Anúncio

Transcol Setiba ganha novos horários

Por Glenda Machado

Publicado em 4 de março de 2016 às 20:10
Atualizado em 4 de março de 2016 às 20:24
Anúncio

tabelaO pedido dos usuários por mais linhas do Transcol Setiba foi atendido em parte. A partir de segunda-feira, dia 7 de março, os novos horários dos dias úteis estarão sob análise por 15 dias e depois podem sofrer novas alterações de acordo com a demanda. Já a reivindicação de estender o último horário ficou para segundo plano.

A linha 672, saindo de Setiba (Guarapari) ao Terminal de Itaparica (Vila Velha), funcionava basicamente de hora em hora das 5h às 21h, não tendo às 9h nem às 16. Agora, nos horários de pico matutino, o sistema vai funcionar de meia em meia hora das 5h às 8h30, além de ter ganhado um novo horário às 9h25 e às 16h50. No pico da tarde, antes tinha apenas às 18h20, agora passou a ter 18h05 e 18h40.

O itinerário de Vila Velha para Guarapari também sofreu alterações. Embora continue das 5h às 20h10, ganhou novos horários. Antes só tinha às 6h30, agora tem às 6h20 e 6h50 . Também não tinha ônibus às 8h, agora vai passar um às 8h30. No início da tarde, tinha apenas às 13h30. Com a tabela nova, terá às 13h e 13h55. O das 16h20 passou a ser às 16h e às 16h35. Já os da 17h20 passou a ser 17h10 e 17h45.

“Serão 15 dias de observação. Então a gente pede que os usuários continuem tirando fotos, registrando os horários de pico, porque só vão permanecer aqueles com demanda. Já o nosso pedido de estender o horário à noite ainda está sob estudo. Mas reitero a nossa reivindicação de estender pelo menos os dois últimos horários da linha 669 até o Trevo de Setiba, que seria às 21h e 21h45, que faz do Terminal de Itaparica a Village do Sol”, afirma a presidente da Associação dos Amigos da Praia do Sol, Neia Lima.

Além da linha 669, a outra sugestão dos usuários seria estender também a 613 que faz Terminal de Itaparica a Ponta da Fruta. “OS dois últimos horários, 22h15 e 23h15, já vão até Village do Sol. O nosso pedido é que também fosse até o Trevo de Setiba. É uma forma de garantir transporte aos moradores da região que trabalham e estudam na Grande Vitória”, destaca Neia Lima.

marcia

MÁRCIA aguarda mais horários à noite para sair do aluguel em Vitória e voltar a morar em Guarapari, onde tem duas casas próprias vazias.

Como é o caso da Ana Márcia Bruno. Ela tem duas opções de casa própria em Guarapari, mas mora de aluguel em Vitória. “Fui demitida, procurei emprego por um tempo aqui, mas depois de dar tanto com a porta na cara, resolvi arriscar no mercado de Vitória. Consegui um emprego lá e como não tem transporte público barato para cá, a solução foi morar de aluguel”, conta Márcia.

As duas casas, uma em Muquiçaba e outra na Praia do Morro, estão fechadas. Mas ela conta que se o horário do Transcol for realmente estendido, o sonho dela é voltar a morar em sua cidade. “Com o Transcol eu poderia morar aqui e trabalhar em Vitória. Eu não tenho carro, dependo de ônibus. Eu teria condição de pagar R$ 2,75 na passagem, o que não dá é pagar quase R$ 10 no outro que é intermunicipal. E sair do aluguel seria um sonho”, disse Márcia.

Maria de Fátima Bruno, irmã de Márcia, passou por situação parecida. Moradora do Itapebussu há 40 anos, está desempregada e mesmo tendo sido aprovada em processos seletivos na Serra, não pode assumir nenhuma das duas vagas por falta de transporte. “Eu não tinha como pagar o intermunicipal e não tem horário mais tarde na linha do Transcol Setiba. Precisamos e queremos um transporte mais acessível”, conta Fátima.

transcol neia

Marilene, Neia e Monique comemoram os novos horários do Transcol Setiba.

O Transcol Setiba, por exemplo, garantiu emprego a Monique Alves Nascimento. Ela trabalha em Vitória e mora em Pontal de Santa Mônica, em Guarapari. Todo santo dia, ela sai de casa às 4h, anda cerca de 3 km para pegar o ônibus no Trevo de Setiba. “O Transcol ajuda muito, se não fosse ele eu não teria como ir trabalhar e perderia meu serviço, a minha fonte de renda. Imagina se ele passasse dentro da cidade, poderia ajudar ainda mais pessoas”.

Por enquanto, as mudanças foram apenas nos horários dos dias úteis. Mas os usuários lembram que é preciso rever a tabela também dos finais de semana como é o caso da Marilene Alves. Ela mora em Pontal de Santa Mônica em Guarapari, mas trabalha em Vila Velha. É com orgulho que diz que vai de Transcol. Mas não esquece a dificuldade que é principalmente nos finais de semana. “Eu trabalho sábado e domingo, precisamos de mais horários nos finais de semana, porque somos trabalhadores e merecemos os nossos direitos”.

A Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb) informou que atendeu a reivindicação disponibilizando mais horários na linha 672, principalmente nos horários de pico matutino e vespertino nos dias úteis, mas que ainda está estudando a melhor forma de estender o horário noturno além de conceder mais horários nos finais de semana.

“Diante da urgência, já vamos começar a rodar com a nova tabela a partir de segunda-feira, dia 7. Vamos analisar algumas viagens extras depois das 22h para verificar a demanda. E quanto aos finais de semana, estamos estudando a necessidade, analisando este mês para ter uma referência fora do período de verão e férias”, disse o diretor de planejamento da Ceturb, José Carlos Moreira.

Finais de semana continuam com o mesmo horário:

LINHA: 0672 – TREVO DE SETIBA / T. ITAPARICA

Saída: TREVO DE SETIBA – Destino: TERMINAL ITAPARICA

SÁBADOS – 5:40 / 7:30 / 10:20 / 12:20 / 14:30 / 17:20 / 19:15 / 21:05

DOMINGOS E FERIADOS – 7:30 / 10:20 / 12:20 / 14:30 / 17:20 / 19:15 / 21:05

ATÍPICOS ENTRE FERIADOS – 5:40 / 6:30 / 7:30 / 8:30 / 10:20 / 11:20 / 12:20 / 13:20 / 14:30 / 15:30 / 17:20 / 18:20 / 19:15 / 20:20 / 21:05

Saída: TERMINAL ITAPARICA – Destino: TREVO DE SETIBA

SÁBADOS – 5:00 / 6:30 / 9:20 / 11:20 / 13:30 / 16:20 / 18:20 / 20:10

DOMINGOS E FERIADOS – 6:30 / 09:20 / 11:20 / 13:30 / 16:20 / 18:20 / 20:10

ATÍPICOS ENTRE FERIADOS – 5:00 / 5:35 / 6:30 / 7:30 / 9:20 / 10:20 / 11:20 / 12:20 / 13:30 / 14:30 / 16:20 / 17:20 / 18:20 / 19:20 / 20:10

Anúncio
Anúncio

Veja também

gente pensando

Instrutor de Guarapari promove torneio online de xadrez e alcança participantes de 5 países

Claudio Ferreira promove competições presenciais de xadrez há mais de 15 anos e, com a pandemia, viu na plataforma online uma alternativa para continuar realizando torneios

comercio1-550x309

Covid-19: Decreto oficializa medidas restritivas em Guarapari

Saiba como funcionará o comércio a partir deste sábado (06) até o dia 14 de junho

Anúncio
Anúncio
Obra sede prefeitura4

Obras da nova sede da Prefeitura de Guarapari causam transtornos a morador

Manilha Setiba

Guarapari: Moradores de Setiba reclamam de ruas alagadas no bairro

Anúncio
Hemoes_Ônibus

Ônibus de Coleta Externa do Hemoes percorrerá municípios do ES durante pandemia

A unidade móvel percorrerá diversos municípios do Estado, realizando a coleta de sangue e o cadastro para doação de medula óssea

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais dois óbitos e totaliza 306 casos confirmados

Com isso, Guarapari totaliza 16 óbitos; 170 pacientes estão curados da Covid-19