Anúncio

Samarco: Vereadores de Anchieta visitam o Complexo de Ubu

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 18 de novembro de 2019 às 13:26
Atualizado em 18 de novembro de 2019 às 13:26
Anúncio

A previsão é que a empresa retorne as atividades no município capixaba no segundo semestre de 2020

Os vereadores de Anchieta foram recebidos pelo gerente-geral de Operações da empresa. Fotos: Divulgação/Samarco

Na última semana, a Samarco Mineração recebeu a visita dos vereadores de Anchieta, no Complexo de Ubu. Durante o encontro, foram apresentadas as atividades de prontidão operacional, que incluem a manutenção dos equipamentos, e as iniciativas da empresa para a retomada das operações em Minas Gerais e no Espírito Santo. A ocasião contou com a participação do presidente da Câmara Cleber Pombo e dos vereadores Alexandre Assad, Geovane Meneguelle, Renato Lorencini, Richard Costa, Serginho, Tereza Mezadri e Zé Maria.

O presidente da Câmara Cleber Pombo e os demais vereadores foram recebidos pelo gerente-geral de Operações, Sérgio Mileipe. Ao falar sobre as ações para a retomada operacional, Mileipe ressaltou que a Samarco espera reiniciar as suas operações utilizando novas tecnologias para disposição do rejeito, que incluem um sistema de filtragem para empilhamento a seco do rejeito arenoso, o correspondente a 80% do total gerado após o beneficiamento do minério de ferro. Os outros 20% serão destinados a Cava de Alegria Sul, espaço confinado e mais seguro.

“O retorno das atividades relacionadas à extração de minério de ferro, às plantas de beneficiamento em Germano, Mariana (MG), e à planta de pelotização no Complexo de Ubu, em Anchieta (ES), vai ocorrer após a implementação deste sistema de filtragem, em um prazo aproximado de 12 meses a contar da Licença de Operação Corretiva, obtida em outubro.  Durante este período, a empresa continua com as atividades de prontidão operacional”, afirmou o gerente-geral de Operações. O retorno operacional, após a implantação do sistema de filtragem, ocorrerá de forma gradual, inicialmente com 26% da capacidade produtiva, por meio de um concentrador com capacidade para produzir aproximadamente 7-8 M toneladas por ano.

De acordo com o presidente da Câmara dos Vereadores de Anchieta, Cleber Pombo, a expectativa dos moradores de Anchieta é grande para a retomada das atividades da Samarco. “O impacto foi muito grande para Anchieta. A paralisação das atividades gerou dificuldades na cidade e, agora, acreditamos no crescimento da economia, no aumento no número de postos de trabalho e de renda. A retomada será também para Anchieta”, comentou.

Importância econômica

Além da retomada operacional, Mileipe destacou o papel importante da Samarco na economia capixaba. Em 2015, a Samarco ocupava a 12ª posição entre as empresas que mais exportaram e a receita da Samarco equivalia a 6,4% do PIB do Espírito Santo. Além disso, os impostos que eram gerados diretamente pelas atividades da Samarco correspondiam a 50% da receita de Anchieta.

  • Com informações da Câmara Municipal de Anchieta | Texto: Débora Ozório

Anúncio
Anúncio

Veja também

Atacado-VEM

Atacado Vem passa por nova etapa para a construção em Guarapari

O atacarejo ficará localizado no bairro Muquiçaba e a promessa é de geração de empregos diretos e indiretos durante e após o término das obras

tiro

Manhã de tiros e homicídio em Muquiçaba

Anúncio
Anúncio
respiradores104

ES recebeu mais 104 respiradores para reforçar o enfrentamento ao novo Coronavírus

eleições2020

Adiamento das eleições municipais para novembro é aprovado na Câmara

O primeiro turno das eleições municipais será adiado de 4 de outubro para o dia 15 de novembro. A data do segundo turno passa para o dia 29 de novembro

Anúncio
covid-19-drive-thru-teste-coronavirus-teste-rapidos-titri-foto-Flávio-Tin-_MG_8593-15042020-scaled

Covid-19: Guarapari tem mais de mil casos confirmados

O Boletim Epidemiológico foi divulgado na noite de quarta-feira (01). O município registra 41 óbitos por coronavírus

meaipe-5250506-1

Guarapari pode receber ventania de até 74 km/h

A previsão é que o ciclone extratropical chegue a Guarapari até a manhã desta quinta-feira (2).