Anúncio

Anchieta e Alfredo Chaves vão receber recursos do Fundo Estadual de Cultura

Os municípios estão entre os 46 do ES que vão receber parte dos R$ 5 milhões coinvestidos pelo Governo do Estado na Cultura

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 6 de março de 2022 às 12:00

Anúncio

Anchieta e Alfredo Chaves vão receber recursos do Fundo Estadual de Cultura
Foto: divulgação.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), anunciou, nesta quinta-feira (03), os 46 municípios habilitados no Programa de Coinvestimento da Cultura, o Fundo a Fundo. Em solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador Renato Casagrande, foram apresentados os valores que cada município vai receber.

Para o município de Anchieta, serão direcionados R$ 133.588,58 em investimentos. Já Alfredo Chaves deve receber R$ 60.269,18.

O coinvestimento total do Governo do Estado é de R$ 5 milhões. Somados aos recursos dos municípios, o valor total investido por meio deste programa no campo da Cultura em 2022 é da ordem de pouco mais de R$ 8,3 milhões. Com esta ação, centenas de projetos culturais serão apoiados em todas as microrregiões do Espírito Santo.

Durante o evento, foi assinado o termo de intenção entre o Estado e Municípios, no qual os gestores municipais se comprometem com o andamento da segunda fase do processo de coinvestimento, que consiste na elaboração e aprovação do Plano de Ação, na adequação das leis que foram apontadas nos Pareceres Técnicos enviados aos municípios e na celebração da parceria, dentro dos prazos previstos.

Em sua fala, o governador Renato Casagrande afirmou que a iniciativa é mais um passo para a consolidação da cultura como uma política de Estado. “Mesmo com as dificuldades que enfrentamos, temos que seguir em frente. No momento em que vivemos, precisamos ter um nível de resiliência muito maior e a atividade cultural nos ajuda a buscar uma sociedade mais tolerante. Quem é rico culturalmente, não compartilha fake news, pois sabe viver com quem pensa diferente e tirar proveito dessas formas distintas de pensar”, comentou.

O secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, explicou os próximos passos do programa e comemorou essa conquista histórica da população capixaba. “O desafio de fortalecer a base da cultura é de todos e o Fundo a Fundo é um baita empurrão para isso. Vamos fortalecer orçamentos e políticas públicas, incluindo cada vez mais fazedores de cultura, pessoas vulneráveis, linguagens e culturas populares”, disse.

Na ocasião, também estiverem presentes a vice-governadora Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Vitor de Angelo (Educação), Gilson Daniel (Economia e Planejamento) e Marcelo Altoé (Fazenda); o presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Victor Coelho; a presidente do Fórum de Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura do Estado do Espírito Santo (Forcult), Renata Weixter; o deputado estadual José Esmeraldo; o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo; além de prefeitos, dirigentes de autarquias, secretários municipais de Cultura, vereadores e lideranças da área.

Na próxima quarta-feira (09), das 9h às 12h, no Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES), e das 13h30 às 17h, na Casa da Música Sônia Cabral, no Centro de Vitória, a equipe do Fundo a Fundo tem um encontro marcado com os gestores municipais (secretários e gestores do fundo) para explicar os próximos passos: a elaboração do plano de ação e procedimentos a serem tomados para firmar a parceria. 

Cronograma

As inscrições do Programa de Coinvestimento Fundo a Fundo foram finalizadas em dezembro de 2021, superando todas as expectativas. Após o período de inscrições, os municípios que se cadastraram passaram por uma análise detalhada da documentação. No final de janeiro de 2022, foi encerrado o período de diligência da fase de habilitação do programa. Em fevereiro, foi publicada uma portaria com o valor total destinado aos municípios, as diretrizes para a criação do plano de ação e as prioridades para o repasse e a utilização da verba. 

Depois da portaria publicada, os Municípios vão elaborar um plano de ação (conforme modelo disponibilizado pela Secult), que deve descrever os programas, projetos e ações a serem realizados por meio dos recursos transferidos do Fundo Estadual da Cultura (Funcultura) ao Fundo Municipal de Cultura. Após elaborado, o plano deverá ser amplamente discutido no âmbito do Conselho Municipal de Cultura e, depois de aprovado pelos mesmos, o município vai encaminhar o documento para a Secult analisar.

*Com informações de Governo do Estado do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Manifestação Colorindo Sonhos

Guarapari: mães do Colorindo Sonhos manifestaram pelos direitos dos filhos especiais

As mães se reuniram no Centro da cidade e foram caminhando até a Câmara Municipal

crime-assassinato-empresario_hugo-jose_ramos-2022-05-17-Moment-cover-2

Polícia investiga imagens que mostram morte de empresário em Guarapari

Empresário Hugo José Ramos foi morto a tiros em frente à própria casa

Anúncio

Anúncio

audiencia-cmg-centropop-2022-05-17

Audiência apresenta reclamações de moradores da região norte de Guarapari sobre o Centro Pop

Moradores apontam aumento da insegurança após instalação do Centro de Referência da População de Rua na região

Fogo Boião

Incêndio destrói cerca de 45 mil metros quadrados de vegetação em Guarapari

Anúncio

300d0ed0-d7b4-11ec-9901-75f920446a17--minified

Vídeo: fogo atinge casa em Guarapari e assusta moradores da Praia do Morro

santuario de sao jose de anchieta - foto aerea isabela prefeitura

Prefeitura divulga programação da Festa Nacional de São José de Anchieta

Abertura acontece no dia 28 de maio

Anúncio