Anúncio

População pode votar para escolher nome do café do santuário de Anchieta

Por meio de uma votação, a população poderá entre as opções: Café Rerigtyba, Café do Santuário ou Café do Padre.

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 10 de fevereiro de 2021 às 09:28
Atualizado em 11 de fevereiro de 2021 às 08:45

Anúncio

Próxima de ser finalizada, a obra de restauro do Santuário Nacional de São José de Anchieta começa, agora, a dar vida a alguns de seus novos projetos. Um deles é o café, construído para receber melhor os visitantes do monumento e, ao mesmo tempo, ajudar na sua sustentabilidade financeira.

Em fase final de acabamento, o espaço precisa de um nome. Para isso, os gestores do Instituto Modus Vivendi (IMV), organização responsável pela obra, decidiram pedir ajuda à comunidade. Por meio de uma votação online, a população poderá escolher o nome do café entre as três opções: Café Rerigtyba (primeiro nome da cidade de Anchieta; em tupy, lugar de muitas ostras), Café do Santuário ou Café do Padre. A votação vai até o dia de fevereiro no site do Instituto Modus Vivendi.

A expectativa da presidente do IMV, Erika Kunkel, é que o café seja um projeto de destaque entre os muitos pontos relevantes do Santuário Nacional de São José de Anchieta. Segundo ela, foi instalado numa área em que não conflita com o monumento e, ao mesmo tempo, oferece uma área de contemplação de toda a cidade, com vistas para o rio e o mar, agregando valor ao turismo e ao seu entorno.

O restauro do Santuário de São José de Anchieta é aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e está sendo realizada pela Lei de Incentivo à Cultura Federal, com patrocínios do Instituto Cultural Vale e do BNDES. Ele está sendo feito por profissionais especializados, com muito estudo, respeito às normas, responsabilidade e cuidado. Com respeito a todas as normas de restauro e a arquitetura jesuítica do século XVI. Preservar as características originais do monumento, segundo os padrões rígidos internacionais do restauro, é prioridade do Instituto Modus Vivendi.

Saiba mais:

A estrutura do santuário de Anchieta contará com um café, uma lojinha e banheiros (incluindo banheiros acessíveis e espaço para trocar fraldas), que são serviços que garantem o uso sustentável ao monumento. O café se integra a outros anexos, que são a Loja e o Ex-Votos.

Segundo o IMV, esses projetos passaram por estudos que asseguraram a preservação de toda a fachada do Santuário. Eles se localizam numa área lateral, isolada e sem uso, onde, até então, os visitantes não tinham acesso. Também foram construídos respeitando toda a fachada do Santuário e deixando livres a visão da fachada e dos seus visitantes.

O projeto se pauta numa construção moderna, que respeita todas as normas de restauro e harmoniza com o Santuário, com suas paredes brancas, o Arco lembrando a arquitetura da Igreja e torre de sineira.

Após sua inauguração, serão realizadas ações educativas com escolas estaduais do Espírito Santo, subsidiando o transporte e a alimentação de mais de 10 mil alunos da rede pública.

Além dessas obras, o projeto inclui, dentro da construção Jesuítica, a montagem de um Museu, de um Centro de Documentação Jesuítica e de uma Biblioteca, além de acessibilidade e climatização.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Covid-19_ES ultrapassa 10 mil obitos - 2021-05-11

Painel Covid-19: Guarapari se aproxima de 350 e ES ultrapassa 10 mil óbitos por Covid-19

Segundo a última atualização, na tarde de hoje (11), o número de óbitos chegou a 10.013 em todo o Estado

vacina_butantan_covid-divugacao_es

Guarapari abre agendamento para segunda dose da Coronavac em idosos acima de 70 anos

Anúncio

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Imunização contra gripe para idosos e professores começou hoje (11) em Guarapari

Desaparecido Secr Saúde1

Encontrado morador de Guarapari que estava desaparecido

Anúncio

vacina pfizer

Vacina da Pfizer será aplicada em gestantes do ES após suspensão da AstraZeneca

A vacina, até então, só estava sendo aplicada em moradores de Vitória; Anvisa orientou a suspensão da aplicação da AstraZeneca em gestantes nessa segunda-feira (10)

Fachadas Pitágoras.com_

“Solidariedade que transforma”: faculdade de Guarapari adere a campanha de arrecadação de alimentos

Kroton lança campanha nacional de arrecadação de alimentos e artigos de higiene

Anúncio