Anúncio

Selo vai ajudar produtor rural vender mais em Guarapari

Por Glenda Machado

Publicado em 12 de junho de 2018 às 18:10
Atualizado em 12 de junho de 2018 às 18:10
Anúncio

Nos últimos anos, a agroindústria em Guarapari cresceu e, para regularizar a atividade e garantir a valorização do produtor local, criou-se o Serviço de Inspeção Municipal (SIM). O selo que será implantado a partir deste mês vai contribuir para o fortalecimento da agroindústria local por meio da regularização de fábricas de laticínios, entrepostos de carnes, leite, ovos, pescados e mel, além de abatedouros.

A secretária de Meio Ambiente e Agricultura (Semag) do município, Thereza Cristina, ressalta que com o SIM o produtor poderá aumentar sua produção e vender mais. “Quando uma empresa se cadastra para receber o selo de inspeção municipal, é feita uma vistoria detalhada nas instalações e em seus produtos. Nosso objetivo é garantir que o município esteja recebendo um produto de qualidade. E para o produtor, o SIM é um selo que irá permitir com que ele aumente sua produção, credibilidade e vendas”, explica. Ele reforça, ainda, que toda empresa que fabrica produtos de origem animal precisa ter a inspeção oficial de algum órgão, seja ele municipal, estadual ou federal, para comercializar o produto legalmente.

Secretária Thereza Cristina e médico veterinário, Arivald Santos durante coletiva na tarde desta terça-feira (12).

Com o SIM, os produtores recebem orientação para regularizar a produção de artigos de origem animal de acordo com a legislação sanitária e fiscal. O Título de Registro concedido pelo SIM permite o uso do selo de inspeção, garante ao consumidor final que os produtos foram beneficiados de acordo com padrões de qualidade e mais segurança industrial e sanitária.

Além do aumento nas vendas e na credibilidade, a implantação do SIM garante outras vantagens como produtos com maior valor agregado, alimentos livres de zoonoses e toxinfecções, combate ao comércio de produtos clandestinos, proteção à saúde dos manipuladores e consumidores e preservação do meio ambiente, entre outras.

Os interessados em conseguir a certificação podem solicitar a regularização de sua atividade preenchendo o formulário de requerimento de registro no SIM, disponível na Semag. “Após a abertura do processo, uma equipe de inspeção irá até a empresa. É feita uma vistoria detalhada e, durante o processo de regularização, outros documentos podem ser solicitados”, explicou o médico veterinário e responsável pelo processo, Arivald Santos Ribeiro.

Dos mais de 1.000 produtores rurais de Guarapari, 23 empresas já estão no processo de certificação e outros 52 receberam certificados de capacitação. Mais informações pelo telefone da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura (27) 3362-9423.

Saiba mais:
O selo será destinado aos seguintes produtos:
– Animais destinados ao abate, assim entendidos os de açougues, seus produtos e subprodutos;
– Pescado e seus derivados;
– Leite e seus derivados;
– Ovo e seus derivados;
– Mel e a cera de abelhas e seus derivados.

Qual o custo para conseguir o selo?
A taxa para registro é calculada de acordo com o tamanho do estabelecimento. Mas, o proprietário deve prever outros custos, como por exemplo, taxa para licenciamento ambiental, análise bacteriológica da água de abastecimento, entre outros, e, caso necessite, reforma na estrutura do estabelecimento e compra de maquinário, dependendo da atividade.

Anúncio
Anúncio

Veja também

marmita santa arinda

Comunidade de Santa Arinda pede doações para obra da associação do bairro em Guarapari

financiamento-habitacional

Advogada de Guarapari orienta sobre financiamento de imóveis diante da Covid-19

A despesa está entre as que podem ficar comprometidas pela diminuição ou ausência de renda

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação / Hélio Filho (Secom)

Coronavírus: ES ultrapassa marca de mil leitos exclusivos para tratamento de infectados

Ao todo, são 1.065 leitos disponíveis, sendo 490 de UTI e 575 de Enfermaria

O projeto também divulgará o trabalho de artistas locais, que encontram dificuldades em manterem-se durante a pandemia. Foto: Divulgação

Coletivo transforma rede social em vitrine para pequenos negócios de Guarapari

O Sinestesia – Criatividade Coletiva decidiu usar o próprio perfil no Instagram, que conta com mais de mil seguidores, para evidenciar artistas e pequenos empreendimentos locais afetados pela pandemia

Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra 10 novos casos e mais 5 curados

Ao todo, o município contabiliza 161 infectados; Desses, 116 já estão curados

Foto: Reprodução

Profissional da saúde com Covid-19 é encontrada trabalhando em Guarapari

Descumprir o isolamento é infração sanitária e pode ser enquadrado como crime contra a saúde pública