Anúncio

Vacinação de idosos com mais de 60 anos já está autorizada no Espírito Santo

Segundo secretário, o município que alcançar 90% do público-alvo daquele momento, já pode dar sequência a vacinação do grupo seguinte.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 18 de fevereiro de 2021 às 08:30
Atualizado em 19 de fevereiro de 2021 às 08:45

Anúncio

Foto: divulgação/ Sesa.

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, afirmou em live na tarde de hoje (17) que o Estado vai adiantar a aplicação da primeira dose da vacinação da população idosa. A live também contou com a participação do subsecretário em Vigilância de Saúde, Luiz Carlos Reblin. Entre os assuntos, também foi citada a chegada de novas doses ao estado na próxima semana.

De acordo com o secretário, as doses que estavam reservadas para a segunda aplicação serão usadas para adiantar a aplicação em idosos, antecipando novos grupos e população alvo. Segundo Fernandes, na próxima semana, um novo lote de doses será entregue ao Espírito Santo. A expectativa é que as novas doses disponibilizadas sejam da Coronavac.

“Toda a população com mais de 60 anos já é objeto da resolução que autoriza a vacinação dos grupos etários. No entanto, ela ocorrerá de maneira descendente. O município que alcançar 90% do público-alvo daquele momento, poderá dar sequência a vacinação do grupo seguinte”, explicou o secretário. Como exemplo, o município que alcançar a taxa de 90% de vacinação da população com mais de 90 anos, poderá avançar para a vacinação da população de mais de 85 anos.  

O subsecretário, Luiz Carlos Reblin, destacou que já há uma portaria publicada no Espírito Santo que autoriza a vacinação dos grupos etários.

Carnaval

O secretário também fez uma breve avaliação do Carnaval no Espírito Santo. “O cancelamento das festas oficiais, sem dúvida, repercutirá em vidas salvas. A realização do Carnaval normal poderia representar uma soma muito maior do que foi percebido no ano passado, como as eleições e nas festas de fim de ano. Seria catastrófico para todo o país”, disse.

Ele também lamentou pelas pessoas que, mesmo com as proibições, realizaram aglomerações. “Aqueles que não ouviram as recomendações e que não tiveram empatia, queremos lamentar. Pois estes irão adoecer nos próximos dias, poderão infectar pessoas próximas e até chorar a morte de alguém. A doença vive no país e não está controlada”, destacou, parabenizando as ações dos órgãos de fiscalização.

O subsecretário Reblin orientou que as pessoas que se aglomeraram nestes dias de Carnaval precisam buscar isolamento e ficar atentos aos sintomas da covid-19. “Ao menor indício, procure o serviço de saúde e avalie a necessidade da realização de um exame para identificar a doença. Se tiver positivo, você poderá se isolar para não transmitir a doença”, disse.

*Com informações de Sesa e Redação Folha Vitória.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

Anúncio

Anúncio

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

mortes covid2

Covid-19: número de óbitos em Guarapari chega 390; 15.201 pessoas já foram infectadas

Anúncio

Instrução APH

Militares da Força Tática de Guarapari participam da instrução de pré-hospitalar tático

coronavac-instituto-butantan

ES aguarda mais de 79 mil doses de vacinas da Coronavac e da Pfizer nesta quinta (17)

Anúncio