Anúncio

Tyago Hoffmann e Munir Abud apresentam propostas para retomar economia à cooperativas de Alfredo Chaves

Por Gislan Vitalino

Publicado em 17 de maio de 2021 às 18:45
Atualizado em 18 de maio de 2021 às 18:02

Anúncio

Fotos: FolhaOnline.es

Na última sexta-feira (14), em visita ao município de Alfredo Chaves, o secretário estadual de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann e o diretor presidente do Bandes, Munir Abud, participaram de uma reunião com representantes de cooperativas de Alfredo Chaves e da Prefeitura, na sede da Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves (CLAC). Na ocasião, ambos apresentaram projetos do Governo do Estado para atender ao município.

Os representantes se mostraram preocupados com a situação atual. O presidente da Cooperativa de Produtores Rurais do Vale do Benevente (Coopruvab), Feliquex Bissa, externou preocupação com o momento. Segundo ele, a Cooperativa já chegou a produzir 32 mil sacos de ração por mês, e atualmente a produção diminuiu dez mil sacas por mês. “Os preços dos insumos estão nas alturas, uma saca de milho custar R$110 é inviável”, contou.

O presidente da CLAC, Rolmar Botecchia, frisou os impactos que os produtores vêm sofrendo com a pandemia. A Cooperativa, que possui 298 cooperados ativos, quase todos agricultores familiares, também passa por dificuldades. “Nesses 15 anos, nunca passamos por um momento de tanta incerteza. Estamos tocando a obra da nova usina, mas tiramos o pé do acelerador”, contou. Segundo ele, a prioridade da Cooperativa, atualmente, é a instalação de energia solar. A conta mensal de energia gira em cerca de R$60 mil.

A secretária de Desenvolvimento e Planejamento de Alfredo Chaves, Rotiléia Gaigher, destacou o desempenho do Governo do Estado na criação de ações de amparo à crise. “Como membro da Associação Comercial sei da dificuldade que está sendo conduzir a pandemia. Cerca de 80% do comércio local e das pequenas empresas perderam tudo nas enchentes de 2019 e 2020, mas tiveram oportunidade de linhas de crédito. Mas, no momento de começar a pagar, a economia parou novamente por questões da covid-19”, explicou Rotiléia.

Pacote de medidas econômicas

Segundo o titular da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides) Tyago Hofmann, a visita aconteceu a pedido do governador, Renato Casagrande, para apresentar um pacote de medidas de sustentação e de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Covid-19. “São medidas fiscais, tributárias, ampliação de validade de certidões negativas estaduais, prorrogação de prazos para defesa de multa, e o Refis que começa a partir de julho, para que o empresário possa acertar os débitos fiscais” contou o secretário. Ao município, Hoffmann também orientou que fossem listados os empreendimentos em débito com as linhas de crédito anteriores, para uma negociação individual junto ao Governo.

Em relação à concessão de crédito, além das linhas já ativas, também foi lançado o Fundo de Proteção ao Emprego. “É um fundo público de R$250 milhões, operado pelo Bandes, que dispensa apresentação de certidões estaduais, consulta a órgãos de controle de crédito.  A condição é bastante favorável, com 12 meses de carência e 60 meses para pagar, sob taxa de juros, Selic que hoje é de apenas 3,5% ao ano”, destacou Hoffmann.  O secretário também falou sobre o “Programa Gerar” já aprovado na Assembleia Legislativa (Ales) que vai fomentar a geração de energias com fontes renováveis com a isenção de ICMS.

O presidente do Bandes, Munir Abud, falou sobre um fundo para reconstrução de propriedades rurais. “Nós agora tivemos projeto do Governo do Estado aprovado pela Assembleia, o fundo é voltado para a reconstrução de propriedades rurais afetadas por catástrofes meteorológicas como enchentes, chuvas torrenciais. Com isso o governo quer evitar que as ações de socorro demorem a sair do papel. Os casos de Iconha e Alfredo Chaves, por exemplo, serviram para alertar o governo”, afirmou Munir. Segundo ele, o Bandes também recebeu de Casagrande a missão de interiorizar o crédito para todo o empresariado capixaba.

Após a reunião, Tyago Hoffmann e Munir Abud também fizeram uma visita de cortesia à Prefeitura de Alfredo Chaves e ao prefeito Fernando Lafayette.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

capa_Medidor-de-velocidade-radar-FernandoMadeira-ales

Assembléia aprova lei que proíbe radares ocultos em estradas do ES

Anúncio

73o-MAPA-DE-RISCO-20.09-a-26.09

Governo do Espírito Santo divulga 73º Mapa de Risco Covid-19

vacina_es

Guarapari abre novo agendamento para terceira dose de vacina da Covid-19

Serão atendidos idosos com 60 anos ou mais que tomaram segunda dose de qualquer vacina da Covid-19 há cinco meses ou mais

Anúncio