Anúncio

Vereador de Guarapari pede que prefeitura conceda isenção de impostos a moradores

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 22 de abril de 2020 às 18:16
Atualizado em 22 de abril de 2020 às 18:23

Anúncio

Thiago Paterlini também solicitou que os comerciantes afetados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) fossem liberados do pagamento de alvará e taxas específicas

Vereador Thiago Paterlini Monjardim. Foto: Reprodução / Arquivo

Recentemente, o vereador Thiago Paterlini encaminhou à Prefeitura de Guarapari um pedido para que o Município conceda aos moradores a isenção de IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), taxas de coleta de lixo e iluminação pública. Além disso, o parlamentar também solicitou a suspensão da cobrança de alvará e taxas aos comerciantes locais, visto que a paralisação das atividades comerciais, motivada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), causou prejuízos aos contribuintes. 

No dia 26 de março, o parlamentar solicitou, por meio de ofício, que o Executivo conceda a isenção do alvará de funcionamento e outras taxas específicas aos comerciantes do município que sofreram prejuízos com o comércio fechado, durante o período de distanciamento social. “Muitos perderam os seus empregos ou, por manter os comércios fechados, não têm faturamento para pagar tais impostos. Além disso, não é justo que paguem por algo que não estão usufruindo”. Segundo o vereador, a medida seria um incentivo ao comércio local. 

Já o segundo ofício, protocolado pelo vereador no dia 31 de março, solicita que o Município conceda a isenção de impostos municipais às famílias que não possuem condições de atender às cobranças. “A ideia é que o contribuinte interessado faça o pedido de isenção, comprovando a inexistência do recurso para pagar o imposto, fruto da perda do emprego ou falta de receita do comércio e, após um estudo técnico realizado pela Prefeitura, seja concedida a isenção”, explica Thiago Paterlini. 

Diante disso, procuramos a Prefeitura para esclarecer se os pedidos do vereador serão atendidos. Por meio de nota, o Executivo informou: 

“No dia 06 de abril de 2020, através do Decreto 229/2020, a Prefeitura de Guarapari, adotou medidas que buscam amenizar os impactos econômicos da pandemia de coronavírus.  Neste decreto, foram prorrogados os prazos de pagamentos de tributos como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre serviço de qualquer natureza (ISSQN). Entretanto o município não pode conceder isenção, ou seja, abrir mão de receita.

Vale ressaltar que todos os requerimentos dos vereadores estão sendo respondidos à câmara”. 

Texto: Nicolly Credi-Dio

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

pronunciamento-16.11.22

66° Mapa de Risco mantém Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco baixo para Covid-19

ES anuncia retomada de eventos esportivos e confirma Jogos Escolares em Guarapari

Evento vai acontecer em Setembro em formato específico para evitar contágio pelo Coronavírus

Anúncio

Anúncio

CasadeApoio

Bazar arrecada valores para manter serviços ofertados em Casa de Apoio de Guarapari

A ONG “Amigos no Bem” inaugurou a Casa de Apoio Matheus Garcia no ano passado. Somente no último mês, o local distribuiu 115 cestas básicas e 25 caixas de leite aos mais necessitados

afag-futebol-guarapari-2021-07-30-3-1

Final do Campeonato da Cidade de Guarapari acontece neste domingo (01)

Anúncio

educação

Sedu abre processo seletivo para professores efetivos e em designação temporária

taxis-guarapari-fiscalizacao-2021-07-30

Fiscalização de táxis de Guarapari começa na próxima segunda-feira (02)

Anúncio