Anúncio

Audiência Pública em Guarapari promove discussão sobre a exigência do “Habite-se”

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 15 de maio de 2019 às 10:43
Atualizado em 15 de maio de 2019 às 10:43
Anúncio

A Lei Complementar nº 098/2017 exige que edificações tenham a Certidão de Habitabilidade para que sejam regularizadas.

Audiência discute Lei Complementar em Guarapari. Foto: Arquivo/folhaonline.es

Na próxima quinta-feira (16), as 18h, acontece na Câmara de Guarapari uma Audiência Pública para discutir e promover melhorias na Lei Complementar (LC) nº 098/2017, que exige a apresentação da Certidão de Habitabilidade, o “Habite-se”, para que qualquer edificação seja regularizada. O objetivo do encontro é atender demandas de comerciantes que têm se sentido prejudicados por alguns dispositivos da lei.

De acordo com o proponente da audiência, vereador Denizart Zazá (PSDB), é necessário fazer algumas alterações na LC. “Essa lei diz que qualquer edificação deve ter o Habite-se, inclusive prédios mais antigos, que foram construídos antes de ela ter sido sancionada. Só que um proprietário antigo não tem essa facilidade de regularizar um prédio que está lá há anos. Então, é preciso discutir alternativas voltadas para essas pessoas”, explicou.

O vereador comentou que alguns pontos da lei prejudicam o município, principalmente o comércio de Guarapari. “Para um comerciante ter um Alvará de Licença, é obrigado a ter o Habite-se. Isso gera um gasto imenso, principalmente para aqueles locais mais antigos, alguns podem até falir”, exemplificou.

Zazá enfatizou que, para que a lei seja eficiente, é preciso que sejam criadas condições alternativas para esse público. “Quando foi sancionada, essa lei não foi discutida com a população, por isso propomos essa audiência pública. É necessário que a população, juntamente com a prefeitura, engenheiros, contadores pensem em medidas para que esse documento beneficie a todos”.

Serviço:

Audiência Pública sobre o “Habite-se”

Data: 16 de maio – quinta-feira

Horário: 18h

Local: Plenário da Câmara de Guarapari

 

Texto: Sara de Oliveira

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Prefeitura proíbe caminhada na orla das praias de Guarapari aos fins de semana

A medida restritiva será válida, excepcionalmente, nos dias 06, 07, 13 e 14 de junho; Confira outras determinações divulgadas nesta quarta-feira (03)

Da esquerda para a direita: Tenente Coronel Caus, da Polícia Militar; Prefeito de Guarapari, Edson Magalhães; Tenente Coronel Bruno, do Corpo de Bombeiros. Fotos: Folhaonline.es

Apenas comércios essenciais poderão funcionar nos fins de semana em Guarapari

A medida, que tem por objetivo reduzir a taxa de circulação no município, valerá a partir deste sábado (06); Comerciantes que desobedecerem as restrições poderão ter alvará de funcionamento cassado

Anúncio
Anúncio
comercio1-550x309

Guarapari terá nove dias de isolamento total a partir das 19h

A partir do dia 06 até o dia 14 de junho não será permitido permanecer nas ruas após as 19h e os comércios não essenciais devem permanecer fechados nos finais de semana

covid-19-drive-thru-teste-coronavirus-teste-rapidos-titri-foto-Flávio-Tin-_MG_8593-15042020-scaled

Estudo aponta mais de 200 mil capixabas infectados; Guarapari participará da próxima etapa

A partir do levantamento, o ES poderá reconhecer com mais precisão o padrão de comportamento da Covid-19 em solo capixaba

Anúncio
fiscais

Ação da fiscalização da prefeitura de Guarapari provoca reação do setor turístico

Foto: Divulgação

Guarapari: Obras de extensão da Avenida Paris estão em fase final