Anúncio

Senhora de 47 anos cai na pedra e morre na Praia das Virtudes

Por Glenda Machado

Publicado em 12 de janeiro de 2015 às 20:43
Atualizado em 13 de janeiro de 2015 às 10:16

Anúncio

DSC02729

 

Uma senhora de 47 anos morreu por volta das 14h30 de hoje na Praia das Virtudes, Centro. Ela estava com a sobrinha de 9 anos quando passou mal, caiu na pedra, bateu a cabeça e morreu. Além da sobrinha, Maria do Rosário Effegem estava na praia com a filha de 12 anos e o primo Manoel Rosa Filho. Todos moram no interior de Guarapari, em Rio Claro.

“Ela era uma mulher trabalhadora, é uma tragédia. Hoje ela fez faxina com uma amiga em uma casa em Muquiçaba. Depois veio aqui encontrar comigo, a filha dela e a nossa sobrinha. Aí ela disse que ia catar sururu na pedra com a menina. Eu disse que era perigoso, mas elas vieram mesmo assim”, contou Manoel.

Segundo ele, a sobrinha, que estava com ela na hora que caiu, disse que ela passou mal, começou a tremer toda, foi sentando da pedra, caiu e bateu a cabeça. A menina correu para pedir ajuda. Nessa hora a filha de Rosário veio ao local e já encontrou a mãe com o rosto dentro da água de uma poça formada na pedra.

“Ela era viúva, perdeu o marido há dois anos de câncer. Ela tinha depressão, tomava remédio controlado. E já tem histórico de epilepsia, às vezes ela tinha ataque. Mas hoje era um dia que ela estava bem, estava alegre, estava disposta. Tinha dia que ela se trancava dentro de casa com depressão. Mas era pessoa do bem, ajudava muito a gente”, destacou Manoel.

O Samu foi acionado e levou cerca de 25 minutos para chegar ao local. A médica Regina Saul Levy fez o laudo do óbito. Mas foi preciso esperar a perícia para definir a causa da morte que segundo policiais militares presentes poderia ser afogamento, já que ficou com o rosto dentro da água quando caiu, ou por ter batido a cabeça na pedra além do possível ataque epilético.

O corpo da vítima ainda precisou ser removido por volta das 16h30. A maré estava enchendo e o policial civil que estava no local achou melhor afastar o corpo do mar. A filha e a sobrinha não paravam de chorar, estavam desconsoladas. De acordo com o primo da vítima, a filha dela vai ficar sob os cuidados de uma tia.  

CORPO precisou ser removido por conta da maré.

CORPO precisou ser removido por conta da maré.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

antonio-ribeiro-artigo-2021-03-12-4

Artigo: futuro endereço do Museu Guarapari está para ser decidido. Participe!

reuniao_PMES_PCES_Seguranca-2021

Novembro teve o menor número de assassinatos dos últimos 25 anos do ES

Anúncio

Anúncio

PHOTO-2021-11-29-15-02-06

Artigo: tomar ou não a vacina? Será que posso ser demitido?

vacina pfizer crianças

Mutirão vai aplicar vacina da Covid-19 para diversos públicos em bairros de Guarapari

Confira público-alvo de cada etapa da vacinação e Unidades de Saúde para cada dia do mutirão

Anúncio

radium-arquvo-foes

Guarapari: novo projeto do Radium Hotel será apresentado nesta terça (07)

reproducao_folhaOvitoria-CDP_Xuri

21 detentos fugiram da Penitenciária do Xuri, em região vizinha à Guarapari

Confira quais são os fugitivos

Anúncio