Anúncio

Rodoviária reabre mas ônibus intermunicipais não mudam rota

Por Gabriely Santana

Publicado em 30 de setembro de 2016 às 10:57
Atualizado em 30 de setembro de 2016 às 15:44
Anúncio

Líderes do Movimento Urbano também prometem retornar às ruas 

Com um misto de dúvidas sobre o  retorno do funcionamento da rodoviária na manhã desta sexta-feira (30) junto à falta de informação das próprias empresas sobre o ofício enviado pela Prefeitura Municipal ao Ministério Público, que determina o retorno do embarque exclusivo no Rodoshopping, os ônibus intermunicipais continuam a fazer seu trajeto normal pela cidade. De acordo com os próprios guichês das empresas: Alvorada, Planeta e Sudeste, nenhuma delas recebeu notificação para que o embarque e desembarque de pessoas retornasse de forma exclusiva no terminal rodoviário.

2

Rodoviária hoje pela manhã

O novo acordo entre a prefeitura e a rodoviária firmado em reunião na tarde de ontem determina dois pontos de embarque nas extremidades da cidade, sendo um em Setiba e outro em Meaípe. O que ainda não é suficiente para a população. Como é o caso da moradora do bairro Santa Mônica, Joseli da Silva Souza. Com passagem comprada para o Rio de Janeiro, ela teve que acordar 6 horas da manhã para pegar o ônibus às 7h. “A Rodoviária é ótima, o problema é que eu tenho que madrugar para pegar uma condução até o Trevo de Muquiçaba e só depois pegar um ônibus até o terminal de embarque”, disse. Ela ainda questiona que faltam linhas de ônibus municipais para fazer esse trajeto.

Segundo o Secretário de Comunicação da Prefeitura, o embarque exclusivo na rodoviária ainda será decidido pela Justiça. “Nós conseguimos fazer um acordo acerca do retorno das atividades da rodoviária. Sobre o embarque exclusivo é uma questão judicial que temos que aguardar”, disse Marcelo Paranhos. Já para o diretor do Rodoshopping, Luiz Nicchio, empresas que abriram seus “terminais” estão fazendo isso ilegalmente. “Não se abre uma rodoviária do dia para a noite, será que eles têm alvará de funcionamento? A passagem aqui para Vitória é R$8,55 já no Centro e Muquiçaba eles estão cobrando R$12,40 na Alvorada e R$ 9,60 no Planeta. Pegar ônibus na rodoviária é mais barato. Essa bagunça só interessa aos proprietários das empresas de ônibus”, reclamou.

Ainda segundo o empresário, as empresas estão sendo notificadas agora pela manhã. “A fiscalização está pedindo o alvará de funcionamento das empresas de ônibus. Eu acho que quem abre uma rodoviária clandestina é considerado bandido, um fora da lei”.

Como o decreto revogado foi o 389/16, continua em vigor o 428/16 que estipula 11 pontos de desembarque além do embarque exclusivo na rodoviária. O que despertou a indignação do Movimento Urbano. Segundo Sebastião Campos, um dos mobilizadores do movimento, foi uma surpresa a notícia, pois isso passa por cima de uma decisão judicial. “Independente do número do decreto, o município não pode determinar sobre o embarque e desembarque dos ônibus. Se essa questão não mudar vamos ter que ir novamente para as ruas”, prometeu Sebastião.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari

Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus faz mais duas vítimas em Guarapari; São 11 óbitos e 240 casos confirmados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (31)

parque paulo

Guarapari: Parque Paulo Cesar Vinha completa 30 anos e realiza calendário de lives