Anúncio

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

Por Gislan Vitalino

Publicado em 25 de maio de 2022 às 13:00

Anúncio

Caso Dyogenes Nascimento Motoboy de Guarapari Assassinato Morto A tiros Crime Trânsito Violência Insegurança Ronny Batista de Almeida
Ronny Batista de Almeida se apresentou à Polícia assumindo a autoria dos disparos. Imagens: reprodução.

Após realização de uma audiência de custódia, a justiça decidiu por manter a prisão preventiva de Ronny Almeida Baptista, que se apresentou à polícia como autor dos disparos que culminaram na morte do motoboy Dyogenes Nascimento, no mês de abril.

A audiência de custódia foi realizada em cumprimento à uma determinação do Supremo Tribunal Federal, em processo solicitado pela defeso do autor dos disparos.

Ronny chegou a ser liberado da prisão no dia 13 de maio, depois de 30 dias de prisão temporária. Entretanto, cinco dias após a prisão, Ronny foi detido novamente quando o Ministério Público do Espírito Santo ofereceu denúncia pela sua prisão preventiva. Mais uma vez, após a determinação, o Ronny se apresentou espontaneamente à delegacia no dia 17 de maio.

“A defesa entende que a liberdade é a regra no processo penal. Ronny Almeida Baptista está desde o início disposto a cumprir tudo o que a justiça determinar, tendo acolhido a decisão do juiz de manter sua prisão preventiva nesse momento com humildade. Agora, vamos aguardar a decisão das instâncias superiores e o desenrolar do processo”, explicou o advogado Lucas Francisco Neto, a frente da defesa de Ronny.

Em nota, a Polícia Civil informou apenas que o inquérito policial presidido por meio da Divisão Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari foi concluído e remetido à Justiça com o indiciamento do suspeito.

Caso Dyogenes Nascimento Motoboy de Guarapari Assassinato Morto A tiros Crime Trânsito Violência Insegurança Ronny Batista de Almeida
Segundo a mãe, Ana Paula, motoboy era único responsável pelo sustento da família. Imagem: arquivo.

A mãe de Dyogenes, Ana Paula Nascimento, explica que não descansará até que a prisão definitiva seja decretada. “Ainda assim, não estou segura. Achei um absurdo que ele ficasse esses cinco dias solto e alegar legítima defesa, quando meu filho estava desarmado e numa moto, que é mais vulnerável. O que meu filho poderia fazer contra ele? Por essas e outras, acredito mais na justiça de Deus do que na dos homens. A justiça dos homens é muito falha”,  declarou a mãe.

Entenda o caso

Na tarde do dia 12 de abril o motoboy Dyogenes Nascimento foi morto a tiros na Rua Linhares, entre os bairros Itapebussu e Muquiçaba, em Guarapari. O crime foi registrado por câmeras de segurança próximas ao local.

No dia seguinte, antes que o crime completasse 24h, o comerciante Ronny Almeida Batista, de 30 anos, se apresentou à delegacia, assumindo a autoria dos disparos e alegando ter sofrido diversas ameaças.

Segundo Ronny, Dyogenes teria ido ao seu estabelecimento e ameaçado sua esposa cerca de 20 dias antes do crime, por conta de uma briga de trânsito ocorrida dias antes. Na ocasião, a Polícia Civil informou que não havia nenhuma briga de trânsito no dia do crime, nem registros de ocorrências por ameaças contra o motoboy.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

carlos-von

Justiça determina que deputado de Guarapari fique inelegível; parlamentar contesta decisão

santo-antonio

Guarapari: Justiça decreta falência da rede Santo Antônio em meio a processos trabalhistas

Anúncio

Anúncio

Campanha Crescer com Viver (3)

Campanha arrecada material escolar e brinquedos para crianças atendidas em ONG de Guarapari

Captura-de-Tela-44

Licitação para reforma do Mercado de Peixe deve ser iniciada até janeiro, diz prefeito de Guarapari

Anúncio

WhatsApp-Image-2022-12-01-at-11.19.08

Nova campanha em Guarapari busca recursos para ajudar 35 animais abandonados

ubu---letreiro

Anchieta promove neste final de semana o 3ª Ublues Beer Fest

Anúncio