Anúncio

Canoísta que faz expedição pela costa brasileira chega a Guarapari

“O ES é o litoral mais lindo até agora”, descreveu Adelson Rodrigues

Por Aline Couto

Publicado em 4 de abril de 2022 às 14:01

Anúncio

Vídeos e fotos: arquivo pessoal.

Navegando pela costa brasileira há mais de dois anos, o canoísta Adelson Rodrigues, 60 anos, chegou na manhã desse domingo (03) em Guarapari. Ele é o primeiro brasileiro a atravessar o litoral do Brasil de canoa.

“Fui muito bem recebido na cidade, cheguei pela Praia das Castanheiras e fui acompanhado por uma equipe de canoagem local. Na terça-feira estou indo para Meaípe. Fico pelo menos mais uns quatro dias no Espírito Santo, que até o momento é o Estado com o litoral mais bonito por onde passei”, relatou Adelson.

Canoísta que faz expedição pela costa brasileira chega a Guarapari

O canoísta começou a expedição de 8 mil km pelo litoral do País em fevereiro de 2020, saindo do Oiapoque, no extremo norte do País. Ele já passou por 12 estados, incluindo o Espírito Santo, dos 17 que estão no litoral, e tem a pretensão de finalizar a aventura pelo mar, no Chuí, extremo sul do Brasil, até dezembro deste ano.

“É só uma previsão, tudo dependo. Tem o tempo, a situação do mar, entre outras coisas. Ainda vou passar pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e até chegar no Rio Grande do Sul. Mas chegando ao sul até o final do ano, já fico muito feliz”.

Canoísta que faz expedição pela costa brasileira chega a Guarapari

Expedição

Adelson contou que a ideia da aventura começou a ser amadurecida há cerca de 10 anos. Por volta do ano de 2016, ele iniciou uma pesquisa sobre a costa brasileira para colocar em prática o plano.

“O que eu quero é mostrar as belezas naturais do nosso País. São belíssimas, magníficas, e cada litoral tem sua peculiaridade. Mas a pesquisa que fiz, só aproveitei 20%. Nossa Brasil é um lugar sem memória e pesquisa. Muita coisa diferente encontrei pelo caminho”.

Tudo que Adelson precisa para a travessia está na canoa. São cerca de 40 kg, incluindo roupas, equipamentos, água, alimentos, barraca de camping. Sem patrocínio, ele tentou com 400 empresas Brasil afora e não houve nenhum retorno, o canoísta conta com o apoio da Marinha do Brasil e da população local por onde passa.

“Remo há 20 anos e sou formado em educação física, além de escalador e corredor, tenho todo preparo físico para essa expedição. Mas ninguém quis investir na ideia. Sigo por conta própria e recebendo apoio de quem me estende a mão. Mas nem sempre é fácil. Na Bahia, por exemplo, um hotel me negou abrigo e fui convidado a me retirar de uma ilha. Ainda bem que a Marinha interveio por mim”.

Registros

Assim que finalizar a expedição, o canoísta pretende criar um documentário com tudo que passou nesses anos pelo mar. Ele já escreveu dois livros e está na 500ª página do terceiro.

“O Brasil é um País que precisa ser divulgado. Quero mostrar com palavras e imagens a cultura e o estilo de vida por onde passei. Além das descobertas que fiz pelo caminho”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

moto-rock-2022-4-1

Moto Rock agita Guarapari com o primeiro dia de sua 8ª edição

WhatsApp-Image-2022-08-01-at-13.22.36

Artigo: “Pais de Pet” – A tutela dos animais de estimação

Anúncio

Anúncio

ap22217686674430

Pesquisa Ipec revela a intenção de voto dos eleitores do ES para presidente

WhatsApp-Image-2022-09-21-at-20.11.11

AfroChaves conclui projeto com percussão, capoeira e show em Alfredo Chaves

Anúncio

WhatsApp Image 2022-09-23 at 15.40.48

Atletas de Guarapari garantem vagas para o Pan-Americano e Mundial de Canoa Havaiana

Conquista veio após vitória no campeonato nacional da modalidade

Moto Rock 2022 (9)

Guarapari: tudo pronto para a 8ª edição do maior evento motociclístico do Espírito Santo

O Moto Rock acontece durante este final de semana e tem expectativa de público de 30 mil pessoas

Anúncio