da Defensoria Pública da União no polo ativo da ação.

HC 165704

De acordo com o documento, o habeas corpus coletivo com pedido de liminar pede que se estenda a TODAS AS PESSOAS, únicas e exclusivamente responsáveis por crianças e deficientes, o mesmo que estipulou a substituição da prisão preventiva por domiciliar para mulheres presas provisoriamente, em todo o território nacional, que eram ou são gestantes, ou mães de crianças de até 12 anos ou de pessoas com deficiência em qualquer idade, desde que não tenham cometido crime contra o próprio filho ou com uso de violência.

Imagem: Reprodução site STF

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

bf569277-2023-4ee7-a03d-d1fb0d222d70

Morre aos 91 anos Afrodísio Gomes, policial militar mais antigo de Guarapari

O enterro ocorreu nesta tarde (23) e contou com a presença de diversos membros da Polícia Militar, que prestaram homenagens

fora edson

Morador de Guarapari deve pagar multa de R$5 mil, após expor #ForaEdson

Embora o autor tenha entrado com recurso judicial, a condenação foi mantida

Anúncio
Anúncio
Samarco-1-1024x683

Samarco lança programa dedicado ao fornecedor de Anchieta, Guarapari e Piúma

Força Local visa fomentar o desenvolvimento econômico nos territórios onde a empresa atua

Fredson1

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Fredson Fagundes

Anúncio
HFA_fachada_tratada-1024x778

Votação popular garante modernização no Centro Cirúrgico do HIFA Guarapari

O projeto consiste na aquisição de novos equipamentos e foi um dos 18 contemplados com a emenda do deputado Felipe Rigoni

carteira de trabalho 2

Sine Anchieta tem novas oportunidades para moradores de Guarapari

Dentre as vagas, há oportunidades para moradores de todo o Espírito Santo

Anúncio