Anúncio

Rotativo começa a ser cobrado na Praia do Morro e Bacutia

Por Gabriely Santana

Publicado em 3 de janeiro de 2017 às 12:47
Atualizado em 3 de janeiro de 2017 às 12:47
Anúncio

Quem quiser sair de carro para curtir uma praia vai ter gastar mais. Isso porque uma semana depois que o rotativo foi implantado em Muquiçaba, em Guarapari, a cobrança se estendeu para os bairros Praia do Morro e Bacutia. Na manhã desta terça-feira (3), muitos turistas e moradores ainda foram surpreendidos com a notícia de que teriam que pagar para estacionar o seu veículo na vaga.

img_9478

Poucos agente fazem a fiscalização do rotativo na Praia do Morro. Foto: Hamilton Garcia

Muitas críticas foram feitas ao sistema. Entre as reclamações estavam a falta de informação sobre a cobrança e qual era o limite de estacionamento dos carros. A sinalização também deixou a desejar, já que as placas de orientação foram colocadas do começo da orla, até a feira Shopping Praia do Morro.

O turista Claudio Manolo da Silva, de Campos de Goytacases (RJ), ia estacionar seu carro em uma vaga, mas desistiu no momento que foi informado pela agente que teria que pagar o rotativo. “Atrapalha o turista que junta dinheiro o ano inteiro para passar férias aqui. Fomos pegos de surpresa com esse sistema de cobrança. Vou tirar o carro daqui porque não vou pagar”, disse.

Outra questão é a falta de agentes para realizar as cobranças. Ao todo a equipe do Folha da Cidade contou apenas 10 agentes na Praia do Morro. Em muquiçaba, nenhum agente foi encontrado. Uma moradora, que não quis se identificar, disse que os agentes teriam se deslocado para a orla da praia, onde segundo ela “tem mais movimento” e questionou a falta de organização da empresa. “Uma hora estão cobrando, depois param de cobrar. Nem sempre estamos preparados com o dinheiro. Acho isso uma falta de respeito com a gente”.

VGN está autorizada a cobrar

De acordo com a empresa Vaga Ativa (VGN), responsável pelo rotativo no município, a autorização para iniciar a cobrança na Praia do Morro e na Bacutia, foi feita na última sexta-feira (30), ainda na gestão do então prefeito Orly Gomes.

“Estamos dentro da lei, estava tudo previsto no edital. O prefeito (Orly) assinou os decretos e estamos aptos a operar. Fizemos conscientização com panfletagem para a população ficar ciente da cobrança. E agora estamos acertando alguns detalhes”, disse o gerente operacional, Weverton de Almeida Castilho.

O ex-secretário de Fiscalização, Danilo Bastos, disse que não participou dessa autorização a empresa e comentou apenas que “foi direto do gabinete do prefeito”. A previsão da empresa é de contratar dezoito novos agentes para atender a Praia do Morro. As placas de sinalização também serão instaladas até o final da orla, ainda nesta terça-feira.

Anúncio
Anúncio

Veja também

meaipe-5250506-1

Guarapari pode receber ventania de até 74 km/h

A previsão é que o ciclone extratropical chegue a Guarapari até a manhã desta quinta-feira (2).

Foto: Reprodução

Imóveis de aluguel para temporada buscam regularização em Guarapari

Na útima semana, um imóvel do segmento cadastrou-se no Cadastur, tornando-se o primeiro do município a constar no sistema cadastral

Anúncio
Anúncio
orla-anchieta

Casagrande inaugura obras em Anchieta e libera reurbanização de orla

A solenidade aconteceu de forma virtual, e contou com a presença de políticos e lideranças municipais

parque decreto

Guarapari permite abertura de parques aquáticos e prorroga outras medidas

Entre as medidas prorrogadas, as atividades escolares da Rede Pública Municipal de Ensino seguem suspensas até 31 de julho

Anúncio
bambino

Matriarca das lojas Bambino, Elisa Biazatti, falece em Guarapari

Dona Elisa é mãe dos proprietários que atualmente tocam o negócio

sala de aula

Decreto mantém suspensão das aulas até agosto no ES

As medidas continuam vigentes diante do aumento da Covid-19 no Estado e são válidas até 31 de julho