Anúncio

Câmara apura hoje (30) votação do novo horário das sessões

Por Livia Rangel

Publicado em 29 de julho de 2013 às 00:00

Anúncio

Hoje (30), às 17 horas, acontece a apuração dos votos para definir uma possível mudança no horário das sessões da Câmara Municipal de Guarapari. Atualmente, elas  acontecem às 15 horas.

Os votos foram recebidos de duas maneiras, por enquete no site da Câmara (www.cmg.es.gov.br) e também por cédulas de papel depositadas em urnas na Câmara, Prefeitura e Fórum. A pergunta da consulta popular era: “Em qual horário você prefere as sessões da Câmara Municipal de Guarapari?”, contendo as opções 15 horas, 17 horas ou 19 horas.

Com o objetivo de dar mais legitimidade à votação, a presidente da Ong Transparência Guarapari, Raquel Gerde, foi convidada para acompanhar o processo de recolhimento das urnas e também a contagem dos votos.

 Ainda dá tempo para votar. Até às 18h15 desta segunda (29), este era o resultado da enquete pelo site:

enquete - Câmara apura hoje (30) votação do novo horário das sessões

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Imagem-do-WhatsApp-de-2024-07-02-as-14.22.32_930ee451

Prestes a lançar novo filme, Rodrigo Aragão quer formar novos talentos do cinema em Guarapari

Cineasta finaliza seu novo longa, que se passa em um prédio assombrado por fantasmas na Praia do Morro

{"eId":"703898471388870","CameraPosition":1}

Hotéis e pousadas das montanhas preparam mimos para hóspedes durante a Festa do Morango

34ª edição do evento já está com ingressos à venda

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Schadenfreude

letreiro-guarapari-es-2021-08-27

Coluna Dom Antônio: O que falta para Guarapari ser uma cidade turística de verdade

Anúncio

regulamento foto (3)

Coluna Entenda Direito: A importância do Regulamento Interno das empresas nas relações de trabalho

Pipas_divulgacao

Guarapari foi a cidade mais atingida por problemas causados por pipas na rede elétrica

Nos primeiros meses do ano, cidade teve 1.668 clientes afetados na região; riscos de acidentes aumentam nas férias

Anúncio