Anúncio

Café de La Musique: moradores de Meaípe apontam problemas após primeiros shows em Guarapari

Sócio do Café de La Musique diz que o local estava abandonado e a Casa de Shows alavancou o bairro

Por Aline Couto

Publicado em 4 de janeiro de 2022 às 17:41

Anúncio

Depois de conseguir abrir as portas para o Verão através de uma decisão da justiça, a casa de shows, Café de La Musique, localizada em Meaípe, voltou a ser assunto nesta terça-feira (04) em Guarapari.

Com o término do primeiro final de semana de funcionamento, onde a Casa ficou cheia e apresentou diversos shows, os moradores do bairro iniciaram um debate sobre os benefícios e malefícios deste tipo de entretenimento no local.

A maioria foi taxativa quanto a sujeira deixada no bairro após cada dia de evento. Também citaram a falta de mobilidade com o fechamento das ruas, além do som alto.

“Eles fecham a parte de cima e ficam obstruindo a passagem das pessoas, tem restaurantes e locais turísticos que não se tem acesso nos dias de shows. Fora a enorme sujeira que eles não providenciam a limpeza. Não é que não queremos eventos no bairro, mas tem que ser uma via de mão dupla. Tem que ser bom para eles e para a comunidade”, relatou Vinícius Brina, presidente da Associação de Moradores de Meaípe.

Mensagens

Em um grupo de mensagens instantâneas formado por moradores e empresários de Meaípe, o presidente da Associação estava explanando as questões colocadas pela comunidade para os representantes do Café. Um dos sócios, João Vitor Guimarães Vaz, não concordou e disse que Meaipe estava abandonada e morta quando a Casa de Shows foi instalada.

Café de La Musique: moradores de Meaípe apontam problemas após primeiros shows em Guarapari
Mensagem enviada em um grupo pelo sócio do Café de Lá Musique.

A fala do empresário deixou a comunidade indignada. Eles defenderam que o bairro sempre teve vida própria, com excelente gastronomia, hospedagens e outras casas noturnas.

Outro lado

Após a repercussão, João Vítor Guimarães Vaz foi procurado para falar sobre as declarações, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta por parte do empresário.

Atualização

Após a publicação da matéria, o sócio do Café, João Vítor, entrou em contato e disse que os trechos da conversa no grupo de mensagens instantânea foram pegos fora do contexto e encaminhados.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

curso-agentes-da-guarda1

Lei garante Guarda Municipal armada em Anchieta

Brechó APAE 2

Brechó da Apae Guarapari necessita de doações de roupas masculinas

Os valores arrecadados com as vendas serão revertidos para Apae

Anúncio

Anúncio

print_dyogenes2-2022-04-120cover

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

CISEG-edital

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – CISEG – CONSELHO INTERATIVO DE SEGURANÇA DE GUARAPARI

Anúncio

cachoeira_do_turco-5461665

Grupo de empresários se mobiliza para promover crescimento sustentável de Guarapari

Empreendedores e proprietários se unem para formação de associação

petrobras_divulgacao_plataforma_petroleo_e_gas-ES2022-05-24-05

Seminário debate impactos de investimentos em Petróleo e Gás em Guarapari

Espírito Santo deve receber quase R$20 bilhões em investimentos no setor, com 80% voltados para a Região Sul

Anúncio