Anúncio

Crea alerta que 35% da água é desperdiçada antes chegar ao consumidor final

Por Livia Rangel

Publicado em 3 de fevereiro de 2015 às 11:00

Anúncio

torneira

Segundo o Crea-ES, as perdas vão desde a captação à distribuição.

Em tempos de escassez de água e racionamento é cada vez mais premente que todos contribuam para evitar o desperdício. Mas o Crea (Conselho de Engenharia e Agronomia do ES) alerta que 35% da água é desperdiçada ainda durante sua captação, tratamento e distribuição. Para o conselheiro do Crea, Engº Civil Jaime Veiga, o Governo também deve tomar providências em relação ao desperdício.

“Não adianta punir o cidadão que lava seu carro, quando a agência de água e esgoto desperdiça 1/3 do que distribui. O governo também tem que fazer o seu dever de casa”, diz Veiga.

Ele explica que um mapa de manutenção e operação seguido rigorosamente reduz substancialmente as perdas. “Para se ter uma ideia, a indústria, que responsável por 22% do consumo total de água, tem baixo desperdício. Isso porque, como pesa no bolso, o setor tem  maior controle de seus processos e age imediatamente quando há perdas”, conclui.

Políticas de Estado. Para o presidente do Crea, Engº Agrônomo Helder Carnielli é fundamental se estabelecer uma Política de Estado estratégica com ações que priorizem  a produção, reservamento e reuso dos recursos hídricos, na agricultura, indústria e serviços.

“É necessário um cadastro dos usuários local e ampliado, tantos da área agrícola, quanto da indústria e de serviços. O que se tem hoje é mínimo ou nulo diante a necessidade. As ações devem se basear nesses dados e serem utilizadas de forma estratégica, em um Plano de Recursos Hídricos, e em conjunto por secretarias como de Meio Ambiente, Agricultura e Desenvolvimento”, conta.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Imagem-do-WhatsApp-de-2024-07-02-as-14.22.32_930ee451

Prestes a lançar novo filme, Rodrigo Aragão quer formar novos talentos do cinema em Guarapari

Cineasta finaliza seu novo longa, que se passa em um prédio assombrado por fantasmas na Praia do Morro

{"eId":"703898471388870","CameraPosition":1}

Hotéis e pousadas das montanhas preparam mimos para hóspedes durante a Festa do Morango

34ª edição do evento já está com ingressos à venda

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Schadenfreude

letreiro-guarapari-es-2021-08-27

Coluna Dom Antônio: O que falta para Guarapari ser uma cidade turística de verdade

Anúncio

regulamento foto (3)

Coluna Entenda Direito: A importância do Regulamento Interno das empresas nas relações de trabalho

Pipas_divulgacao

Guarapari foi a cidade mais atingida por problemas causados por pipas na rede elétrica

Nos primeiros meses do ano, cidade teve 1.668 clientes afetados na região; riscos de acidentes aumentam nas férias

Anúncio