Anúncio

Escolas Municipais de Guarapari retomam aulas presenciais na segunda-feira (01)

Retorno será gradual, por revezamento e em etapas, sempre condicionado à classificação do município no Mapa de Risco do Governo do Estado

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 24 de fevereiro de 2021 às 18:15
Atualizado em 25 de fevereiro de 2021 às 18:00

Anúncio

Aulas presenciais de Guarapari
Fotos: Divulgação/ Prefeitura de Guarapari.

As aulas presenciais na Rede Pública Municipal de Ensino retornam na próxima segunda-feira (01). A Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed), divulgou hoje (24) as ações que estão sendo tomadas para o início do ano letivo de 2021.

Este mês está sendo realizada a finalização dos preparativos das escolas para cumprimento dos protocolos de segurança sanitária e para a acolhida de alunos e servidores. Além disso, estão acontecendo reuniões, planejamentos e formações dos profissionais, com vistas a ampliar o preparo da Rede de Ensino para o retorno às aulas, diante dos novos modelos de ensino, devido à pandemia.

A decisão foi tomada no início do mês de fevereiro, em reunião extraordinária juntamente ao Comitê de Emergência em Saúde Pública – CESP, com respaldo no Decreto Estadual nº 4740-R, de 29 de setembro de 2020. O preparo das escolas se iniciou no ano passado e as últimas pendências estão sendo concluídas no mês de fevereiro.

Desde o mês de dezembro a Vigilância Sanitária iniciou a vistoria às escolas municipais, e no final de janeiro, intensificou as visitas para que as escolas estivessem vistoriadas e aptas ao recebimento do público, com cumprimento dos protocolos sanitários de biossegurança.

Em comunicado divulgado hoje (24) a Prefeitura informou que o retorno às aulas presenciais será gradual, por revezamento e em etapas, sempre condicionado à classificação do município no Mapa de Risco do Governo do Estado. O revezamento será semanal, no qual as turmas serão divididas em dois grupos, com a frequência de 50% dos alunos em cada semana. Será implementado o modelo de ensino híbrido, ou seja, serão trabalhados os componentes curriculares de forma presencial para um grupo, enquanto a outra parte da turma realiza as atividades não-presenciais remotamente. Na semana seguinte, se invertem os grupos.  

Também haverá escalonamento entre as etapas/segmentos de ensino para que o retorno seja gradativo. Na segunda-feira (01), iniciam as aulas presenciais em revezamento para as turmas de 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). No dia 08 de março, será o retorno das aulas presenciais em revezamento para as turmas da pré-escola (04 e 05 anos de idade) e 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental. As turmas da creche (0 a 3 anos), iniciam o ano letivo na segunda-feira (01) em formato remoto, com previsão de retorno às atividades presenciais no dia 15 de março, porém, essa ainda é uma previsão que será avaliada pela Semed, mediante o andamento do retorno com os alunos maiores.

De acordo com a Prefeitura, as escolas estão equipadas com os insumos necessários para atendimento aos protocolos sanitários, também estando preparadas do ponto de vista pedagógico, criando estratégias para o acolhimento aos alunos, verificação da aprendizagem por meio de avaliações diagnósticas que serão aplicadas nos primeiros dias letivos de março e para a busca ativa dos estudantes que se afastaram da escola no período de suspensão das aulas.

A presença do aluno na Escola será facultativa, cabendo às famílias (pais ou responsáveis) decidirem se a criança irá ou não frequentar a escola presencialmente. Caso opte por manter a criança em casa, serão disponibilizadas as atividades não presenciais, sendo realizado o monitoramento para garantia do acesso e realização das atividades.

A Semed orienta que as famílias entrem em contato o mais breve possível com a escola para atualização dos telefones, participação nos grupos de WhatsApp da turma dos alunos, conhecimento dos protocolos adotados, informação quanto ao grupo que o aluno está inserido para participação das aulas presenciais, bem como para assinatura do Termo indicando se o estudante irá ou não frequentar a escola presencialmente.

“Esperamos conseguir aproveitar bastante cada dia letivo para recuperar a aprendizagem dos alunos e mitigar as perdas que a pandemia tem causado a todos”, finalizou a Secretária de Educação, Tamili Mardegan.

*Com informações de Prefeitura de Guarapari.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

800px-Rugendas_indios

Palestra vai debater influência da cultura indígena no cotidiano de Guarapari

momento-dvd-banda-musical-prateado

Destaque em Anchieta e região, Musical Prateado completa 30 anos de carreira

Anúncio

Anúncio

artigo-paisagens-guarapari-1

Artigo: como tornar Guarapari um lugar mais atrativo e inesquecível

vitor-e-casagrande-educacao-20212

Governo do Estado anuncia criação de 40 novas escolas de tempo integral no Espírito Santo

Anúncio

imagens-artigo-lei-incentivo-ao-esporte

Artigo: os impactos da nova Lei Estadual de Incentivo ao Esporte

policia-civil_pc_viatura

Polícia prende suspeito de tentativa de homicídio em Guarapari

Anúncio