Anúncio

Banda de Jongo de Alfredo Chaves ganha prêmio do Estado

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 3 de julho de 2020 às 10:43
Atualizado em 4 de julho de 2020 às 08:50

Anúncio

Foto: Arquivo/AfroChaves.

As manifestações afro-brasileiras são conhecidas por misturar cores, tambores e alegria. E essa última é o que não vai faltar para a Banda de Jongo São Benedito de Alfredo Chaves, da região Sul do Estado. O grupo foi um dos vencedores do Prêmio Mestre Armojo do Folclore Capixaba 2019, organizado pela Secretaria Estadual da Cultura – Secult – do Espírito Santo.

O resultado foi divulgado no último dia 30 de junho no site oficial da instituição e de acordo com a publicação o conjunto conquistou a 6ª colocação com 80 pontos na categoria “Grupos das Culturas Populares e Tradicionais”. O prêmio é R$ 10 mil para investimentos na manutenção da tradição e Manoel José Alves, o “Seu Tito”, ficou suplente na categoria “Mestres”.

Emocionada, a professora de História e proponente dos dois projetos, Joana Francisco da Penha, oferece a vitória para “Seu Afonso”, que faleceu recentemente.

“O dinheiro vai pra banda, mas ofereço esse prêmio para o nosso eterno Mestre Afonso, que nos deixou há poucos meses e que era nosso mestre até então. Ele dedicou sua vida para preservação da nossa banda. Já está fazendo muita falta. Agora ficamos na torcida para Seu Tito ganhar também”, garante Joana.

O Jongo do Sudeste brasileiro recebeu o título de Patrimônio Cultural Brasileiro em 2005. No estado, a Universidade Federal do Espirito Santo (UFES) catalogou 26 agrupamentos de jongos e caxambus. Um destes é o de Alfredo Chaves, que segundo a pesquisa, existe há mais de 100 anos no bairro Macrina, reduto da cultura negra no município.  

Hoje, trinta pessoas integram a Banda de Jongo de São Benedito, a qual organiza três grandes eventos do calendário da cidade: a festa de Santa Catarina de Alexandria, a do padroeiro municipal São Benedito e a de São Sebastião.

Texto: Clovis Rangel

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

Anúncio

Anúncio

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Bairros de Guarapari terão abastecimento de água paralisado nessa terça-feira (21)

Anúncio

Meninos Adalberto (2)

Projeto social que acolhe crianças e adolescentes precisa de apoio em Guarapari

vacinas es

Espírito Santo recebe primeiro lote da Coronavac adquirido com recursos próprios

Anúncio