Anúncio

Alfredo Chaves: bloco de afroreggae ajuda mulheres na luta contra o estresse

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 31 de julho de 2022 às 12:00

Anúncio

WhatsApp Image 2022 07 29 at 14.33.57 - Alfredo Chaves: bloco de afroreggae ajuda mulheres na luta contra o estresse
Foto: divulgação.

Em Alfredo Chaves, região serrana do estado, uma oficina de música fez com que 20 mulheres acabassem com estresse causado pela pandemia. Desde março elas têm aulas de percussão e hoje até montaram um bloco de afroreggae, o Baobá, que se apresenta em festas.

A servidora pública Lauriete Nascimento, de 43 anos, é uma das integrantes do bloco que leva o nome da famosa árvore africana e disse que nunca havia tido aulas de percussão e hoje se sua autoestima melhorou.

“É uma válvula de escape depois de um dia cheio de obstáculos. Identifico como liberdade, esquecer naquele momento te tudo ao redor. O mundo pós-isolamento tem sido ansioso para todos nós e a música tem esse poder, né? De nos oferecer uma válvula de escape”.

Colegas de bloco de Lauriete, Joana da Penha e Ana Lucas, de 45 anos, Kelly Furlan, 43, Marizete Teixera, 41 e Valquiria Paganini, de 46, contaram que se sentem bem melhores depois que começaram a participar das oficinas.

“É, literalmente, uma terapia. É uma forma de socialização também e tira o estresse. E o afroreggae deixa todo mundo alegre, contente. Estamos bem mais felizes, menos estressadas, menos ansiosas fazendo após o bloco”.

O professor de música do Bloco Baobá, Kleber Farias, de 44 anos, disse que as aulas são gratuitas e acontecem todas as terças-feiras e quintas-feiras, a partir das 19h, nas ruas do bairro Macrina, reduto da cultura afro-brasileira em Alfredo Chaves.

Ainda de acordo com Kleber, as oficinas fazem parte de um projeto aprovado e patrocinado por um edital de igualdade racial fomentado pelo Carrefour. Além das aulas de percussão, o prêmio de R$ 20 mil contemplou ainda rodas de capoeira.

“Um bloco de percussão só de mulheres eleva a autoestima e nos ajuda a combater o racismo e o preconceito crescente que somos vitimadas todos os dias. Temos também uma oficina de capoeira, aos sábados a partir das 17h”.

Quem defende a ideia de que aprender a tocar instrumentos musicais pode ajudar no combate da ansiedade e estresse é a psicóloga Josiane Rangel, 44.

“Diferentes formas de arte demonstram grande potencial até mesmo como técnicas terapêuticas, sendo extremamente importante escolher algo que você realmente goste e que te relaxe”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

upa lotada

Denúncias levam Ministério Público a investigar unidades de saúde de Guarapari

Superlotação, demora nos atendimentos e falta de profissionais são reclamações recorrentes da população

imposto de renda

Confira o que mudou na declaração do Imposto de Renda em 2024

A declaração pode ser enviada até 31 de maio; fique atento

Anúncio

Anúncio

praia do morro - céu nublado

Guarapari e outras 36 cidades capixabas recebem alerta de acumulado de chuva

Aviso é válido até a manhã desta sexta-feira (12)

vacina-gripe-2024

Guarapari terá dia D de vacinação contra influenza neste sábado (13)

Confira os locais e grupos prioritários que receberão as doses

Anúncio

WhatsApp Image 2024-03-19 at 14.53.591

Viagem cancelada: capixaba com câncer raro não alcança valor para tratamento na Espanha

Raquel precisa de aproximadamente R$ 600 mil para o único tratamento possível no momento

20240409_190649837_iOS

Sindicato da construção civil de Guarapari tem novo presidente

A posse do biênio 2024/2026 do Sindicig aconteceu nessa terça-feira (09)

Anúncio