Anúncio

Samarco recebe representantes de municípios do Sul do Espírito Santo

Por Glenda Machado

Publicado em 23 de setembro de 2017 às 11:53
Atualizado em 22 de setembro de 2017 às 18:05

Anúncio

Situação dos processos de licenciamento para que a empresa volte a operar foi a pauta da reunião

Representantes dos municípios que integram o Consórcio Público para o Desenvolvimento Sustentável da Região Sul do Espírito Santo (Condesul/ES) estiveram, nesta sexta-feira (22), na unidade da Samarco em Ubu, em Anchieta (ES), para conhecer a situação atual dos processos de licenciamento necessários para que a empresa volte a operar.

Os prefeitos Fabrício Petri (Anchieta), Edson Magalhães (Guarapari), Ricardo Pereira da Costa (Piuma), João Paganini (Iconha), e o vice-prefeito de Alfredo Chaves, Laerte Volponi, foram recebidos pelo gerente- geral de Retomada da Samarco, Alexandre Souto, e pelo gerente de Relações Institucionais da empresa, Rodolpho Samorini.

Novo processo protocolado

Durante a reunião, os prefeitos foram informados que a Samarco protocolou, no início de setembro, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do Licenciamento Operacional Corretivo do Complexo de Germano, localizado em Mariana e Ouro Preto (MG). O processo de licenciamento corretivo se deve à suspensão, ocorrida em outubro de 2016, das licenças da empresa em função do rompimento da barragem de Fundão.

O estudo apresenta uma retomada gradual das atividades operacionais da empresa, paralisadas há 1 ano e dez meses desde o rompimento da barragem de Fundão. O projeto de retomada considera o uso exclusivo de fontes internas de água já outorgadas.

Além do EIA recém-protocolado na Semad, a Samarco aguarda também a conclusão do processo de licenciamento da Cava de Alegria Sul, iniciado no ano passado. A cava será utilizada para a disposição de rejeitos.

Independentemente dos processos de licenciamento para viabilizar o retorno operacional da empresa, a Samarco segue comprometida com os planos de reparação dos impactos decorrentes do rompimento de Fundão. Essas ações passaram a ser conduzidas pela Fundação Renova em agosto de 2016. A Renova é uma entidade de direito privado, instituída pelo Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado pela Samarco, pelas suas acionistas Vale e BHP e pelos governos federal, de Minas Gerais e do Espírito Santo. De novembro de 2015 até julho de 2017, foram desembolsados R$ 2,3 bilhões para ações de reparação e compensação.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

conquista paratletas (3)

Paratletas capixabas ganham 39 medalhas no RJ; nadador de Guarapari conquistou três ouros

Todos os 16 atletas do ES que participaram do campeonato medalharam; 27 de ouro, oito de prata e quatro de bronze

feriado chuvoso

Apesar da chuva, “Semana do Saco Cheio” apresenta bons números para turismo de Guarapari

A folga prolongada acontece sempre entre os feriados de 12 e 15 de outubro se estendendo até o final de semana seguinte

Anúncio

Anúncio

Edital-Citação_UBU-01

Edital de citação

Foto: Arquivo Folhaonline.es

Moradores de Guarapari solicitam volta dos salva vidas e policiamento noturno em guarita desativada

Nesta tarde haverá uma reunião em frente a guarita, próxima ao Radium Hotel, com moradores, representante da Polícia Militar e da Câmara dos Vereadores

Anúncio

vacinacaocovid (1)

Profissionais de estabelecimentos de saúde em Guarapari receberão a D3 contra a Covid-19 nos locais de trabalho

arena-vila-anchieta-esportes-beach-soccer

Anchieta recebe etapa de Campeonato Brasileiro de Beach Soccer

Evento começa nesta terça-feira (19)

Anúncio