Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Espinhos nas calçadas de Guarapari no

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 14 de fevereiro de 2021 às 09:00
Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 às 16:12

Anúncio

Fotos: Antônio Ribeiro

Andar a pé é uma das atividades mais salutares na Cidade Saúde, quer a passeio ou por necessidade. Pena colocar moradores e turistas em situações de risco, principalmente no centro da cidade.

Tão certo quanto isso é o perigo que existe e se corre, na forma de tombos e quedas nas estreitas e irregulares calçadas de Guarapari, que com algumas medidas e ações práticas podem melhorar.

Enganam-se os que pensam ser árvores e postes os obstáculos considerados maiores inimigos de quem anda por nossas calçadas, mormente os que tem pressa ou alguma limitação visual.

As maiores são na opinião de muitos da melhor idade, o piso irregular ou esburacado e as verdadeiras invasões ocasionadas por muros e paredes, que não obedecem nossa lei 2.598 de 2006.

Além da conhecida calçada cidadã para deficientes visuais, a legislação municipal estabelece um recuo mínimo de um metro e meio para a calçada, a fim de garantir boa circulação de pedestres.

Problema sério é o fato de algumas edificações não respeitarem a lei, principalmente em ruas mais antigas, difíceis de andar e um verdadeiro martírio a quem precisa transitar por elas.

Degraus e rampas íngremes, que são proibidos, deveriam ter ao menos sinalização de advertência, assim como as entradas de garagens em desnível, para dar um mínimo de segurança a todos.

Uma sugestão para situação comum em Guarapari, a existência de postes em calçadas estreitas, quase não permitindo passagem: colocar estes na área de estacionamento dos carros, sem inviabilizar este.

Evitar ruas com calçadas problemáticas é iniciativa dos conscientes, penalizando o comércio destas ruas, que gradativamente levará lojas a se mudarem, quando não encerrarem as atividades.

Denúncias de irregularidades, são a principal forma de combater inescrupulosos e aos poucos ir evitando estas infrações. Colabora a facilidade de fazer foto na hora com o celular e mandar junto.

Denúncias e reclamações devem ser feitas à SEMAP pelo 3362.2738.

Antônio Ribeiro é Administrador pelo Mackenzie, Especialista em Marketing pela PUC e MBA pela FGV.

Contato: [email protected]

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

Anúncio

Anúncio

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

mortes covid2

Covid-19: número de óbitos em Guarapari chega 390; 15.201 pessoas já foram infectadas

Anúncio

Instrução APH

Militares da Força Tática de Guarapari participam da instrução de pré-hospitalar tático

coronavac-instituto-butantan

ES aguarda mais de 79 mil doses de vacinas da Coronavac e da Pfizer nesta quinta (17)

Anúncio