Anúncio

Selo de qualidade estadual ajuda no caminho do desenvolvimento da agroindústria de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 21 de setembro de 2019 às 12:00
Atualizado em 20 de setembro de 2019 às 15:09
Anúncio

Dando continuidade à série especial de reportagens em comemoração aos 128 anos de emancipação política de Guarapari, vamos falar a respeito do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (Susaf/ES) que duas agroindústrias de Guarapari adquiriram, possibilitando assim um maior alcance de vendas.

A agroindústria Ovos caipira do Rossi vende em média 600 dúzias de ovos por semana após o Susaf. Fotos: Rodrigo Rossi.

O Susaf fez surgir novos mercados para duas agroindústrias do município

Com o objetivo de facilitar e ampliar a comercialização dos produtos dos municípios para todo o Espírito Santo, as agroindústrias capixabas de pequeno porte, que investem na produção de produtos de origem animal, hoje tem legislação própria em nível estadual*.

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo, Idaf, criou o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (Susaf/ES), um selo estadual menos burocrático e acessível aos produtores. Com o Susaf, foram revistas questões de infraestrutura do estabelecimento e enquadramentos da agroindústria, priorizando a qualidade sanitária do produto final a partir de análises laboratoriais. Agregando valor aos produtos e ampliando a renda das famílias.

E o processo de crescimento e desenvolvimento está sendo sentido de forma gradativa, mas nítida, pelas duas agroindústrias de Guarapari, Rancho Caipirinha e Ovos caipira Rossi, que já aderiram ao Susaf.

Ovos caipira do Rossi

Fotos: Rodrigo Rossi.

Proprietário do Ovos Caipira Rossi, Rodrigo Rossi, começou o negócio com cerca de 30 galinhas e resolveu se qualificar para progredir. “Eu segui todas as regras, fiz curso de qualificação, boas práticas e higienização. Também arrumei as instalações e me tornei uma das primeiras agroindústrias da cidade a ter o Serviço de Inspeção Municipal – S.I.M. – um selo de qualidade municipal que permite a comercialização dos produtos dentro do município”, descreveu.

Com o S.I.M. adquirido, Rodrigo decidiu ir mais longe. “Fiz novas adaptações com o objetivo de conquistar o Susaf e ampliar minhas vendas. Minha agroindústria fica na comunidade de Todos os Santos, 60 km do Centro de Guarapari e também do Centro de Vitória, tinha que aproveitar essa logística”.

Atualmente, com a conquista do selo estadual, o Ovos Caipira do Rossi já possui em torno de 1000 aves e vende em média 600 dúzias de ovos por semana. “O que realmente almejo é dobrar minha produção e levar meu produto para todos os cantos. Já consegui expandir para Marechal Floriano, Cariacica, Domingos Martins e Alfredo Chaves. Estou apenas começando”, enfatizou.

Rancho Caipirinha

Depois do selo estadual, os clientes foram ampliados para, além de Guarapari, Vitória e Vila Velha. Fotos: Instagram/Rancho Caipirinha.

E com a mesma garra e perseverança que Silvana Cardoso, junto ao marido Rafael Corrêa, conquistou o Susaf para o Rancho Caipirinha. “Nossa produção de linguiça, defumados e cortes suínos começou de forma modesta e aos poucos fomos adequando o espaço até a conquista do selo municipal, S.I.M.”, explicou.

A partir daí, Silvana não parou mais, ela realizou outras mudanças para que a comercialização dos produtos que fabrica passasse a ser de forma estadual. “Depois que conseguimos o Susaf ampliamos nossos clientes, além de Guarapari, Vitória e Vila Velha também estão na nossa rota. Mas ainda temos dificuldades por causa dos produtores que não regularizam seus produtos e os vendem por um preço menor. É uma concorrência desleal”, contou.

Para a dona do Rancho Caipirinha é preciso ampliar a divulgação da importância do selo de qualidade. “Acho que se todos soubessem, iriam gostar de ter os produtos que vendem com um selo garantindo a procedência e mostrando que houve fiscalização no local de produção. Com isso aumentariam o poder de comercialização do produto e os preços ficariam equivalentes. Seria um mercado mais justo e de qualidade para todos”, concluiu.

* A nova lei da agroindústria, Lei Estadual nº 10.837/2018, foi sancionada no dia 09 de maio do ano passado.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

PM GRI

PM de Guarapari faz sucesso na internet e tem mais de 80 mil seguidores

Raphael Santana também faz faculdade de direito e trabalhos como modelo

Foto: Arquivo/Folha

INMET emite alerta de chuva forte e ventos intensos em Guarapari

Ao todo, 50 municípios capixabas podem ser afetados pela mudança climática; Há risco de alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de rios

Anúncio
Anúncio
HFA_fachada_tratada-1024x778

Votação popular: Hifa Guarapari pode ser contemplado com emenda parlamentar

A proposta consiste na renovação do Parque Tecnológico da Unidade Hospitalar do Centro Cirúrgico com aquisição de novos equipamentos

nesio

Covid-19: Secretário diz que número de casos deve aumentar nos próximos dias, mas não é ‘nova onda’

Nésio Fernandes explicou os fatores que vão influenciar no aumento de casos

Anúncio
drogas GRI

Operação conjunta prende suspeito de tráfico de drogas em Guarapari e Vila Velha

processo-seletivo

Seger abre processo seletivo para cargo com remuneração de R$ 4,5 mil

Anúncio