Anúncio

Rotativo tem contrato revogado em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 21 de novembro de 2018 às 14:34
Atualizado em 22 de novembro de 2018 às 08:02
Anúncio

Segundo a decisão, a revogação da concessão destinada à exploração do serviço público de estacionamento rotativo se deu por razão do interesse público justificados pelo contratante.

O Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo, na data de ontem (20), publicou a rescisão unilateral do contrato de concessão pública nº 043/2015 da empresa VGN – Vista Group Network Sistemas e Empreendimentos Ltda, conforme processo administrativo n.º 19050/2018.

O sistema rotativo foi suspenso no início de 2018. Foto: Arquivo/Folha.

De acordo com a decisão, a revogação da concessão destinada à exploração do serviço público de estacionamento rotativo de veículos, controlado por meio de equipamentos eletrônicos e informatizado nas vias de Guarapari, se deu por razão do interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento, justificados e determinados pelo contratante.

Em outubro, a prefeitura de Guarapari já havia notificado a empresa concessionária do sistema rotativo a se manifestar sobre o processo administrativo que constava sobre eles.

Em tempo

Em abril, o serviço de vagas do rotativo foi suspenso na cidade. O judiciário acatou as denúncias feitas por meio de Ação Civil Pública e a empresa VGN ficou impedida desde então de realizar o serviço de cobrança por vagas.

A decisão tem como base uma série de irregularidades apontadas pelo vereador Marcos Grijó ao juiz Gustavo Marçal de Silva e Silva, da Vara da Fazenda Pública que determinou a suspensão do serviço e do contrato feito com a Prefeitura Municipal de Guarapari. Entre as irregularidades estão à falha na prestação do serviço, descumprimento de diversas cláusulas contratuais, atuação de maneira irregular e até mesmo ilegal e o não repasse do montante arrecadado para os cofres públicos.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Prefeitura proíbe caminhada na orla das praias de Guarapari aos fins de semana

A medida restritiva será válida, excepcionalmente, nos dias 06, 07, 13 e 14 de junho; Confira outras determinações divulgadas nesta quarta-feira (03)

Da esquerda para a direita: Tenente Coronel Caus, da Polícia Militar; Prefeito de Guarapari, Edson Magalhães; Tenente Coronel Bruno, do Corpo de Bombeiros. Fotos: Folhaonline.es

Apenas comércios essenciais poderão funcionar nos fins de semana em Guarapari

A medida, que tem por objetivo reduzir a taxa de circulação no município, valerá a partir deste sábado (06); Comerciantes que desobedecerem as restrições poderão ter alvará de funcionamento cassado

Anúncio
Anúncio
comercio1-550x309

Guarapari terá nove dias de isolamento total a partir das 19h

A partir do dia 06 até o dia 14 de junho não será permitido permanecer nas ruas após as 19h e os comércios não essenciais devem permanecer fechados nos finais de semana

covid-19-drive-thru-teste-coronavirus-teste-rapidos-titri-foto-Flávio-Tin-_MG_8593-15042020-scaled

Estudo aponta mais de 200 mil capixabas infectados; Guarapari participará da próxima etapa

A partir do levantamento, o ES poderá reconhecer com mais precisão o padrão de comportamento da Covid-19 em solo capixaba

Anúncio
fiscais

Ação da fiscalização da prefeitura de Guarapari provoca reação do setor turístico

Foto: Divulgação

Guarapari: Obras de extensão da Avenida Paris estão em fase final