Anúncio

A abusividade nas ofertas excessivas de produtos e serviços via Telemarketing

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 19 de abril de 2019 às 13:00

Anúncio

Por Thailan Thamires Lisboa (*) Advogada – OAB/ES 28.71

A abusividade nas ofertas excessivas de produtos e serviços via Telemarketing

Imagem ilustrativa

Constantemente os consumidores são importunados com reiteradas mensagens de texto e ligações, inclusive em horários não comerciais, para oferecimento de produtos e serviços, mesmo após a expressa recusa.

Essa oferta insistente caracteriza prática comercial abusiva, violando os direitos da personalidade.

No escopo de vender seus produtos e serviços, as empresas encontraram no telemarketing a saída para alcançar o consumidor em qualquer momento, prejudicando não somente o rendimento de sua atividade laborativa, mas também ocasiões de lazer e descanso.

Destaca-se, que embora não haja celebração de contrato, o Código de Defesa do Consumidor, é aplicado no caso em tela. Isto porque, a referida lei também atinge a fase pré-contratual.

O Código de Ética do Programa de Auto-regulamentação do Setor de Relacionamento com Cliente e Consumidores também estabelece regras para o controle do telemarketing.

Seu art. 7° regulamenta quanto a privacidade do consumidor, estabelecendo que “os responsáveis pelo serviço devem utilizar as informações dos Consumidores de maneira adequada e respeitar o seu desejo em retirar estas informações das bases de dados”.

Ademais, a resolução 477 da Anatel dispõe sobre a garantia do cliente em optar por receber ou não mensagens de texto e solicitar a suspensão do serviço.

É vedado, ainda, a qualquer empresa de telemarketing apresentar ofertas e serviços aos domingos e feriados, seja em qualquer horário; bem como ligações durante a semana no período entre 21h e 8h.

Ressalta-se, que a jurisprudência tem sedimentado que o excesso de ligações e mensagens contra a vontade do consumidor é passível de indenização, uma vez que ultrapassa os limites do mero dissabor cotidiano, configurando a perturbação do sossego e o vilipêndio à vida privada.

Por fim, cabe ao consumidor estar atento aos direitos e garantias estabelecidos em lei a fim de não permitir tais abusividades e excessos.

A abusividade nas ofertas excessivas de produtos e serviços via Telemarketing

(*) Thailan Thamires Lisboa

Mestranda em Segurança Pública na UVV – Universidade Vila Velha/ES

Conselheira da Comissão de Advogados de Início de Carreira da 4ª Subseção (CAIC)

[email protected]

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp Image 2023-11-30 at 11.49.04

ONGs organizam festival de cultura e esporte para integrar comunidades de Guarapari

Crescer com Viver, Creche Alegria e Salvamar se uniram para apresentar oficinas dos alunos

Policia-atualiza-lista-de-criminosos-mais-procurad0015688600202311301952-2

Secretaria de Segurança do ES atualiza lista dos dez criminosos mais procurados do estado

Criminosos são acusados de homicídios, tráfico de drogas, roubo, entre outros

Anúncio

Anúncio

setiba-sheik

Iema avalia danos para multar responsável por ação em reserva ambiental em Guarapari

Desafio, que teria sido convocado por influenciador, causou prejuízo na Praia de Setiba Pina

jbl-som-caixa-anchieta-lei-proibicao-2022-01

Verão 2024: caixas de som, tendas e churrasco seguem proibidas nas praias de Guarapari

As mesmas regras servem para a virada do ano nas praias do município

Anúncio

270320191937300000000

Coluna Papo de Pediatra: acidentes domésticos aumentam 25% durante férias escolares

Saiba como preveni-los

Maple-Bear-workshop-4

Palestra na Maple Bear Guarapari reforça importância da prevenção de acidentes domésticos com crianças

Ação é parte do projeto “Mãe Prevenida Vale uma Vida”, do Corpo de Bombeiros capixaba

Anúncio