Anúncio

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

Por Gislan Vitalino

Publicado em 25 de maio de 2022 às 13:00

Anúncio

Caso Dyogenes Nascimento Motoboy de Guarapari Assassinato Morto A tiros Crime Trânsito Violência Insegurança Ronny Batista de Almeida
Ronny Batista de Almeida se apresentou à Polícia assumindo a autoria dos disparos. Imagens: reprodução.

Após realização de uma audiência de custódia, a justiça decidiu por manter a prisão preventiva de Ronny Almeida Baptista, que se apresentou à polícia como autor dos disparos que culminaram na morte do motoboy Dyogenes Nascimento, no mês de abril.

A audiência de custódia foi realizada em cumprimento à uma determinação do Supremo Tribunal Federal, em processo solicitado pela defeso do autor dos disparos.

Ronny chegou a ser liberado da prisão no dia 13 de maio, depois de 30 dias de prisão temporária. Entretanto, cinco dias após a prisão, Ronny foi detido novamente quando o Ministério Público do Espírito Santo ofereceu denúncia pela sua prisão preventiva. Mais uma vez, após a determinação, o Ronny se apresentou espontaneamente à delegacia no dia 17 de maio.

“A defesa entende que a liberdade é a regra no processo penal. Ronny Almeida Baptista está desde o início disposto a cumprir tudo o que a justiça determinar, tendo acolhido a decisão do juiz de manter sua prisão preventiva nesse momento com humildade. Agora, vamos aguardar a decisão das instâncias superiores e o desenrolar do processo”, explicou o advogado Lucas Francisco Neto, a frente da defesa de Ronny.

Em nota, a Polícia Civil informou apenas que o inquérito policial presidido por meio da Divisão Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari foi concluído e remetido à Justiça com o indiciamento do suspeito.

Caso Dyogenes Nascimento Motoboy de Guarapari Assassinato Morto A tiros Crime Trânsito Violência Insegurança Ronny Batista de Almeida
Segundo a mãe, Ana Paula, motoboy era único responsável pelo sustento da família. Imagem: arquivo.

A mãe de Dyogenes, Ana Paula Nascimento, explica que não descansará até que a prisão definitiva seja decretada. “Ainda assim, não estou segura. Achei um absurdo que ele ficasse esses cinco dias solto e alegar legítima defesa, quando meu filho estava desarmado e numa moto, que é mais vulnerável. O que meu filho poderia fazer contra ele? Por essas e outras, acredito mais na justiça de Deus do que na dos homens. A justiça dos homens é muito falha”,  declarou a mãe.

Entenda o caso

Na tarde do dia 12 de abril o motoboy Dyogenes Nascimento foi morto a tiros na Rua Linhares, entre os bairros Itapebussu e Muquiçaba, em Guarapari. O crime foi registrado por câmeras de segurança próximas ao local.

No dia seguinte, antes que o crime completasse 24h, o comerciante Ronny Almeida Batista, de 30 anos, se apresentou à delegacia, assumindo a autoria dos disparos e alegando ter sofrido diversas ameaças.

Segundo Ronny, Dyogenes teria ido ao seu estabelecimento e ameaçado sua esposa cerca de 20 dias antes do crime, por conta de uma briga de trânsito ocorrida dias antes. Na ocasião, a Polícia Civil informou que não havia nenhuma briga de trânsito no dia do crime, nem registros de ocorrências por ameaças contra o motoboy.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

SpeedFestival_02

Speed Festival: Guarapari recebe 3ª edição do evento automobilístico

Além das corridas, o evento contará com atividades para fãs de automobilismo

policia-civil_pc_viatura

DHPP Guarapari prende irmão de um dos traficantes mais procurados do Estado

O indivíduo, que foi detido em Anchieta, atuava como gerente do tráfico e é irmão de Willian Zanoli, vulgo “Terceirão”

Anúncio

Anúncio

WhatsApp Image 2024-02-27 at 09.39.591

Aluno da APAE Guarapari conquista 3º lugar em Olimpíada de Matemática

Com o diagnóstico de autismo, Adrian é assistido pela APAE Guarapari e estuda no EMEIEF Zilnete Pereira Guimarães

Janelas - Foto Telma Amaral

Grupo de teatro de Anchieta leva espetáculo ‘Janelas’ para outros municípios capixabas

Peça foi contemplada no edital de Artes Cênicas da Secretaria de Estado da Cultura

Anúncio

20240226110635_IMG_2837

Guarapari é destaque no Plano de Expansão da ES Gás, que investirá R$ 100 milhões no Estado

O município será o 14º a receber gás natural no ES. Outras cidades contempladas serão Linhares, São Mateus e a Região Metropolitana da Grande Vitória

Navios de Cruzeiros. Foto Fernando Frazão -Agência Brasil

Governo do Estado quer cruzeiros marítimos de volta ao ES; Guarapari pode estar na rota

Estudos realizados na USP apontam parecer positivo para retomada de roteiro turístico no litoral capixaba

Anúncio