Anúncio

Após paralisação, agentes do rotativo são demitidos em Guarapari

Por Natália Zandomingo

Publicado em 15 de junho de 2016 às 17:42
Atualizado em 16 de junho de 2016 às 01:20

Anúncio

Funcionários haviam realizado manifestação no dia anterior

DSC0340816 agentes do sistema rotativo de Guarapari foram demitidos na manhã desta quarta-feira (15), segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Prestadoras de Serviços no Espírito Santo (Sindilimpe-ES). Os funcionários contam que foram chamados no escritório da empresa Vista Group Network/Vaga Ativa (VGN), localizado na Praia do Morro, para assinar a demissão por volta das 9h.

Segundo o agente demitido Wequisley Borges, “a empresa nos chamou para fazer o acordo do dia da paralisação, mas quando chegamos no escritório recebemos o aviso prévio para assinar”.

Os trabalhadores demitidos haviam realizado uma manifestação com apoio do sindicato, ontem (14), para pedir o pagamento do salário que estava atrasado desde o dia 7 deste mês. O Folha da Cidade noticiou o fato. Leia a matéria aqui.

Segundo o diretor do Simdilimpe, Izael Galvão, a empresa realizou o pagamento no final da tarde de terça-feira, mas com alguns descontos indevidos como o corte do ponto de um funcionário que apresentou atestado médico. Além disso, Galvão contou que a empresa não pagou as multas referentes aos atrasos e alegou que as demissões foram motivadas pela manifestação que a entidade sindical organizou. “Vamos pedir ao Ministério Público do Trabalho e à Justiça a reintegração desses trabalhadores”, contou.

O Sindicato também informou que a VGN cometeu várias irregularidades, como demissão em massa, atraso de salário e do tíquete alimentação e pagamento em mãos. Galvão contou que a convenção coletiva  da categoria exige que os empregadores depositem o pagamento na conta do trabalhador.

Em nota, a VGN/Vaga Ativa informou que não irá se manisfestar sobre demissões, pois “fazem parte de critério interno da mesma”. A empresa ressaltou que “os funcionários em serviço estão com salários e benefícios em dia. A Vista Group Network – VGN/Vaga Ativa está em processo de negociação com o sindicato e busca se adequar às exigências”. A nota informa ainda, que a empresa alugou um ponto no Centro da cidade para dar suporte aos agentes e supervisores.

Posição da Câmara

Diante das denúncias, o presidente da Câmara dos Vereadores de Guarapari, Wanderlei Astori, conversou com representantes dos agentes na tarde da última terça-feira (14). Astori disse que vai se reunir com a diretoria da empresa para pedir esclarecimentos, já que a empresa presta serviços para a prefeitura. “A Câmara pode analisar o contrato para saber se houve alguma irregularidade”, disse.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

acidente br101 1

Grave acidente deixa uma pessoa morta e três feridas em Guarapari

Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, concessionária que administra a via, o acidente aconteceu por volta das 07h15

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES: últimos dias para inscrições de curso em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Rua Safira, Setiba1

Rua pavimentada há seis meses alaga sempre que chove; moradores pedem solução em Guarapari

destaques pm

10º Batalhão homenageia destaques operacionais e transferidos para reserva em Guarapari

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 50 anos

edson-1024x683

Guarapari: TCE-ES recomenda rejeição das contas de Edson Magalhães do ano de 2018

Anúncio