Anúncio

Adyr Fonseca: aventuras e lições da primeira mulher paraquedista de Guarapari

Por Gislan Vitalino

Publicado em 17 de fevereiro de 2022 às 16:56

Anúncio

Adyr Fonseca: aventuras e lições da primeira mulher paraquedista de Guarapari
Adyr Fonseca, após um de seus primeiros saltos. Fotos: acervo pessoal.

Aos 79 anos de idade, Adyr de Freitas Fonseca carrega histórias de aventuras e conquistas que encantam e atraem curiosidade. Moradora de Guarapari desde 1968, Adyr foi fundadora e primeira mulher paraquedista do Clube de Paraquedismo de Guarapari. Conversamos com Adyr, que falou sobre sua trajetória na cidade, marcada por iniciativas que se cruzam no espírito de aventura e no amor pelo município.

“Nós viemos para Guarapari para inaugurar e gerir o Guarapari Hotel, em 1968. Em 1970 eu e meu marido fizemos um curso de piloto e fundamos, em 1971, o Clube de Paraquedismo de Guarapari”, contou a aposentada, primeira mulher piloto e primeira mulher paraquedista da cidade. Apaixonados pelo ar e pela aviação, Adyr e o marido chegaram a comprar um avião, o 1° RTO, em que os paraquedistas integrantes do Clube realizavam seus saltos.

O Clube de Paraquedismo, fundado em 1971, já não existe mais. “Em 80, eu e meu marido voltamos para o Rio de Janeiro e, com isso, os demais integrantes do Clube foram se afastando até que deixaram de se reunir”, lembra a piloto. Mas o amor pelo ar, não se desfez. “Voar é uma sensação maravilhosa, saltar e planar é melhor ainda”, celebrou a paraquedista.

Projetos sociais

O fim do Clube de Paraquedismo, entretanto, estava longe de representar um fim para a história entre Adyr e o município. Em 185, Adyr volta a Guarapari e o carinho pela cidade surge através da fundação outros grupos e associação à novos projetos sociais.

“Em 1985, eu participava de uma academia e, em busca de novas atividades, fundamos a Associação Beneficente Mão Amiga, que realizava trabalhos manuais e vendia em um bazar semestral que arrecadava recursos para ajudar pessoas necessitadas. Alguns anos depois também criamos o grupo Guarácultura, que realiza eventos e buscava movimentar a atividade e produção cultura na nossa cidade”, recorda Adyr.

No momento, a Associação Mão Amiga e o grupo Guaracultura não tem realizado encontros presenciais devido à pandemia da Covid-19. Mas Adyr segue atuante e participante das atividades da Associação Amigos do Patrimônio de Guarapari (Amig). “Na Associação Mão Amiga nós produzimos artesanato e trabalhos manuais para ajudar a população. No Guaracultura, tive a oportunidade de divulgar meus escritos e poesias, que hoje integram um livro e na Amig estamos na luta para preservar e proteger o patrimônio histórico da cidade. Nunca é tarde para nos mobilizar e fazer algo pela cidade que amamos”, destaca.

Recentemente, Adyr foi personagem de um vídeo produzido e publicado pela Amig, resgatando sua história. Confira no vídeo reproduzido abaixo como está atualmente a piloto e paraquedista.

Vídeo: Associação Amigos do Patrimônio de Guarapari (Amig).

Mensagens aos mais jovens

Ao final de nossa entrevista, em tom alegre e animado, Adyr lembra aos mais jovens a importância do carinho pela cidade e respeito pela história local. “Esse carinho e respeito por Guarapari é o mais importante. E o que esperamos e desejamos às gerações mais jovens é que eles sigam brigando e amando essa cidade. Estou quase chegando aos 80 anos, mas com a mesma garra e a mesma cidade de seguir construindo uma cidade melhor. Se os mais jovens seguirem esse caminho, tenho certeza que teremos uma cidade cada vez melhor para todos nós”, conclui Adyr.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Manifestação Colorindo Sonhos

Guarapari: mães do Colorindo Sonhos manifestaram pelos direitos dos filhos especiais

As mães se reuniram no Centro da cidade e foram caminhando até a Câmara Municipal

crime-assassinato-empresario_hugo-jose_ramos-2022-05-17-Moment-cover-2

Polícia investiga imagens que mostram morte de empresário em Guarapari

Empresário Hugo José Ramos foi morto a tiros em frente à própria casa

Anúncio

Anúncio

audiencia-cmg-centropop-2022-05-17

Audiência apresenta reclamações de moradores da região norte de Guarapari sobre o Centro Pop

Moradores apontam aumento da insegurança após instalação do Centro de Referência da População de Rua na região

Fogo Boião

Incêndio destrói cerca de 45 mil metros quadrados de vegetação em Guarapari

Anúncio

300d0ed0-d7b4-11ec-9901-75f920446a17--minified

Vídeo: fogo atinge casa em Guarapari e assusta moradores da Praia do Morro

santuario de sao jose de anchieta - foto aerea isabela prefeitura

Prefeitura divulga programação da Festa Nacional de São José de Anchieta

Abertura acontece no dia 28 de maio

Anúncio