Anúncio

Projeto que mobiliza homens pelo fim da violência doméstica é implantado em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 3 de outubro de 2019 às 15:07

Anúncio

O programa “Homem que é Homem” foi lançado nesta manhã (03) no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Guarapari – Semed

Projeto que mobiliza homens pelo fim da violência doméstica é implantado em Guarapari

Foto: Aline Couto.

Lançado no Espírito Santo em 2015 e com adesão de vários municípios que possuem a delegacia da mulher, o projeto “Homem que é Homem” foi implantado nesta quinta-feira em Guarapari. A iniciativa tem o objetivo de prevenir e reduzir a violência doméstica e é realizada através de parceria entre a prefeitura de Guarapari, o Governo do Estado e a Polícia Civil.

A delegada Francini Moresch, titular da delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Guarapari explicou que o projeto “Homem que é Homem” é social, voltado para homens agressores e realizado através das assistentes sociais e psicólogas técnicas da Polícia Civil. “Quando o projeto iniciou em Vitória, os homens que compareciam nos encontros eram monitorados após a participação e o índice de reincidência de violência contra a mulher era baixíssimo. Logo depois o judiciário entrou como parceiro e hoje os municípios da Grande Vitória participam”.

A seleção dos homens que farão parte do projeto é feita pelas delegadas das delegacias especializadas. “Em Guarapari, a princípio, os homens participarão de forma voluntária. Mas já estamos conversando para que aquele homem que tenha uma medida protetiva deferida contra ele, seja obrigado a participar do projeto”, relatou a delegada Francini.

A ideia central é fazer com esses homens que foram violentos de alguma forma, não só agressões físicas, mas também xingamentos, ofensas verbais e psicológicas, reflitam sobre como resolver determinadas situações de conflito do dia a dia. Além de aprenderem a lidar com a intolerância e a discriminação advindas por parte de uma sociedade culturalmente machista.

Projeto que mobiliza homens pelo fim da violência doméstica é implantado em Guarapari

Delegada Francini (em pé) durante a implantação do projeto. Foto: Hamilton Garcia.

A metodologia de trabalho é composta de encontros semanais, toda terça-feira, em um ciclo de oito dias, onde serão desenvolvidas atividades como rodas de conversa, palestras, dinâmicas de grupo, debates e apresentações de vídeos sobre a cultura de respeito e não violência. Durante os encontros, os homens têm o acompanhamento de uma equipe psicossocial e discutem temas como a Lei Maria da Penha, violência, relação amorosa e comunicação não violenta. “Já foram selecionados 25 homens para o primeiro ciclo que começa na próxima semana, 08 de outubro. Esperamos que pelos menos 15 desses escolhidos compareçam aos encontros”, aguarda a delegada.

“Homem que é Homem”

Lançado em 2015 e idealizado por psicólogas e assistentes sociais da Polícia Civil, o projeto  foi desenvolvido para contribuir para a redução do índice de reincidência de violência contra a mulher, promovendo a prevenção por meio da construção de recursos e habilidades não violentas nas relações interpessoais, especialmente com os cônjuges e familiares.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

edson-reuniao-educacao

Prefeitura de Guarapari anuncia aplicação do piso nacional dos professores

Anúncio foi feito durante reunião com diretores e equipes de escolas municipais

Homem-que-estaria-envolvido-em-vandalismo-de-lojas-e-morto-em-Guarapari-696x522-1

Suspeito de depredar comércios em Guarapari é encontrado morto

Até o momento nenhum suspeito foi detido. O caso é investigado como homicídio

Anúncio

Anúncio

Tyago Hoffmann

Guarapari: deputado estadual Tyago Hoffmann avalia primeiro mês de mandato

“Um mês de aprendizado, muito trabalho e produção, tendo algumas importantes vitórias. No caso de Guarapari, a criação da Rota da Ferradura”

professora câncer (1)

Professora de Guarapari busca formas de aumentar renda para enfrentar o câncer; veja como ajudar

Lidiane produz cadernos personalizados de EVA para ajudar nos custos da gasolina, pedágio e estacionamento para fazer quimioterapia em Vitória

Anúncio

policia-escola-normal-20mar23

Secretaria de Educação acompanha caso de suposta ameaça de atentado em escola de Guarapari

Equipe da Patrulha Escolar faz segurança da EEEM Guarapari na manhã desta segunda (20)

medicos

Etapa municipal da Conferência Estadual de Saúde começa nesta segunda (20) em Guarapari

De acordo com a Secretaria, nesta etapa serão elaboradas e aprovadas propostas e diretrizes que atendam às necessidades de saúde da população

Anúncio