Anúncio

Café de La Musique: moradores de Meaípe apontam problemas após primeiros shows em Guarapari

Sócio do Café de La Musique diz que o local estava abandonado e a Casa de Shows alavancou o bairro

Por Aline Couto

Publicado em 4 de janeiro de 2022 às 17:41

Anúncio

Depois de conseguir abrir as portas para o Verão através de uma decisão da justiça, a casa de shows, Café de La Musique, localizada em Meaípe, voltou a ser assunto nesta terça-feira (04) em Guarapari.

Com o término do primeiro final de semana de funcionamento, onde a Casa ficou cheia e apresentou diversos shows, os moradores do bairro iniciaram um debate sobre os benefícios e malefícios deste tipo de entretenimento no local.

A maioria foi taxativa quanto a sujeira deixada no bairro após cada dia de evento. Também citaram a falta de mobilidade com o fechamento das ruas, além do som alto.

“Eles fecham a parte de cima e ficam obstruindo a passagem das pessoas, tem restaurantes e locais turísticos que não se tem acesso nos dias de shows. Fora a enorme sujeira que eles não providenciam a limpeza. Não é que não queremos eventos no bairro, mas tem que ser uma via de mão dupla. Tem que ser bom para eles e para a comunidade”, relatou Vinícius Brina, presidente da Associação de Moradores de Meaípe.

Mensagens

Em um grupo de mensagens instantâneas formado por moradores e empresários de Meaípe, o presidente da Associação estava explanando as questões colocadas pela comunidade para os representantes do Café. Um dos sócios, João Vitor Guimarães Vaz, não concordou e disse que Meaipe estava abandonada e morta quando a Casa de Shows foi instalada.

fala socioa cafe - Café de La Musique: moradores de Meaípe apontam problemas após primeiros shows em Guarapari
Mensagem enviada em um grupo pelo sócio do Café de Lá Musique.

A fala do empresário deixou a comunidade indignada. Eles defenderam que o bairro sempre teve vida própria, com excelente gastronomia, hospedagens e outras casas noturnas.

Outro lado

Após a repercussão, João Vítor Guimarães Vaz foi procurado para falar sobre as declarações, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta por parte do empresário.

Atualização

Após a publicação da matéria, o sócio do Café, João Vítor, entrou em contato e disse que os trechos da conversa no grupo de mensagens instantânea foram pegos fora do contexto e encaminhados.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Crescer Com Viver1

ONG Crescer com Viver prepara mais uma edição do ‘Sertanejo Solidário’ em maio

Noite será de muita diversão, comida gostosa e solidariedade

20240418_162847

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Assinatura da parceria aconteceu na quinta (18), no Palácio Anchieta

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Parte do remanescente

“Assim, pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente segundo a eleição da graça.” Romanos 11:5

motor-home

Coluna Dom Antônio: Guarapari na contramão do turismo de bom nível tem lei proibindo motor homes

Anúncio

01.FOTO-DO-TEMA.jpeg

Coluna Entenda Direito – Seletividade penal e encarceramento: ‘Cadeia guarda o que o sistema não quis’

iriri_letreiro

Com arte e gastronomia, Iriri Paixão Capixaba segue até amanhã (21) em Anchieta

Programação começa sempre às 17h com shows e outras apresentações artísticas

Anúncio