Anúncio

Vereador rompe com base do executivo e diz que vai atuar de forma independente

Por Glenda Machado

Publicado em 28 de março de 2018 às 17:16
Atualizado em 28 de março de 2018 às 17:16
Anúncio

O vereador Lennon Monjardim, declarou na tarde de ontem (27), em uma mensagem de sua autoria e enviado a um grupo de Whatsapp, que rompeu com a base do prefeito Edson Magalhães por diversos motivos, entre eles, segundo o parlamentar “é ser livre e poder votar consciente com suas próprias decisões”.

A reportagem do FolhaOnline.es entrou em contato com o vereador que afirmou que mesmo rompendo com o executivo, não se declara como oposição, mas sim como posição. “Mesmo enquanto base votei várias vezes com o coração e contra o que era sugerido pelo executivo. Hoje me declaro como posição, um vereador que tem posicionamento e que luta por aquilo que acredita. Não temos que ser oposição, não gosto dessa palavra. Acredito que lutar pelos direitos do povo e legislar pelo município é o grande papel de um vereador”, completou Lennon.

Vereador rompe com a base do executivo e diz que vai atuar de forma independente. Foto: arquivo.

O vereador também disse que não conseguiu ser ouvido pela administração para resolver problemas imediatos e não conseguiu sensibilizar a gestão. “São coisas simples, que têm que ter solução e até agora nenhuma atitude louvável dos que podem resolver os problemas é apresentada”, desabafou. Apesar da atitude repentina, Lennon disse que já estudava a saída da base há algum tempo.

“Já estudava essa saída. Respeito todo o secretariado, mas infelizmente o modo de trabalho do executivo não compactua com o que acredito. Quero ficar com a minha consciência tranquila e trabalhar em prol do município sem amarras e arrependimentos”, completou o vereador.

Lennon admitiu ter votado uma vez fora do que acreditava, e se arrepende. “Teve uma votação sobre a suplementação que sei que votei errado. As outras votações estou com a consciência tranquila. E é isso que quero continuar fazendo e agindo de forma independente”.

Sobre o seu caminho a frente da legislatura o vereador reforça que quer continuar trabalhando em prol da economia e o desenvolvimento de Guarapari. “Pretendo continuar fiscalizando, promovendo e trabalhando pela economia do município e despertar o potencial empreendedor da cidade. Quero aplicar o verdadeiro serviço do vereador que é legislar”, justificou.

Leia o desabafo do vereador na íntegra:

Boa noite pessoal.

Caros amigos parlamentares, sou muito grato a todos vocês pelo convite, recepção e carinho que recebi neste grupo. “Base”

Quando me convidaram para fazer parte da base e automatimente do grupo, grupo este que  acho muito válido, fiquei surpreso, pois, eu ja sabia que haviam feito outro grupo em dezembro e não haviam me colocado no mesmo devido uma votação contrária ao executivo, só para constar, eu não fiquei chateado, aceitei normalmente pois entendo o jogo político.

Bom, fui colocado novamente neste grupo que estava até hoje, mas confesso aos colegas que eu não estou sendo feliz e nem me sentindo a vontade para apoiar o executivo,  eu gosto de ser livre e tomar minhas decisões, votar no que acho melhor para população, bem diferente do andam falando aos 4 cantos que sou guiado por Thiago, isso não é verdade!!! 

Quero chegar em casa de consciência leve e limpa por ter votado no que meu coração mandar, vi e ainda vejo colegas com as mãos suadas, lábios pálidos e coração partido por votar com livre e espontânea pressão.

Amigos isso não é culpa de ninguém e sim somente dos acordos políticos e suas manobras.

Não tenho nada contra nenhum dos colegas… pelo contrário, acho que podemos fazer a diferença na política, de tantas qualidades que vejo em cada um dos 17 vereadores.

Fiquem tranquilos, em todo esses dias em que fiquei no grupo eu li e interpretei todas as conversas mas guardei pra mim, foram comentados várias coisas e de tudo um pouco, eu não repassei pra ninguém, nem assessor, nem esposa, muito mesmo para outros parlamentares que não estão neste grupo.

Fui justo e profissional. Neste dias em que fiquei aqui, fui em defesa dos amigos e sempre serei, como fiz quinta por Fernanda e  Wendel  e automaticamente para o parlamento. Primeiro chamei atenção do Atílio, pois estava sendo desleal com a amiga e logo após conversei com aqueles meninos que estavam passando dos limites, concordei com a colocação do presidente  e tirei a razão daquele grupo, disse a eles que desta forma eles estavam perdendo a linha e a razão.  Perseguição não é o mesmo que oposição.

Enquanto fui base tentei ser o mais correto bem como acompanhar os nobres nas votações, mas nem todas eu os acompanhei, devido a este comportamento que tenho tomado, eu prefiro seguir meu caminho…longo caminho!

Agradeço de coração a todos mas irei me desligar do grupo,  quero deixar bem claro que irei me desligar do grupo e não dos amigos, não podemos deixar a política estragar boas amizades, tenho bom relacionamento com todos. o amigo que me desentendi, isso já foi passado e superado, que não tenho nada mesmo contra o nobre amigo.

PRESIDENTE quero que saiba que você tem o meu apreço e ganhou ainda mais o meu respeito pela conduta e também pelo fato de cumprir com seus acordos parabéns.

Irão me perguntar. Lennon, você vai ser oposição?? Não!  Quero apenas ser livre e desempedido para votar no que o coração mandar e ou que eu achar de melhor.

E que fique bem claro, eu não quero perder a amizade de ninguém por escolher uma outra via de conduzir meu mandato, gosto muito de vocês.

Mas peço também, que não me prejudiquem, pois jamais faria isso com vocês.

Lennon Monjardim.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Mais uma morte pelo novo Coronavírus em Guarapari

Dos 3.742 moradores de Guarapari que contraíram o vírus, 3.470 estão curados 8 hospitalizados e 124 vieram a óbito

fora edson

Guarapari: placa com #ForaEdson é retirada, mas autor recorre contra decisão judicial

Anúncio
Anúncio
Júlio César

STF julga processo iniciado por universitário de Guarapari

Júlio César Carminati deu início ao pedido de Habeas Corpus coletivo em 2018

cesan-guarapari

Cesan nega comunicado de paralisação de abastecimento para Anchieta e Guarapari

Anúncio
Bárbara Hora

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Bárbara Hora

Litza Aoni (2)

Advogada cria loja com produtos à base de cannabis, em Guarapari

Anúncio