Anúncio

Morador de Guarapari luta contra o câncer e família pede doações para arcar com custos

Após passar por uma cirurgia de retirada de um tumor cerebral, Plínio Marin ficou com o lado esquerdo do corpo paralisado e o custo com cuidados é de aproximadamente R$8 mil mensais

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 31 de agosto de 2020 às 17:14
Atualizado em 1 de setembro de 2020 às 17:11

Anúncio

Plínio Miguel Marin. Foto: Arquivo Pessoal

Recentemente, Plínio Miguel Marin passou por uma cirurgia de retirada de um tumor cerebral maligno e, desde então, encontra-se com o lado esquerdo do corpo paralisado. A condição exige cuidados especiais, como acompanhamento de cuidadores, remédios, fraldas e alimentação, que chegam a R$8 mil reais mensais. Para arcar com os custos e continuar oferecendo todo o necessário, familiares criaram, na última sexta-feira (28), a campanha de arrecadação “Todos pelo Plínio”.

Leonardo Marin, de 42 anos, é filho de Plínio e, recentemente, graças a uma campanha criada por amigos e familiares, enfrentou um câncer na laringe e, agora, pede colaborações para dar continuidade ao tratamento do pai. “Eu doei mais de metade do que recebi para o meu tratamento para ele, que está em um quadro bem mais delicado que o meu”, conta.

Desde que passou por uma cirurgia, no dia 25 de maio, Plínio encontra-se acamado, com o lado esquerdo do corpo paralisado. O mecânico, de 64 anos, tem feito uso de sondas para alimentar-se e conta com os cuidados dos filhos e especialistas. Segundo Leonardo, a maioria dos gastos não são cobertos pelo plano de saúde e, para continuar oferecendo todos os cuidados necessários ao pai, a família resolveu criar a campanha de arrecadação.

Desde que foi criada, na última sexta (28), a campanha ‘Todos pelo Plínio” já arrecadou aproximadamente R$5 mil. Apesar de parecer alto, o valor não é o bastante para cobrir um mês das despesas com o tratamento. “Somando os gastos com oncologista, fisioterapia, cuidadores, remédios, fraldas e alimentação, o custo totaliza de R$7 mil a R$8 mil mensais”, explica o filho.

Para colaborar e juntar-se à campanha, basta doar qualquer valor através do PicPay, depósito ou transferência bancária.

Seguem os dados:

Foto: Divulgação

Com esperanças de que, com o valor, poderão proporcionar os cuidados necessários para que Plínio vença a luta contra o câncer, a família agradece a colaboração.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

situacao_de_rua_2021-06-23

Situação de Rua: o que pensam organizações de Guarapari que trabalham com essa população

Em Guarapari, parte da população têm notado um aumento de pessoas que encaram essa condição

Capacetes Elmo

Espírito Santo recebe doação de 158 capacetes ELMOs para pacientes com Covid-19

Anúncio

Anúncio

xepa vacina

Governo do Estado cria regras para “xepa” das vacinas nas cidades do ES

Orientação da Sesa é que as doses excedentes sejam utilizadas em quem pertence ao grupo contemplado ou para as pessoas da faixa etária seguinte

procurados-2021-06-23

Polícia Militar divulga 5 criminosos de Guarapari procurados pela Justiça

Caso tenha informações, população pode ajudar a polícia através do Disque-Denúncia (181)

Anúncio

Eco 101 - duplicação

Duplicação: desvio de tráfego em Anchieta para construção do viaduto de acesso a Alfredo Chaves

vacinacao_50-mais-gri2021-06-12

Guarapari realiza novo agendamento para pessoas acima de 40 anos

Anúncio