Anúncio

Procon Guarapari orienta sobre compras online de produtos perecíveis e medicamentos

O órgão alerta sobre a suspensão de desistir ou ter o dinheiro de volta nas compras de alimentos, bebidas e medicamentos por Delivery

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 25 de junho de 2020 às 09:36
Atualizado em 26 de junho de 2020 às 11:09

Anúncio

Foto: Reprodução.

O Procon Municipal, órgão vinculado à Procuradoria Geral do Município orienta os consumidores para que fiquem atentos ao comprar produtos perecíveis e medicamentos de forma online, pois não poderá desistir da compra e nem ter o dinheiro de volta, caso não queiram mais o produto.

O artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor permite que o cidadão cancele qualquer compra realizada fora do estabelecimento comercial no prazo de até sete dias a contar da data da entrega do produto. Mas, com a lei 14.010, publicada no Diário Oficial da União, do dia 12 de junho, o referido direito fica suspenso até 30 de outubro de 2020, para compras na forma Delivery de produtos perecíveis como alimentos, bebidas e medicamentos.

É importante lembrar que caso o produto apresente algum problema de qualidade, quantidade ou na entrega, o consumidor tem os seus direitos resguardados.

O supervisor do Procon, Ewerton Maximino entende que essa flexibilização do Código de Defesa do Consumidor é um retrocesso na relação de consumo. “Os direitos que foram duramente conquistados são retirados do consumidor justamente num momento de pandemia, provocando um desequilíbrio na relação de consumo, ainda mais agora com as medidas de isolamento social, em que o cidadão necessita realizar suas compras à distância”, disse Ewerton.

Fica o alerta para que os consumidores se certifiquem com o vendedor se o produto que estão adquirindo é exatamente o que desejam comprar.

*Com informações: Prefeitura de Guarapari.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Samarco ajuíza Recuperação Judicial para manter suas atividades de produção

Objetivo é equacionar endividamento financeiro para garantir proteção para ativos e postos de trabalho após retomada da produção em dezembro de 2020

Como-Montar-Uma-Clinica-Medica

Câmara de Guarapari aprova contratação de médicos e pagamento de auxílio aos profissionais de Saúde

Ambos projetos foram aprovados em unanimidade pelos vereadores presentes e seguem para sanção do Prefeito

Anúncio

Anúncio

policia_civil-delegacia-GRI

Polícia Civil prende em Guarapari suspeitos de roubo a postos de gasolina

O crime teria ocorrido no dia 7 de dezembro de 2021

kettle-bell-592905_640

TJES concede liminar para suspensão de Lei que considera atividades físicas como essenciais em Guarapari

Liminar visa suspender Lei Municipal nº4435/2021, que estabelece atividades ligadas à educação física como essenciais

Anúncio

50º-MAPA-DE-RISCO---12.04-a-18.04

Mapa de Risco: 42 cidades em Risco Extremo, incluindo Guarapari e Anchieta

Apenas dois municípios (Conceição da Barra e Ibitirama) estão classificados como de risco moderado

vacina 65 69 2

Agendamento para vacinar idosos de 60 a 64 anos contra Covid-19 abre segunda-feira (12) em Guarapari

Anúncio