Anúncio

Samarco recebe licença para transporte entre os complexos de Germano (MG) e Ubu (ES)

O transporte da polpa de minério de ferro será feito quando a empresa retomar suas operações, o que está previsto para o segundo semestre desse ano

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 15 de maio de 2020 às 15:45

Anúncio

O da polpa de minério de ferro
Foto: Reprodução

Na última segunda-feira (11), a Samarco recebeu do Ibama a licença de operação dos três minerodutos,  para o futuro transporte  da polpa de minério de ferro entre os complexos de Germano (MG) e de Ubu (ES), de forma gradual, quando a empresa retomar suas operações.

Concedida pelo Ibama, a LO tem validade de dez anos e unifica as licenças dos três minerodutos da empresa, além de incorporar as torres de transmissão e as estações de bombas existentes ao longo do trajeto, anteriormente licenciados pelo órgão estadual.

A Licença de Operação (LO) dos minerodutos relembra um marco na história da empresa. Há exatamente 43 anos, em 11/05/1977, a Samarco iniciava efetivamente suas operações com a realização do primeiro batch transportado pelo mineroduto, de Ouro Preto até Anchieta, e realizava, posteriormente, o primeiro embarque no Porto de Ubu.

A analista de Meio Ambiente da Samarco, Alessandra de Jesus, explica que as licenças anteriores dos minerodutos eram independentes e estavam vigentes. “Com a unificação das licenças, incorporando também as estações de bombas, é possível fortalecer a  gestão e implementar novos programas ambientais que reflitam a nova fase da Samarco”, afirma.

Em outubro de 2019, a Samarco recebeu a Licença Operacional Corretiva (LOC) para o retorno das operações em Germano e, atualmente, concentra seus esforços na implantação de um novo sistema de disposição de rejeitos, com sistema de filtragem para empilhamento a seco de 80% do rejeito a ser gerado.

Em tempo

Recentemente, a Samarco reafirmou a intenção de retornar as operações da empresa ainda este ano, mesmo diante da pandemia da Covid-19. De acordo com a mineradora, desde o dia 13 de março, a Samarco adotou uma série de medidas preventivas frente à pandemia do novo Coronavírus e está cumprindo todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde. “O objetivo é preservar a segurança dos empregados diretos e indiretos e evitar a disseminação da Covid-19 nas comunidades onde atua”, informou em nota.

  • Com informações da Samarco

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Brechó APAE 2

Brechó da Apae Guarapari necessita de doações de roupas masculinas

Os valores arrecadados com as vendas serão revertidos para Apae

print_dyogenes2-2022-04-120cover

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

Anúncio

Anúncio

CISEG-edital

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – CISEG – CONSELHO INTERATIVO DE SEGURANÇA DE GUARAPARI

cachoeira_do_turco-5461665

Grupo de empresários se mobiliza para promover crescimento sustentável de Guarapari

Empreendedores e proprietários se unem para formação de associação

Anúncio

petrobras_divulgacao_plataforma_petroleo_e_gas-ES2022-05-24-05

Seminário debate impactos de investimentos em Petróleo e Gás em Guarapari

Espírito Santo deve receber quase R$20 bilhões em investimentos no setor, com 80% voltados para a Região Sul

hepatite misteriosa

Guarapari: infectologista fala sobre os perigos da hepatite misteriosa

Anúncio