Anúncio

Reforma de R$500 mil em Praça e Santa Arinda continua sem luz em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 31 de agosto de 2018 às 12:16
Atualizado em 31 de agosto de 2018 às 12:16
Anúncio

A obra de revitalização da Praça da Paz na Praia do Morro deve custar cerca de R$ 500 mil, e, mesmo após a decisão judicial, a energia elétrica, orçada em R$ 300 mil, ainda não chegou ao loteamento, o que dificulta a vida dos moradores que não conseguem ter o básico em casa.

Os moradores do Pontal de Santa Arinda, Nova Guarapari, solicitam há cerca de quatro anos energia elétrica para a localidade e, apesar das promessas da prefeitura, a luz ainda não chegou. No ano passado foi decidido pela justiça que o loteamento, com cerca de 178 lotes e residências, estava apto a receber serviços de água e luz. Em março deste ano, a Cesan iniciou as obras de ampliação de abastecimento de água no local, mas a instalação da energia elétrica no loteamento ainda não saiu das promessas.

Região de Santa Arinda, Nova Guarapari. Foto: Divulgação/PMG

Em julho, cansados de aguardar por uma solução do executivo, os moradores fizeram um protesto em frente à prefeitura de Guarapari. O prefeito Edson Magalhães foi ao encontro dos moradores e marcou uma reunião com representantes da Associação de Moradores do Pontal de Santa Arinda para que a questão fosse resolvida de forma definitiva. Edson alegou que tem que entrar em entendimento com a Escelsa para dividir os R$ 300 mil, em 50% para cada, da implantação da rede elétrica na localidade. Após essa reunião, que aconteceu no mês de julho, não houve mais avanço nas conversar e nada concreto foi feito.

Indignados, o presidente e o vice-presidente da Associação de Moradores do Pontal de Santa Arinda resolveram tentar uma nova reunião para solicitar, mais uma vez, a energia elétrica para a localidade. “Queremos que ele cumpra a palavra do juiz, foi decidido na justiça que a prefeitura do município tem que pagar pela instalação da energia no loteamento e até agora só promessas e reuniões sem soluções”, afirmou o vice-presidente, Itamar.

O loteamento existe há 30 anos e agrega cerca de 270 famílias. Foto: Reprodução/Arquivo Folha.

No dia de ontem (30), o presidente da Associação de Moradores, Adriano Carlini, teve outra reunião com o prefeito, que prometeu uma resposta na próxima terça-feira (04). “O prefeito disse que ele tem uma reunião com a Escelsa na próxima segunda-feira (03) para tratar sobre a luz no loteamento. Ele pediu para aguardar que na terça-feira ele vem com a resposta. Disse que vai tentar um acordo com a companhia”.

“Falei com Edson que os moradores não aguentam mais esperar e que querem voltar para a porta da prefeitura para reivindicar seus direitos. Ele me pediu para aguardar até terça, vamos esperar para saber qual caminho tomar”, finalizou Adriano.

A Escelsa se posicionou em nota: “A EDP informa que, conforme determinação judicial permanece no aguardo da definição da Prefeitura Municipal sobre a instalação da rede interna do loteamento, para dar seguimento com a devida interligação das redes (externa e interna), o que culminará com a disponibilização do serviço de energia elétrica para a população local”.

A prefeitura foi procurada, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta.

Em tempo

A prefeitura de Guarapari abriu licitação no dia 03 de agosto, na modalidade tomada de preço, para a contratação da empresa responsável pela reforma da Praça da Paz, na Praia do Morro, que deve custar cerca de R$ 500 mil. O valor da obra de revitalização causou estranheza nos moradores do bairro e nos vereadores da cidade, que solicitaram a suspensão desta licitação.

Praça da Paz, Praia do Morro. Foto: Reprodução/Arquivo Folha.

Anúncio
Anúncio

Veja também

4cc15bb8-9342-4867-8120-1d769acb7fbd

Marco da nova idade da cidade de Guarapari está quase abandonado

Foto: Reprodução

Decreto detalha regras para reabertura de shoppings no ES

As determinações foram oficializadas por meio de edição extra do Diário Oficial

Anúncio
Anúncio
sessao-extraordinária

Câmara de Guarapari vota projetos que destinam R$ 730 mil para saúde

Em pauta também a proposta de reajuste salarial dos agentes de saúde e de combate às endemias do município

Foto: Reprodução

Com 28 novos casos de Covid-19 em 24h, Guarapari registra 232 infectados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (30)

Anúncio
Casagrandecoletiva

Coronavírus: Governo do ES anuncia novo Mapa de Gestão de Risco

12 municípios capixabas estão enquadrados no Risco Alto; Mapa valerá da próxima segunda-feira (01) até o dia 07 de junho

Foto: Reprodução

Artigo: Coronavírus – O fim das atividades empresariais e a extinção dos contratos de trabalho