Anúncio

“Vida sim, aborto não”, ES realiza a 4ª Marcha pela vida

Por Aline Couto

Publicado em 26 de setembro de 2018 às 12:35
Atualizado em 26 de setembro de 2018 às 12:46
Anúncio

“Não seja indiferente a uma vida, seja filho de qual pai ou mãe, também são nossos filhos, nossos irmãos”, Movimento Brasil Sem Aborto.

“Vida para viver! Uma marcha para toda a família celebrando o direito à vida e por uma cultura de paz!” essa é a bandeira levantada pelo Movimento da Cidadania pela Vida Brasil sem Aborto que defende o direito à vida desde a concepção, e a não legalização do aborto no Brasil. Um dos objetivos do Movimento é envolver os cidadãos brasileiros no debate sobre o aborto, para que cada pessoa possa se posicionar a respeito do assunto. Além de coletar assinaturas em favor da aprovação do Estatuto do Nascituro (Projeto de Lei 478/2007), que defende a vida da criança por nascer.

No próximo sábado (29), o Comitê Espírito Santo do Movimento Brasil Sem Aborto promoverá, em Vitória, a 4ª Marcha pela Vida. A concentração será às 14h30 na Praça dos Namorados, Praia do Canto, e segue 1,5 Km até o Jardim Camburi. A responsável pelos assuntos científicos do Comitê Espírito Santo, a médica geneticista, Drª Maria do Carmo de Souza Rodrigues, garante que a vida começa no momento da fecundação e que a morte tem que acontecer de maneira natural. “Queremos conscientizar a população sobre o início da vida humana e sobre as conseqüências que um aborto oferece. Também vamos seguir batalhando para que o Estatuto do Nascituro, que hoje ainda está em tramitação, seja apreciado no plenário”.

De acordo com a médica ginecologista e obstetra, Drª Sâmara Mattar Castro Novaes, o aborto não é opção em nenhuma possibilidade, além de existirem diversas formas de prevenção. “Mesmo na violência sexual, a grávida pode receber apoio de grupos de acolhimento, e, se decidirem não ficar com o bebê podem encaminhar para a adoção. O aborto não anula a violência, não faz ser esquecida”.

Para Drª Sâmara, nem em casos de anencefalia o aborto é aceitável. “A criança anencéfala pode viver muitos anos. Ela não ter o cérebro, mas possui sentimentos e sensações que a fazem interagir com o mundo e as pessoas”, disse acreditando que “quem dá a vida não pode tirá-la”.

Segundo a ginecologista, fisiologicamente está registrado que a mulher grávida vai parir, portanto esse ciclo é quebrado gerando toda questão dentro da mulher, surgindo os problemas psicológicos. “A mulher que faz um aborto sofre do luto não autorizado, o não direito a tristeza se foi uma decisão da própria. Ela acumula dores na alma e na consciência, e a grande maioria se arrepende depois. Ela tem dificuldade de se relacionar novamente e desenvolve ou potencializa problemas já existentes, como depressão e alcoolismo, e pode até levar ao suicídio”, relatou.

A médica ainda citou que os problemas físicos são muito recorrentes nesses procedimentos. “Há sempre o risco de perfuração uterina, perda do útero, infecção e sangramento, que podem causar a infertilidade, e, pode levar até a morte. Mesmo o aborto legalizado e os procedimentos sendo feitos forma correta, não diminui a possibilidade dessas complicações”.

Para a Drª Sâmara, o amor cura tudo. “Temos que ter mais amor próprio e ao próximo. Mesmo quem fez o aborto tem que arrumar uma forma de se perdoar e seguir em frente. O mal já foi feito, mas não precisa continuar nele”.

Movimento Brasil Sem Aborto

Criado em 2006, o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto é uma organização de natureza suprapartidária e supra-religiosa que defende a preservação da vida desde sua concepção. Foram organizados comitês estaduais e municipais, que contam com a participação de diversos setores da sociedade.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

juliate

Cantora de Guarapari é alvo de ataques racistas na internet e família cobra justiça

Familiares formalizaram a denúncia e esperam que o autor do crime seja responsabilizado

Foto: Reprodução

Sesi e Senai ES estão com inscrições abertas para cursos online gratuitos

Os cursos do Senai possuem carga horária de 14h e abrangem as áreas de Automotiva, Construção Civil, Energia, Gestão, Informática, Logística, Meio Ambiente, Metalmecânica, Segurança do Trabalho, entre outras

Anúncio
Anúncio
multiplique2

Pizza Solidária: dinheiro arrecadado vira cestas básicas para famílias carentes de Guarapari

A ação acontece desde março e já gerou doação de quase quatro toneladas de alimentos

camara-2-550x482

Vereadores aprovam isenção de IPTU para ONGs de Guarapari

Anúncio
Captura de tela 2020-09-17 164812

Campanha do Hifa Guarapari arrecada máscaras para pacientes e acompanhantes

“Doe máscaras salve vidas” conta com a solidariedade em meio a pandemia

educação

Alfredo Chaves é um dos municípios capixabas com melhor desempenho no Ideb

A cidade destacou-se por superar a meta projetada para o ano de 2019 e por estar classificado nas primeiras posições no ranking estadual

Anúncio