Anúncio

Coronavírus: Mapa classifica Anchieta em risco “Moderado”; Município tem sete casos confirmados

Por Carolina Brasil

Publicado em 20 de abril de 2020 às 10:57
Atualizado em 12 de maio de 2020 às 15:16
Anúncio

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado nesse domingo (19)

Anchieta está realizando testes rápidos nos profissionais da saúde e outros servidores que atuam nas ações de enfrentamento à Covid-19. Foto: Divulgação/PMA

De acordo com o boletim epidemiológico, divulgado às 17h20 desse domingo (19) pela Prefeitura de Anchieta, o município registra sete casos confirmados oficialmente do novo Coronavírus. O bairro de Iriri tem dois infectados, seguido de Nova Jerusalém, Morro da Penha, Parati, Porto de Cima e Benevente, com um caso cada.

Em Anchieta, conforme a divulgação, são 22 casos notificados. Destes, sete foram descartados para a Covid-19, oito estão sob investigação e sete estão confirmados. A cidade ainda não registrou a cura de pacientes.

Testes rápidos

Vale lembrar que a Secretaria Municipal de Saúde de Anchieta iniciou a realização de testes rápidos da Covid-19 em profissionais da saúde e outros servidores que atuam na linha de frente das ações de enfrentamento à pandemia. Segundo a última divulgação, em 180 testes realizados, três, inicialmente, foram positivos, mesmo não apresentando os sintomas da doença. Na oportunidade, o município informou que as providências elencadas no protocolo foram tomadas e que esses servidores seriam novamente testados para confirmação do resultado.

Porém, esses casos positivos do novo Coronavírus detectados por meio de testes rápidos, não estão incluídos no Boletim Epidemiológico diário que é emitido pelo município junto à Secretaria de Estado da Saúde porque o Estado só reconhece os que são testados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-ES), que seguem outros padrões (RT-PCR), considerados fidedignos para a detecção do vírus.

Imagem: Divulgação/PMA

Risco Moderado

No último sábado (18), o governador Renato Casagrande anunciou que o Estado vai adotar um Mapa de Gestão de Risco para estabelecer medidas de cada município no combate ao novo Coronavírus (Covid-19). O mapa leva em consideração o número de casos registrados e faz a classificação em três grupos de risco – Baixo (verde), Moderado (amarelo) e Alto (vermelho). A medida se tornou o Decreto Nº 4636-R, publicado ontem (19) em Diário Oficial.

De acordo com o documento, Anchieta foi classificada com risco Moderado. A cidade e outras oito (Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Iconha, Marechal Floriano, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina e Vargem Alta), que se limitam com as do grupo vermelho (alto Risco), foram incluídas automaticamente nessa classificação e devem seguir as seguintes ações:

Sociais:

  • Orientação/conscientização para isolamento social e distanciamento social (DISK Aglomeração)
  • Orientação/conscientização para adoção de medidas de proteção (máscaras e higiene)
  • Abordagem às pessoas para orientação
  • Comunicação social, por meio de rádio, carros de som e outros
  • Recomendação para que pessoas dos grupos de risco permaneçam em isolamento total
  • Instalação do Sistema de Comando de Operações e centro de comando em saúde, conforme previsto na portaria
  • Os Municípios deverão editar recomendações quanto ao isolamento social com intervenção local
  • Determinação às pessoas para uso de máscaras fora do ambiente residencial
  • Monitoramento de casos suspeitos e infectados

Comerciais:

  • Funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais com medidas qualificadas de 1 cliente por 10 m2, distanciamento social em filas
  • Funcionamento dos estabelecimentos comerciais entre 10h e 17h com a obrigatoriedade de uso de máscaras por funcionários e clientes para cidade com menos de 70 mil habitantes
  • Adoção de dois turnos de funcionamento para os estabelecimentos comerciais nas cidades com mais de 70 mil habitantes, que deverão ser objeto de organização do Município
  • Lojas em galerias e centros comerciais devem funcionar em apenas um dos dois turnos previstos
  • Galerias e centros comerciais devem funcionar com 50% (cinquenta por cento) da ocupação (1 pessoa por 14 m2)

Transporte Público:

  • Intensificação da limpeza interna dos ônibus

Limites Municipais:

  • Implantação de barreira sanitária, pela autoridade municipal, nos limites dos Municípios
  • Implantação de barreira sanitária nas rodoviárias

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

dna (5)

Chuva e vento destroem refeitório de fábrica, em Guarapari

e39d896a-88d6-4014-a632-46f2afd7a5d5

Grupo promove ação de limpeza do Rio Una em Guarapari e convida voluntários

Há 16 anos o “S.O.S Rio Una” coleta lixo sólido das margens do Rio Una, além de promover ações de conscientização

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Covid-19: mais 27 pessoas se curam da doença em Guarapari

PM GRI

PM de Guarapari faz sucesso na internet e tem mais de 80 mil seguidores

Raphael Santana também faz faculdade de direito e trabalhos como modelo

Anúncio
Foto: Arquivo/Folha

INMET emite alerta de chuva forte e ventos intensos em Guarapari

Ao todo, 50 municípios capixabas podem ser afetados pela mudança climática; Há risco de alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de rios

HFA_fachada_tratada-1024x778

Votação popular: Hifa Guarapari pode ser contemplado com emenda parlamentar

A proposta consiste na renovação do Parque Tecnológico da Unidade Hospitalar do Centro Cirúrgico com aquisição de novos equipamentos

Anúncio