Anúncio

Suspeito de manter casa de prostituição clandestina é detido em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 26 de janeiro de 2021 às 10:35

Anúncio

Suspeito de manter casa de prostituição clandestina é detido em Guarapari
Foto: reprodução.

A equipe da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari, com apoio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais, cumpriu um mandado de busca e apreensão, na noite de sexta-feira (22), em uma casa de prostituição clandestina localizada no bairro Ipiranga, em Guarapari. No local foram apreendidos um notebook com fotografias íntimas e máquinas de cartão do estabelecimento, além de outros objetos.

De acordo com o titular da Dipo, delegado Marcelo Santiago, cinco mulheres estavam na casa no momento da operação. “O proprietário do estabelecimento, um homem de 44 anos, cobrava 50% dos programas que em média custavam R$ 150. A casa foi fechada e o homem encaminhado para a Delegacia Regional de Guarapari”, explicou.

Ainda de acordo com a autoridade policial, o proprietário já havia sido preso anteriormente em uma operação policial no mês de outubro do ano passado. “Identificamos que o autor do fato teria reiniciado as atividades criminosas e uma nova operação foi montada. Ele foi autuado, em flagrante delito, pelo crime de rufianismo”, afirmou o delegado.

O suspeito foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari.

Texto: Olga Samara

*Com informações: Polícia Civil.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

foto-afogamento-2

Testemunhas negam que salva-vidas resgataram turista afogado na Praia das Castanheiras, em Guarapari

WhatsApp Image 2022-08-11 at 16.26.06

Guarasolda Tintas, em Guarapari, abre vagas de emprego

Anúncio

Anúncio

creche-alegria-doacoes-8

Guarapari: Feijoada da Luazul arrecada doações para a Creche Alegria

Hands of businessman with pen in his hand texting

Eleições 2022: O que a lei diz sobre o uso das redes sociais e manifestações públicas durante a campanha?

Anúncio

reginaldo-neves-limpeza-2-1

Faxineiro de Guarapari amplia negócio e já trabalha com equipe de 12 profissionais

História de homem que trabalha como faxineiro chamou a atenção há dois anos

foto-afogamento

Homem morre afogado na Praia das Castanheiras, em Guarapari

Testemunhas relataram que o homem passou mal enquanto estava no mar

Anúncio