Anúncio

Programa Compra Direta de Alimentos é lançado nesta manhã (19) em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 19 de fevereiro de 2019 às 12:04
Atualizado em 19 de fevereiro de 2019 às 14:37
Anúncio

O programa pretende beneficiar a agricultura familiar e as entidades sociais do município

Foto: Aline Couto.

O programa Compra Direta de Alimentos (CDA) foi lançado na manhã desta terça-feira em Guarapari. O evento reuniu agricultores locais, sindicatos e representantes, de entidades que serão beneficiadas, da Administração Municipal e da Câmara de Vereadores. O CDA consiste na aquisição de alimentos de forma direta da agricultura familiar, além da doação, mensalmente, destes alimentos à rede socioassistencial do município.

De acordo com Shirley Pereira, secretária Municipal de Trabalho Assistência e Cidadania (Setac), a ideia do programa é valorizar a agricultura familiar local e os usuários dos programas de assistência. “Todos ganham, o agricultor, com um dinheiro extra, as unidades receptoras,  que receberão produtos de qualidade produzidos no próprio município e Guarapari”, relatou explicando que entre as unidades receptoras estão Cras, Petis, casas de acolhimento e o Recanto dos Idosos.

Foto: Aline Couto.

Segundo Thereza Christina, secretária Municipal de Meio Ambiente e Agricultura (Semag), o CDA já existe há mais de 10 anos no Governo do Estado. “Pela primeira vez conseguimos elaborar esse projeto que foi realizado através da união entre Setac, Semag, Incaper e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Foram nove reuniões de mobilização nas comunidades rurais para a adesão desse projeto, onde 40% dos agricultores são mulheres”, disse. A secretária ainda acrescentou que 22 produtores rurais de 11 comunidades de Guarapari estão sendo beneficiados, além de 13 entidades que terão 22 produtos entregues. O programa ainda teve a adesão de dois produtos de agroindústria, ovos e iogurte.

A agricultora da Comunidade de Rio Claro, conhecida apenas como Sandra, produz banana, alface e inhame e vê no programa a chance de produzir mais, podendo vender diretamente sem nenhum desconto e com isso aumentando o valor aquisitivo das famílias. “Também vamos poder dividir essa produção com quem precisa, e isso é muito bom. Tomara que dê certo e continue no ano que vem”, falou.

Outra pessoa que está satisfeita com a CDA é Renata Souza, responsável pelo Peti São José. “Represento crianças de 6 a 15 anos no serviço de convivência do Cras. Para nós é uma grande novidade, e de boa qualidade. Vamos poder oferecer algo saudável para eles, além de mostrar o quão importante é a agricultura. Nossas famílias não têm condições de comprar esses alimentos diariamente. Queremos gerar uma expectativa para que todos possam ver outro tipo de alimentos, que às vezes acham que está muito longe da realidade deles. Pretendemos mostrar que com pouco valor, também se pode ter uma alimentação melhor”, concluiu.

Foto: Aline Couto.

Anúncio
Anúncio

Veja também

cesta-basica-217391-article

Prefeitura de Guarapari realiza cadastramento para recebimento de cestas básicas

A ação tem por objetivo beneficiar famílias em situação vulnerabilidade social, em decorrência da pandemia do novo coronavírus

correiosm

Inscrições para o Jovem Aprendiz dos Correios terminam na próxima sexta-feira (29)

São ofertadas 4.462 vagas distribuídas em todo país

Anúncio
Anúncio
Renato Casagrande. Foto: Divulgação

Coronavírus: Casagrande e primeira-dama testam positivo

De acordo com a nota, Casagrande passou a apresentar sintomas leves e realizou exames confirmando a doença

Foto: Divulgação

Comunidades da zona rural de Alfredo Chaves são beneficiadas com construção de pontes

De acordo com o prefeito, essas obras vão assegurar que produtores e moradores trafeguem com mais qualidade e segurança

Anúncio
Foto: Pixabay

Grandes obras em Guarapari fazem crer na retomada após a pandemia

van anchieta

Três novos veículos integram os programas de saúde em Anchieta

Foram investidos 230 mil reais com recursos próprios e através de emenda parlamentar