Anúncio

Alfredo Chaves: adolescente realiza 1º voo de parapente e se torna o piloto mais novo do ES

Por Aline Couto

Publicado em 26 de outubro de 2022 às 10:56

Anúncio

No último dia 23 de outubro, Dia do Aviador, Noah de Paula Wagner, de apenas 13 anos, realizou o primeiro voo solo da carreira no município de Alfredo Chaves, e se tornou o piloto de parapente mais novo do Espírito Santo. “Fiz meu primeiro voo solo com a sensação de liberdade e alívio, pois as dificuldades e os desafios que enfrentei fizeram tudo valer a pena”, descreveu o piloto.

O adolescente, natural de Vila Velha, começou a ir para as rampas de voo livre aos três anos acompanhando o pai, que é piloto e mostrava como funcionava os equipamentos. Mas somente aos 12 anos que Noah entrou definitivamente para o esporte.

“Decidi entrar no esporte pois me trazia facilidade e prazer vendo meu pai voando. Uma outra inspiração para mim é o piloto Frank Brown, que começou com a minha idade e hoje possui vários recordes mundiais”, contou.

Beno Wagner, pai de Noah e piloto há 22 anos, enfatizou que sempre mostrou o esporte para o filho, mas que o mérito total da conquista inédita foi do instrutor Rodolpho Cavalini.

“Ele pertence a escola de voo livre Takeoff de Alfredo Chaves e já está fazendo curso há muitos meses. Somos da Associação de Voo Livre de Alfredo Chaves – AVLAC e todos os procedimentos foram feitos para manter a segurança e monitoramento dentro das regras do voo livre”.

Com o Noah, estamos criando uma geração com a cultura do voo no Espírito Santo, vivendo desde a base o verdadeiro espírito do voo. Noah acabou se tornando um ídolo da garotada. As pessoas que estavam presentes se emocionaram muito com o primeiro voo perfeito dele. Foi um dos momentos mais emocionantes da história do voo livre capixaba”, comemorou Rodolpho.

Sobre o sentimento de ver o filho realizar o primeiro voo, Beno falou que se emocionou demais e é muito grato a todos que ajudaram Noah até chegar ao feito. “Estava no sangue dele desde pequenininho, não tive mais como segurar. Ele quis aprender e o instrutor dele foi um grande parceiro, ajudou muito. Só tenho gratidão a ele e a todo pessoal de voo que ajudou e continua ajudando meu filho”.

Instrutor

“Cheguei na escola de Rodolpho através do meu pai que já o conhecia, e sabia que era uma das melhores escolas de voo do Brasil. Eu já sabia que eu era o aluno mais novo”, relatou o jovem piloto.

O instrutor é só orgulho e não para de comemorar o feito do aluno. Rodolpho Cavalini fez um depoimento em uma rede social sobre a caminhada de Noah.

O piloto de parapente mais novo do Espírito Santo.

Antes mesmo de saber escrever seu nome, ele escreveu “Sol Paragliders” @solparaglidersofficial

Aos 12 anos iniciou os treinos com muita dedicação e maturidade.

Após 3 meses, dominou todos os fundamentos com muita habilidade.

Não poderia ter sido mais incrível, realizar o primeiro voo aos 13 anos de idade no Dia do Aviador.

Você será acolhido com muito carinho, respeito e proteção por todos que te conhecerem e onde estiver.

Parabéns, Noah, seu voo solo foi belíssimo!

Você representa o espírito do voo e é um orgulho para todos nós que amamos esse esporte.

Não tenho dúvida que você será um exemplo para muitos que desejarem praticar o esporte de forma segura e responsável, respeitando seus limites e regras que a prática da atividade exige.

Em breve voaremos juntos por lugares alucinantes.

Seja bem-vindo ao Time TakeOFF paragliding”.

Futuro

Sobre o que espera do futuro no esporte, Noah disse que quer competir com os demais pilotos e adquirir experiência para participar de competições em buscar de recordes.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

moto-rock-2022-4-1

Guarapari prolonga comemoração e terá Festa da Cidade e Moto Rock na mesma semana

Realizados em setembro, eventos devem reunir mais de 85 mil pessoas durante cinco dias

CONGO-GUA-2

Escola de Guarapari resgata história e cultura do congo na região

O projeto fez parte das atividades da disciplina eletiva “Vamos dançar o congo: diálogos sobre a cultura local”.

Anúncio

Anúncio

vacina-caes

Projeto implantará microchips de identificação em cães de Anchieta

O projeto prevê a microchipagem de todos os animais de Anchieta

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Sonhos não envelhecem

Anúncio

image (4)

Coluna Dom Antônio: Precisamos nos reunir mais para nos unir por prioridades ao povo de Guarapari

Image-18

Coluna Entenda Direito: Os principais direitos trabalhistas das mulheres

Anúncio