Anúncio

Você sabe o nível da sua pressão arterial?

Por Livia Rangel

Publicado em 7 de abril de 2015 às 12:09
Atualizado em 14 de abril de 2015 às 13:03

Anúncio

Um em cada quatro brasileiros tem hipertensão. Prevenção continua sendo o melhor remédio.  

Dr. Nilton web

O clínico geral Nilton Leite comenta sobre os perigos da hipertensão, uma doença silenciosa.

 

Um em cada quatro brasileiros tem hipertensão arterial, doença responsável pela morte de 9,4 milhões de pessoas por ano em todo o mundo de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ela ainda está relacionada com 45% dos ataques do coração e 51% dos derrames cerebrais. Se o seu nível estiver igual ou superior a 14/9 já significa estado de alerta.

Chamada de doença democrática, ela acomete crianças, adultos, idosos, homens e mulheres de todas as classes sociais. Você já deve ter ouvido falar ou até mesmo ter alguém na família com a famosa “pressão alta”. Mas será que já pensou nas consequências que o seu hábito de vida pode te acarretar?

Não tem como fugir, o melhor remédio continua sendo a prevenção. E quando se trata de hipertensão, alguns dos sintomas são: cefaléia focada na nuca, tonteira, mal-estar, dor toráxica, dormência nas mãos e edema nos membros inferiores. No entanto, trata-se de uma doença traiçoeira: quando os sintomas aparecem, o funcionamento do organismo já está comprometido.

E também pode ser silenciosa. “A hipertensão pode ser assintomática, esses casos são os piores. Porque quando você sabe que tem a doença e não faz o tratamento corretamente ou quando você não sabe que é portador da doença e com isso não evita os fatores de risco, as chances de levar à morte são enormes”, explica o clinico geral, Dr. Nilton Leite.

De acordo com ele, a prevenção consiste em evitar sal, frituras, gorduras, massa, bebida alcoólica e cigarro.  “A obesidade, o sedentarismo, o estresse e a ansiedade também são fatores que contribuem para desencadear a doença. Já o melhor remédio para diminuir os níveis é a boa e saudável caminhada”, orienta Dr. Nilton.

Também é preciso ficar atento aos casos hereditários. “Se você tem alguém na família com pressão alta, a probabilidade de desencadear a doença é de 100%. Nesses casos, é importante aferir a pressão arterial com regularidade. Mas o que vai definir quando ela baterá a sua porta, mais cedo ou mais tarde, será o seu estilo de vida”, alerta o clínico geral.

E adverte: quem não trata da hipertensão arterial aumenta as chances de ter Acidente Vascular Cerebral (AVC) e Infarto do Miocardio. “Quem não cuida da alimentação e é sedentário pode causar a aterosclerose (entupimento das artérias) que vai levar ao infarto. As artérias já vão entupindo gradativamente, mas nossas ações podem acelerar esse processo”.

Reportagem: Lívia Rangel

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Fachadas Pitágoras.com_

Guarapari: Faculdade Pitágoras disponibiliza mais de 100 cursos de extensão EAD gratuitos

Com inscrições até 10 de março, modalidade UP é direcionada a profissionais e estudantes no último semestre da graduação

guarapari_pesquisa_ouro_preto_pedras

Pesquisa da Universidade de Ouro Preto tem base em Parque de Guarapari

Projeto avalia durabilidade do concreto de escória de aciaria no Parque Morro da Pescaria

Anúncio

Anúncio

dentista-arquivo_folhaOnline

Em grupo prioritário, profissionais de odontologia de Guarapari não têm plano de vacinação contra Covid-19

novo lote vacinas

Novo lote com mais de 48 mil doses de vacina contra a Covid-19 chega ao ES

Doses da Coronavac chegaram na madrugada desta quarta (03). Parte da nova remessa (30,5%) será para idosos de 80 a 84 anos que ainda não foram vacinados

Anúncio

feira2021-02-19-at-15-24-00

Obras do Mercado do Produtor Rural em Guarapari tem previsão de término em maio

Visita Virtual Cheios da Graça1

Guarapari: “Cheios da Graça” oferece visitas virtuais a crianças internadas

Anúncio