Anúncio

Turismo de negócios cresce 14,7% no Brasil; O que Guarapari precisa para fazer parte dos dados?

Por Sara de Oliveira

Publicado em 27 de julho de 2019 às 09:00

Anúncio

Os números pertencem a um levantamento da Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) e foram divulgados pelo Ministério do Turismo.

negócios 3 - Turismo de negócios cresce 14,7% no Brasil; O que Guarapari precisa para fazer parte dos dados?

Foto: Reprodução.

O Ministério do Turismo divulgou uma pesquisa da Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) que informa o crescimento do turismo corporativo no Brasil durante o primeiro semestre de 2019. De acordo com os dados, as viagens a negócio no país cresceram 14,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Conversamos com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Espírito Santo (ABIH-ES), Gustavo Guimarães, e com Fernando Otávio, membro do Conselho Municipal de Turismo, para entender quais medidas precisariam ser tomadas em Guarapari, para que o município fosse impactado por esses dados.

Gustavo esclareceu que Guarapari não possui potencial para atrair o turismo corporativo, justamente por causa da falta de um parque empresarial de maior porte. Segundo o empresário, isso poderia ser feito por meio da instalação de empresas e até um centro de distribuição no município. “O município nunca teve força no turismo de negócios. Inclusive é uma necessidade que nós temos. Guarapari precisa passar por um desenvolvimento econômico”, argumentou.

De acordo com Gustavo, o turismo corporativo é importante para diminuir o índice de sazonalidade em Guarapari. “Na época em que o turismo de lazer, com as praias, é mais fraco até mesmo por causa do clima mais ameno, o turismo de negócios promoveria uma maior circulação de pessoas na cidade, que teriam gastos com alimentação, hotelaria entre outros”, explicou.

Já Fernando Otávio, enfatiza que o município precisa enxergar o turismo corporativo como uma oportunidade de negócios. Segundo ele, a cidade ainda não possui estrutura para o desenvolvimento do setor. “Guarapari precisa de um centro de convenções público, porque esse setor requer um ponto de discussão e de reuniões”, destaca. Para Fernando, o retorno da Samarco é uma das possibilidades para o desenvolvimento do turismo corporativo na Cidade Saúde. “Esse tipo de turismo é fundamental para vender o município, pois a pessoa que vem a negócios vai voltar para o turismo de lazer”, concluiu.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Joao-Hadad-em-A-Grande-Conquista-2

Guarapariense João Hadad disputa final de reality show da Record

Final acontece nesta quinta (18)

Anúncio

Anúncio

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio