Anúncio

Relatório Focus prevê crescimento de 1,10% do PIB para 2017

Por Natália Zandomingo

Publicado em 25 de julho de 2016 às 23:53
Atualizado em 26 de julho de 2016 às 10:32

Anúncio

Especialistas possuem opiniões divergentes sobre o tema

Foto: Agência Brasil.

BANCO Central. Foto: Agência Brasil.

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (25) mais uma edição do Relatório Focus. O documento, que aponta projeções para a economia brasileira, trouxe a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 1,10% para o próximo ano. O mês de abril fechou com o PIB em -3,89%. Na última semana, o índice passou para -3,25% e agora está em -3,27%.

Os números revelam que, aos poucos, a economia brasileira vai dando sinais de recuperação e o clima de pessimismo está mudando. Essa é a opinião do economista e professor da Universidade Vila Velha (UVV), Mário Vasconcelos. Segundo o especialista, o cenário econômico sofre muita influência do cenário político. “Após o afastamento da presidente Dilma Rousseff e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os índices evoluíram devido a melhora no clima político”.

Foto: Shutterstock.

CONSTRUÇÃO Civil. Foto: Shutterstock.

Para Mário Vasconcelos, “a inflação também está diminuindo e a taxa de juros deve cair um ponto até o final do ano. Além disso, o índice de confiança do consumidor e dos empresários está melhor. Para ele, o governo precisa limitar os gastos públicos e realizar reformas estruturais, como a da previdência e a tributária. “Na medida em que o setor empresarial perceber a movimentação do Governo para alavancar a economia, isso vai motivar os investimentos e gerar empregos”, concluiu.

Já para o economista e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Arlindo Villaschi, o Boletim Focus é apenas uma interpretação do mercado financeiro. “É muito subjetivo e reflete a visão ideológica dos investidores e especuladores que formam a expectativa. O que é real, é medido trimestralmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística” (IBGE).

Arlindo não está otimista em relação ao crescimento do PIB e acredita que o Governo interino não adotou medidas para melhorar a situação. “Não podemos dizer quando a economia vai melhorar devido ao círculo vicioso de perda de dinamismo que ela está, causado pela paralisação do Congresso deste a última eleição”.

De acordo com o professor, a queda dos índices econômicos foi puxada, principalmente, pela diminuição dos investimentos das estatais e das grandes construtoras, que estão sendo investigadas na operação Lava Jato.  Villaschi explicou que, com isso, os pequenos empresários ficam com receio de investir e o desemprego freia o consumo. Na visão do docente, “O Brasil precisa ter um governo legítimo e uma política nacional favorável ao investimento de pequenas e médias empresas”.

Quem começou a notar avanços foi o presidente do Sindicato da Construção Civil de Guarapari, Fernando Silva. “O mercado deu uma aquecida, pois os investidores estão otimistas com o novo governo”. Fernando também disse que a ampliação e a criação de novas linhas de crédito por instituições como a Caixa Econômica Federal e o Banestes ajudam, mas o desemprego ainda continua sendo o grande vilão.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

guarapari_pesquisa_ouro_preto_pedras

Pesquisa da Universidade de Ouro Preto tem base em Parque de Guarapari

Projeto avalia durabilidade do concreto de escória de aciaria no Parque Morro da Pescaria

dentista-arquivo_folhaOnline

Em grupo prioritário, profissionais de odontologia de Guarapari não têm plano de vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

novo lote vacinas

Novo lote com mais de 48 mil doses de vacina contra a Covid-19 chega ao ES

Doses da Coronavac chegaram na madrugada desta quarta (03). Parte da nova remessa (30,5%) será para idosos de 80 a 84 anos que ainda não foram vacinados

feira2021-02-19-at-15-24-00

Obras do Mercado do Produtor Rural em Guarapari tem previsão de término em maio

Anúncio

Visita Virtual Cheios da Graça1

Guarapari: “Cheios da Graça” oferece visitas virtuais a crianças internadas

divulgacao-policia-militar-viatura

Polícia Militar de Guarapari deteve mais de 100 pessoas em fevereiro

Anúncio