Anúncio

Morador de Guarapari luta contra o câncer e família pede doações para arcar com custos

Após passar por uma cirurgia de retirada de um tumor cerebral, Plínio Marin ficou com o lado esquerdo do corpo paralisado e o custo com cuidados é de aproximadamente R$8 mil mensais

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 31 de agosto de 2020 às 17:14
Atualizado em 1 de setembro de 2020 às 17:11
Anúncio
Plínio Miguel Marin. Foto: Arquivo Pessoal

Recentemente, Plínio Miguel Marin passou por uma cirurgia de retirada de um tumor cerebral maligno e, desde então, encontra-se com o lado esquerdo do corpo paralisado. A condição exige cuidados especiais, como acompanhamento de cuidadores, remédios, fraldas e alimentação, que chegam a R$8 mil reais mensais. Para arcar com os custos e continuar oferecendo todo o necessário, familiares criaram, na última sexta-feira (28), a campanha de arrecadação “Todos pelo Plínio”.

Leonardo Marin, de 42 anos, é filho de Plínio e, recentemente, graças a uma campanha criada por amigos e familiares, enfrentou um câncer na laringe e, agora, pede colaborações para dar continuidade ao tratamento do pai. “Eu doei mais de metade do que recebi para o meu tratamento para ele, que está em um quadro bem mais delicado que o meu”, conta.

Desde que passou por uma cirurgia, no dia 25 de maio, Plínio encontra-se acamado, com o lado esquerdo do corpo paralisado. O mecânico, de 64 anos, tem feito uso de sondas para alimentar-se e conta com os cuidados dos filhos e especialistas. Segundo Leonardo, a maioria dos gastos não são cobertos pelo plano de saúde e, para continuar oferecendo todos os cuidados necessários ao pai, a família resolveu criar a campanha de arrecadação.

Desde que foi criada, na última sexta (28), a campanha ‘Todos pelo Plínio” já arrecadou aproximadamente R$5 mil. Apesar de parecer alto, o valor não é o bastante para cobrir um mês das despesas com o tratamento. “Somando os gastos com oncologista, fisioterapia, cuidadores, remédios, fraldas e alimentação, o custo totaliza de R$7 mil a R$8 mil mensais”, explica o filho.

Para colaborar e juntar-se à campanha, basta doar qualquer valor através do PicPay, depósito ou transferência bancária.

Seguem os dados:

Foto: Divulgação

Com esperanças de que, com o valor, poderão proporcionar os cuidados necessários para que Plínio vença a luta contra o câncer, a família agradece a colaboração.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Prefeito Gedson

Gedson Merizio pode se tornar deputado estadual por Guarapari

Os resultados das eleições municipais deste ano colocam Gedson com a possibilidade de assumir o cargo no próximo ano

Prêmio3

Professora de Guarapari está entre as finalistas do Prêmio Shell de Educação Científica

Cibele Machado é professora do nono ano do ensino fundamental II. Ela está na disputa e aguarda ansiosamente o resultado

Anúncio
Anúncio
casal-motohome (2)

Casal de Guarapari viaja em van com estrutura residencial montada por eles

Dentre os destinos favoritos do casal: Ubu, em Anchieta

praia do morro

Atrativos de Guarapari encantam agentes de viagem e imprensa paulista

Anúncio
Youtuber mirim2

Nascido em Guarapari, Youtuber mirim é exemplo de interação nas redes sociais

Davi Patrocínio, de apenas 3 anos, vem conquistando a internet com vídeos explicativos sobre a doença crônica que possui, além de incentivar outros a enfrentarem as dificuldades

atacado-vem-supermercado-foto-Antônio Ribeiro

Novos mercados promovem uma mudança radical em Guarapari

Anúncio