Anúncio

Comerciantes se queixam de banheiros da orla do canal de Guarapari, que seguem fechados

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 18 de fevereiro de 2020 às 16:46
Atualizado em 18 de fevereiro de 2020 às 17:07

Anúncio

Embora a obra tenha sido entregue em setembro de 2018, os banheiros nunca foram liberados para uso

Os banheiros foram interditados após depredação. Foto: Folhaonline.es

A obra da nova orla do canal de Guarapari foi entregue em setembro de 2018, contudo, os banheiros nunca foram abertos ao público. A falta de acesso aos sanitários é motivo de queixa dos comerciantes dos arredores e pedestres que circulam pelo local. Isso porque, com a interdição dos banheiros públicos, eles se veem obrigados a pagar para utilizar outro espaço.

Uma comerciante, que preferiu não ser identificada, afirma que trabalha nas proximidades do canal e, por não poder utilizar o banheiro do local, gasta cerca de R$5 por dia. “Nós temos uma necessidade muito grande de ter um banheiro público aqui, porque a gente acaba usando o banheiro da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, que cobra um real por uso. Então eu acabo gastando cinco reais por dia para ir ao banheiro, o que no fim do mês é um gasto muito grande”, conta ela.

Segundo a comerciante, ela não é a única prejudicada pela falta dos banheiros públicos, os pescadores, ambulantes e turistas também são afetados. “Os turistas que chegam de escuna precisam usar o banheiro e nos pedem informação, a gente acaba indicando a Igreja Católica. É uma vergonha para a gente ter uma orla tão bonita e um banheiro que não pode ser usado”.

A entrevistada relata ainda que, embora nunca tenham sido abertos para uso, os banheiros já não encontram-se em perfeito estado. “Colocaram tapumes na entrada porque algumas pessoas entravam lá e destruíam as coisas. As pias e vasos sanitários estão todos quebrados”, diz. Em abril de 2019, após a divulgação de um vídeo que exibia o estado de depredação do espaço, Prefeitura Municipal de Guarapari interditou a entrada dos sanitários com tapume chumbado e isolou as portas com concreto. Desde então, o acesso aos banheiros permanece bloqueado.

A Prefeitura interditou a entrada dos sanitários com tapume chumbado. Foto: Folhaonline.es

Josimilson Campos de Oliveira tem uma banca de peixe em frente à orla do canal e conta que, quando quer usar o banheiro, recorre a outro comércio, que também cobra R$1 pelo uso. No entanto, quando se trata dos clientes, o constrangimento é maior. “Às vezes a pessoa vem comprar um peixe e pergunta onde fica o banheiro, é realmente muito constrangedor não ter um banheiro público para indicar”.

Procuramos a Prefeitura para esclarecer se os banheiros passarão por reformas e quando serão liberados para uso, mas, até o fechamento desta reportagem, não obtivemos respostas.

Em tempo:

No último contato que fizemos com a Prefeitura, em abril de 2019, a Secretaria de Postura e Trânsito informou que a gestão da orla estava sob responsabilidade do Governo do Estado. Na ocasião, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES) afirmou que a administração do local havia sido transferida para a Prefeitura desde o final de 2018.  Procuramos novamente o DER, que confirmou a informação fornecida anteriormente.

Texto: Nicolly Credi-Dio

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

caso-agressao-pm-gri-2021-09-28

Policiais agridem mulher em Guarapari; Casagrande pede providências imediatas

pfizer

Guarapari realiza agendamento para segunda dose da vacina Pfizer contra a Covid-19

Anúncio

Anúncio

Foto: Reprodução

Pacientes não conseguem medicamento para tratamento de Parkinson em Guarapari

sequelas cirurgia8

Com sequelas devido a uma cirurgia, jovem de Guarapari precisa de tratamento e mãe pede ajuda

Anúncio

impostos-combustiveis-gasolina-2021-09-28

Para evitar aumentos, Governo do Espírito Santo congela imposto de combustíveis

processo_seletivo-2021-04-01

Anchieta abre seleção com remuneração de até R$9 mil

Inscrições acontecem nesta quinta (30) e sexta-feira (01)

Anúncio