Anúncio

Projeto busca arquivos históricos sobre as origens de Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 13 de julho de 2019 às 12:00
Atualizado em 12 de julho de 2019 às 17:08
Anúncio

A iniciativa, organizada pelas professoras da Escola Estadual Dr. Silva Mello, em parceria com o vereador Thiago Paterlini (MDB), tem o objetivo investigar fontes históricas da colonização do município, provando que Guarapari contabiliza 434 anos, desde os primeiros vilarejos.

As professoras Aline Brandão (esquerda) e Fernanda Geraldo procuraram pelo vereador Thiago Paterlini para dar andamento ao projeto. Foto: Divulgação.

Uma ideia que surgiu nas salas de aula da Escola Estadual Dr. Silva Mello, pretende investigar as origens históricas de Guarapari. O objetivo do projeto, idealizado pelas professoras Fernanda Geraldo, de artes e Aline Brandão, de história, é levantar dados que comprovam que, mesmo completando 128 anos de emancipação política no dia 19 de setembro, a cidade contabiliza 434 anos desde a colonização. A iniciativa conta com o apoio do vereador Thiago Paterlini (MDB), que já informou que reuniões públicas serão realizadas para levar as ideias ao conhecimento da população.

De acordo com a professora de história Aline Brandão, o primeiro passo da iniciativa foi despertar nos alunos a necessidade de conhecer a história do município. Por isso, através do projeto “Conheça, Valorize e Apaixone-se”, realizado com os alunos do 1º ano do ensino médio, as professoras promoveram diversas atividades com o objetivo de conscientizar os estudantes sobre as origens históricas da cidade. “Nós mostramos para eles que Guarapari possui riquezas além das praias, e os incentivamos para que eles sejam propagadores dessa história”, declarou. Segundo a professora Fernanda Geraldo, foram feitas exposições externas e críticas em sala, para que os estudantes pudessem ter um olhar diferente da cidade.

Aline explica que, a partir de então, perceberam a necessidade de levar as pesquisas para além dos muros da sala de aula, por isso procuraram pelo vereador Thiago Paterlini para que o projeto possa ser levado ao plenário. De acordo com a professora, é importante que o Poder Legislativo discuta ações que facilitem o acesso ao arquivo histórico de Guarapari, para que as investigações possam ser realizadas com propriedade. “Procurei por fontes e arquivos históricos em órgãos públicos do município e não encontrei. A população tem que ter acesso à informação”, enfatizou.

A professora Aline informou que o próximo passo fazer um profundo levantamento de informações, buscando fontes e arquivos históricos que tenham valor científico. “Além de procurarmos por documentos no próprio município, iremos consultar o arquivo público de Vitória e entrarei em contato com pessoas do Rio de Janeiro, buscando qualquer tipo de fonte histórica sobre o período de colonização de Guarapari”, antecipou.

Para o vereador Thiago Paterlini, a valorização da história do município promove outro tipo de turismo para a cidade. “Antes mesmo de elas concretizarem a ideia, é preciso que reformas e manutenções dos principais pontos sejam feitas, para que o turista saiba onde encontrar as referências. A começar pela Casa da Cultura. Enquanto vereador, irei ajudar de todas as formas para que a valorização de nosso passado seja dada da devida forma. Só temos a ganhar com este estudo”, destacou.

Sobre a Pesquisa

O projeto visa a valorização das origens do município, ao invés lado político.  Isso porque mesmo completando 128 anos de emancipação política no dia 19 de setembro, Guarapari possui monumentos históricos que possuem em média o dobro de tempo, como o Poço dos Jesuítas construído no século XVI. O objetivo é comprovar que o município contabiliza 434 anos desde os primeiros vilarejos.

Anúncio
Anúncio

Veja também

4cc15bb8-9342-4867-8120-1d769acb7fbd

Marco da nova idade da cidade de Guarapari está quase abandonado

Foto: Reprodução

Decreto detalha regras para reabertura de shoppings no ES

As determinações foram oficializadas por meio de edição extra do Diário Oficial

Anúncio
Anúncio
sessao-extraordinária

Câmara de Guarapari vota projetos que destinam R$ 730 mil para saúde

Em pauta também a proposta de reajuste salarial dos agentes de saúde e de combate às endemias do município

Foto: Reprodução

Com 28 novos casos de Covid-19 em 24h, Guarapari registra 232 infectados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (30)

Anúncio
Casagrandecoletiva

Coronavírus: Governo do ES anuncia novo Mapa de Gestão de Risco

12 municípios capixabas estão enquadrados no Risco Alto; Mapa valerá da próxima segunda-feira (01) até o dia 07 de junho

Foto: Reprodução

Artigo: Coronavírus – O fim das atividades empresariais e a extinção dos contratos de trabalho